Athletico-PR

Vasco é superado pelo Athlético-PR e perde de 3 a 0

Publicados

em

O Vasco foi superado pelo Athlético Paranaense, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo (27/12). Jogando na Arena da Baixada, o jogo terminou 3 a 0 para a equipe do Paraná. Com esse resultado, o Vasco permanece na mesma posição. O próximo jogo do Cruzmaltino na competição será diante do Atlético Goianiense, na quinta-feira (07/01), às 21h, no Estádio Antônio Accioly.

O Vasco começou o jogo indo para cima do adversário. Logo no primeiro minuto de jogo, Neto Borges invadiu a área pela esquerda e inverteu a jogada para Vinícius que acabou chegando atrasado no lance, por muito pouco o placar não foi aberto. Aos 5, Léo Matos chegou cruzando de primeira pelo lado direito, procurando Germán Cano, antes de chegar no artilheiro a zaga adversária afastou. Aos 9 minutos, o Athlético Paranaense abriu o placar com Nikão, após erro na saída de bola do Vasco: Athlético 1 a 0. O Vasco voltou a incomodar a meta adversária aos 29 minutos, Léo Matos avançou pela direita, cortou para o meio e arriscou a finalização, obrigando o goleiro Santos a ceder o escanteio. Na cobrança, por pouco a bola não sobrou para Marcos Júnior livre dentro da área.

  Grêmio vence o Bahia por 2 a 1 pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro

Aos 34 minutos, Carlinhos cobrou falta na entrada da área, Neto Borges desviou para dentro da área e achou Germán Cano livre, o artilheiro como de praxe colocou para dentro, porém o gol foi anulado pelo VAR, por posição irregular do argentino. Aos 37, em outra descida do Athlético Paranaense pela direita, Léo Citadini chutou, obrigando Fernando Miguel a fazer a defesa. O goleiro espalmou no pé do Carlos Eduardo, que ampliou: Athlético 2 a 0. Apesar do gol sofrido, o Cruzmaltino continuou incomodando a meta adversária. Aos 40, Juninho avançou pelo meio, cortou dois adversários e arriscou a finalização, obrigando o goleiro a fazer a defesa.

O Vasco voltou com outra postura na segunda etapa, procurando diminuir a diferença no placar. Logo aos 3 minutos, Gustavo Torres recuperou a bola na intermediária e tocou para Talles Magno, a bola acabou desviando na zaga e sobrou para Germán Cano, o atacante driblou o zagueiro e anotou outro gol. Porém em outra oportunidade de gol, o VAR novamente anulou, alegando posição irregular. Aos 6 minutos, o Gigante da Colina voltou a incomodar, Carlinhos arrancou pelo meio e arriscou a finalização, obrigando o goleiro a fazer a defesa.

  Flu empata com Fortaleza e segue sem perder

Sob seus domínios, o adversário conseguiu equilibrar as ações e chegou duas vezes, parando em ótimas defesas do goleiro Fernando Miguel. Aos 11 minutos, Léo Gil recebeu com liberdade pelo meio, levantou a cabeça e achou um belo passe para Gustavo Torres, o atacante entrou livre na área e acabou cabeceando por cima do gol. Aos 15 minutos, em outra chegada do adversário, Carlos Eduardo carregou, chutou firme e ampliou o placar: Athlético 3 a 0. Aos 21, Léo Gil cobrou escanteio pela direita e achou Werley livre na área, o zagueiro chegou cabeceando por cima. O Vasco voltou a incomodar a meta adversária aos 32 minutos, após belo levantamento de Carlinhos, Gustavo Torres testou com força e por pouco não diminuiu. Aos 47, Gustavo Torres invadiu a área pela direita e levantou para Tiago Reis livre na área, o atacante mandou por cima do gol.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Athletico-PR

Furacão abre vantagem com dois de Terans

Publicados

em

Por

Foi um grande jogo no Caldeirão!

O Athletico teve que superar um ótimo adversário, as defesas de um goleiro em tarde inspirada… Mas prevaleceram a qualidade do toque de bola rubro-negro e a vocação artilheira de David Terans.

Com dois gols do craque uruguaio, o Furacão venceu o Atlético Goianiense por 2 a 1, nesta quarta-feira (28, e está em vantagem no confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O jogo de volta acontece daqui a uma semana (4/8), em Goiânia.

Um empate basta para o Furacão prosseguir em uma das quatro frentes de batalha da temporada. Antes, precisa se voltar para outra. No domingo (1º), tem duelo contra o Atlético Mineiro, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro.

O Jogo

No primeiro tempo, a partida foi um duelo tático de muita marcação. Os dois times buscavam o ataque, mas os sistemas defensivos prevaleciam. Mesmo assim, o Furacão conseguiu criar as melhores chances de gol.

A primeira aconteceu aos 22′. Nicolas fez um belo lançamento para Nikão. Dentro da área, ele dominou no peito com categoria, escapou da marcação e rolou para Renato Kayzer. O centroavante chegou batendo, mas a bola desviou na defesa e saiu, muito perto da trave.

O adversário levou perigo aos 42′, em um chute de primeira de Arthur Gomes. O Furacão respondeu aos 45′. Nikão bateu escanteio pela esquerda. Renato Kayzer subiu sozinho e cabeceou com força. Mas o goleiro Fernando Miguel voou para fazer uma grande defesa.

Se faltaram lances de emoção na primeira etapa, não precisou nem um minuto para eles começarem a acontecer na etapa final. E começou logo com um golaço do Furacão!

  Santos FC domina a partida e vence o Athletico na Vila Belmiro

Christian recebeu pelo meio, tocou para David Terans, que abriu para Nikão na direita. Marcinho fez a ultrapassagem pelas costas do camisa 11, recebeu na linha de fundo e cruzou. Terans subiu mais que o zagueiro e cabeceou para a rede!

O Athletico seguiu no ataque. Kayzer ficou cara a cara com Fernando Miguel, que fez outra ótima defesa. E Nikão foi empurrado dentro da área por Oliveira. O árbitro Anderson Daronco não marcou e o VAR também deixou passar o pênalti claro a favor do Furacão.

Ainda antes dos 15′, o Rubro-Negro teve mais duas oportunidades claras. Em cruzamento de Nicolas, Kayzer cabeceou com muito perigo. Nikão também finalizou, dando mais trabalho para Fernando Miguel.

Mas o Dragão não estava morto. Aos 15′, André Luís chutou forte da entrada da área e acertou a trave. O Athletico respondeu com mais uma ótima troca de passes que terminou com chute de Terans e outra defesa de Fernando Miguel.

Só que aos 25′, uma boa jogada construída pelo ataque adversário terminou no gol de empate. Natanael recebeu na direita e cruzou. Zé Roberto bateu de esquerda e mandou para a rede: 1 a 1.

O resultado não era bom para o Furacão. Com muita raça e apostando na troca de passes com velocidade, o time athleticano partiu com tudo para recuperar a vantagem.

Aos 27′, Christian arriscou de fora da área e a bola raspou a trave. Aos 29′, a bola sobrou para Nikão, que encheu o pé e mandou para fora. E aos 36′, Fernando Miguel apareceu de novo, espalmando o chute de esquerda de Terans.

O Athletico merecia a vitória. E ela veio com mais uma jogadaça do ataque rubro-negro, aos 39′. Vitinho recebeu na direita, viu Nikão subindo livre pela outra ponta e inverteu com um passe perfeito. O camisa 11 recebeu já dentro da área e rolou para trás. Marcinho chegou batendo e Terans fez o desvio, consciente e preciso. Golaço!

  Atlético MG e Grêmio ficam no empate de 1 a 1 pela 31ª rodada da Série A

Uma importante vantagem para o Furacão no caminho para as quartas de final!

Ficha técnica: Athletico Paranaense 2×1 Atlético Goianiense
Copa do Brasil 2021: Oitavas de final – Jogo de ida
Data: 28/07/2021
Horário: 16h30
Local: Estádio Joaquim Américo

Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
Quarto árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)
Árbitro de vídeo: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)

Athletico Paranaense: Bento; Marcinho (Khellven, aos 41′ do 2º tempo), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Richard (Erick, aos 17′ do 2º tempo), Léo Cittadini (Christian, no intervalo) e David Terans (José Ivaldo, aos 41′ do 2º tempo); Nikão, Renato Kayzer (Carlos Eduardo, aos 41′ do 2º tempo) e Vitinho
Técnico: António Oliveira
Gols: David Terans, a 1′ e aos 39′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Christian e Vitinho

Atlético Goianiense: Fernando Miguel; Dudu, Oliveira, Éder e Natanael; Willian Maranhão, Gabriel Baralhas e Arthur Gomes (Lucão, aos 40′ do 2º tempo); Ronald (Toró, aos 6′ do 2º tempo), Zé Roberto (Arnaldo, aos 40′ do 2º tempo) e Janderson (André Luiz, aos 6′ do 2º tempo)
Técnico: Eduardo Barroca
Gol: Zé Roberto, aos 25′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Arthur Gomes e Willian Maranhão

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

fonte: https://www.athletico.com.br/resumo_do_jogo/furacao-abre-vantagem-com-dois-de-terans/

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA