SÉRIE A

Com quatro derrotas seguidas e a nove jogos sem vencer, Bahia volta a ser lanterna após 6 anos

Publicados

em

Com o empate entre Ceará e Goiás na noite do último domingo (27), o Bahia chegou ao 20º lugar do Campeonato Brasileiro. A lanterna não parava nas mãos do Esquadrão de Aço desde 2014, ano do seu último rebaixamento para a Segunda Divisão.

Nove jogos sem vencer. Quatro derrotas seguidas. Camisa 9 sem marcar há 13 partidas. Novo técnico que só perdeu. Zona de rebaixamento. Tinha como a semana do torcedor do Bahia ficar pior? Sim tricolor tornou-se o lanterna da Série A do Campeonato Brasileiro.

“Culpa” do Goiás, que empatou com o Ceará no Castelão e ficou com nove pontos. Como tem saldo de gols melhor (-2 contra -7), o time goiano passou a lanterna do Brasileiro para o Bahia. Mas culpa principalmente do próprio Bahia, que no sábado desperdiçou um pênalti, com Clayson, e foi derrotado pelo Athletico-PR por 1×0 em Curitiba. Terceira derrota de Mano Menezes em três partidas no comando.

Encontrar a última vez em que o Bahia segurou a lanterna requer alguma pesquisa. Foi em 2014, ano que acabou com o rebaixamento tricolor. Aconteceu na 20ª rodada daquela competição, depois que o Esquadrão perdeu por 2×1 fora de casa para o Cruzeiro, no dia 11 de setembro. Desde então, em quatro anos seguidos disputando a Série A desde 2017, o time não sabia o que era a lanterna.

COMENTE ABAIXO:
  De olho no Sport, Internacional realiza penúltimo treino
Propaganda

Bahia

Bahia encerra preparação para enfrentar o Red Bull com tático contra a base

Publicados

em

 

Com um treinamento na tarde desta sexta-feira (17) no CT Evaristo de Macedo, o Tricolor encerrou a preparação para enfrentar o Red Bull Bragantino. A partida contra a equipe paulista acontece neste sábado (18), às 21h, na Fonte Nova e é válida pela 20ª do Campeonato Brasileiro.

O trabalho começou com o elenco assistindo um vídeo produzido pelo Departamento de Análise e Desempenho (Dade) no auditório da Cidade Tricolor.

Depois o grupo seguiu para o gramado e iniciou com um aquecimento, aplicado pelos preparadores Agustin Buscaglia, Luiz Andrade e Eduardo Souza.

Após o físico, o técnico Diego Dabove dividiu o grupo entre titulares e reservas e o time de cima disputou um coletivo tático contra atletas da divisão de base.

Dabove parou a atividade várias vezes para orientar os jogadores e aproveitou também para aprimorar as bolas paradas, com cobranças de faltas laterais e escanteios.

Neste momento, os reservas participavam de um treino técnico de posse no campo 2 do CT.

No final, alguns atletas ainda treinaram as faltas frontais e cobranças de penalidades.

  Goiás e Atlético MG se enfrentam desde 1973

O atacante Rossi, se recuperando de uma lesão muscular na coxa, tratou na fisioterapia.

Já Marcelo Cirino, realizou um treino físico na academia com o professor Roberto Nascimento.

O grupo já iniciou a concentração na Cidade Tricolor logo após a atividade.

Fotos – Felipe Oliveira/EC Bahia

Fonte: https://www.esporteclubebahia.com.br/video-e-coletivo/

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA