Atlético-MG

Atlético vence o Bahia no primeiro confronto das oitavas

Publicados

em

Em grande partida coletiva na noite desta quarta-feira, 28.07, o Galo venceu o Bahia por 2×0 no primeiro confronto pelas oitavas de final da Copa do Brasil.
O alvinegro teve sua primeira oportunidade aos sete minutos. Hulk tentou surpreender o goleiro adversário com chute da entrada da área. A bola saiu por cima da meta.
A melhor chance de gol da equipe baiana surgiu aos 17 minutos. Ronaldo enganou o marcador e ficou cara a cara com Everson, que fez grande defesa com o pé esquerdo.
O Galo tinha a posse de bola e criava mais oportunidades, enquanto a equipe tricolor apostava nos contra-ataques.
Gol!! Na marca de 37 minutos o Atlético abriu o marcador. Mesmo cercado por cinco adversários, Hulk enxergou a passagem de Dodô na esquerda, que cruzou rasteiro para Zaracho, livre de marcação, empurrar para o fundo das redes.
A partida seguiu movimentada nos minutos finais da primeira etapa, com boas oportunidades para os dois lados. A última delas para o tricolor, obrigando o goleiro atleticano a espalmar forte chute cruzado da esquerda.
Segundo Tempo
A segunda etapa começou mais truncada, com poucos espaços e muitos chutes de fora da área.
Aos 20 minutos Matheus Bahia teve uma rara oportunidade dentro da área. O jogador recebeu cruzamento da direita, mas se atrapalhou com a bola e não conseguiu o arremate.
Gol!! Aos 28 minutos Zaracho avançou pelo meio e rolou na direita para Hulk bater de primeira no canto esquerdo do goleiro Danilo Fernandes.
Nathan ainda teve chance de ampliar aos 48 minutos, mas parou na ótima defesa do arqueiro adversário.
Após a partida, o goleiro Everson falou sobre a importância da vitória. “Conquistamos um bom resultado, mais uma vez sem sofrer gols. Fico feliz por conseguir dar minha parcela de contribuição para o time”.
O próximo duelo entre as equipes acontecerá na quarta-feira (04), no Joia da Princesa, em Feira de Santana. Em virtude do triunfo no primeiro jogo, o Galo terá a vantagem e garante a classificação mesmo em caso de derrota por até um gol de diferença.
FICHA TÉCNICA
Atlético 2 x 0 Bahia
Competição: Copa do Brasil
Rodada: Oitavas de final (ida)
Estádio: Mineirão
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Gols: Zaracho, 37′ – 1° tempo;  Hulk, 28′ – 2° tempo
Atlético: Everson, Mariano, Réver, Alonso, Dodô, Allan, Tchê Tchê (Neto), Zaracho (Calebe), Nacho (Hyoran), Savarino (Sasha), Hulk (Nathan)
Técnico: Cuca
Bahia: Danilo Fernandes, Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio, Matheus Bahia, Patrick, Jonas (Lucas Araújo), Daniel (Galdezani), Rossi, Ronaldo (Rodriguinho), Gilberto
Técnico: Dado Cavalcanti
Cartões amarelos: Zaracho, Alonso (Atlético) – Gilberto, Nino Paraíba (Bahia)
Árbitro: Raphael Claus (FIFA – SP)
Árbitro Assistente 1: Danilo Ricardo Simon Manis (FIFA – SP)
Árbitro Assistente 2: Evandro de Melo Lima (AB – SP)
4° Árbitro: Adriano de Assis Miranda (CD – SP)
5° Árbitro: Magno Arantes Lira (AB – MG)
Analista de Campo: Renato Cardoso da Conceição (CBF – MG)
Árbitro de Vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (VAR-FIFA – SP)
AVAR: Fábio Rogerio Baesteiro (AB – SP)
Observador de VAR: Sílvia Regina de Oliveira (CBF – SP)
fonte: https://atletico.com.br/noticias/atletico-vence-o-bahia-no-primeiro-confronto-das-oitavas
COMENTE ABAIXO:
  Empate interrompe sequência de vitórias do galo
Propaganda

Atlético-MG

Com a Massa e com a taça

Publicados

em

E o Galo? O Galo Ganhou! Diante do Mineirão lotado, o Atlético venceu o Red Bull Bragantino por 4 a 3 na tarde deste domingo, dia 5, em partida válida pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Jogo marcou a entrega do troféu de Campeão Brasileiro, que foi levado até o campo pelo ídolo e autor do gol do título Brasileiro de 1971, Dadá Maravilha.
Os 61.573 presentes estabeleceram um novo recorde de público no novo Mineirão e puderam assistir o show do artista português Pete Tha Zouk, um dos DJ mais consagrados da Europa. Houve, também, um mosaico especial, show pirotécnico, distribuição de estrelas amarelas, homenagem a Atleticanos ausentes e também a ex-atletas dos times de 1971, 1977, 1980, 1985 e 1999, que entraram em campo pouco antes do início da partida.
O jogo
As equipes começaram a partida se estudando e trocando passes curtos. A primeira oportunidade foi do time de Bragança, após o cruzamento de Jadsom desviar na defesa e quase enganar o goleiro Everson.
Na primeira boa chance do Galo, aos 20 minutos, Keno avançou pelo meio com espaço deixado pela marcação. O atacante bateu colocado para abrir o marcador. 1 a 0!
O time visitante chegou ao empate com Ytalo. O jogador completou rebote de Everson para igualar o placar.
Segunda etapa
No primeiro minuto da etapa complementar, o Bragantino virou o jogo. Após cobrança de escanteio, Artur pegou de primeira para fazer o segundo gol dos visitantes.
Não demorou para o Galo buscar o empate. Aos 6 minutos, Keno arrancou em velocidade pela esquerda e rolou para Zaracho estufar a rede do goleiro Cleiton.
Por pouco a virada não veio em uma bomba de Allan de fora da área. A bola, caprichosamente, explodiu na trave.
Aos 32 minutos, Savarino não desperdiçou. Zaracho recebeu de Hulk e cruzou forte para o venezuelano completar de cabeça para o fundo do barbante. Galo 3 a 2!
O artilheiro o Brasileirão também deixou o dele. Hulk recebeu na intermediária, ganhou do zagueiro no jogo de corpo e, frente a frente com o goleiro, deu uma cavadinha para marcar o 19° gol no torneio.
A massa entoava o grito de “bicampeão” a plenos pulmões, quando o Bragantino descontou com Artur. Não fez diferença. O Galo ganhou mais uma e fez a festa de campeão diante da torcida mais engajada do Brasil.
FICHA TÉCNICA
Atlético 4 X 3 Red Bull Bragantino
Competição: Campeonato Brasileiro
Rodada: 37
Data: 05/12/2021
Estádio: Mineirão – (MG)
Público: 61.573
Renda: R$ 8.818.854,25
Gols: Keno – 20′ 1° tempo; Zaracho 7′, Savarino 33′, Hulk 43′ – 2° tempo (Atlético) – Ytalo 39′ – 1° tempo; Artur 2′ e 55′ – 2° tempo (Red Bull Bragantino)
Atlético: Everson; Mariano, Nathan Silva (Réver), Alonso, Arana, Tchê Tchê (Allan), Jair (Allan Franco), Zaracho, Nathan (Savarino), Keno e Diego Costa (Hulk).
Técnico: Cuca
Bragantino: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Natan, Luan Cândido, Jadsom, Emi Martínez (Tubarão), Artur, Helinho, Ytalo (Praxedes) e Cuello (Alerrandro).
Técnico: Maurício Barbieri
Cartões amarelos: Hulk (Atlético); Artur e Helinho (Bragantino)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques FIFA PR
Árbitro Assistente 1: Bruno Boschilia FIFA PR
Árbitro Assistente 2: Sidmar dos Santos Meurer AB PR
Quarto Árbitro: Savio Pereira Sampaio AB DF
Árbitro de Vídeo: Wagner Reway VAR-FIFA PB
AVAR: Oberto da Silva Santos AB PB
Observador de VAR: Cleidy Mary dos Santos Nunes Ribeiro CBF SC
fonte: https://atletico.com.br/noticias/com-a-massa-e-com-a-taca
COMENTE ABAIXO:
  Keno faz três e comemora grande atuação
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA