Bragantino

Em noite brilhante, Red Bull Bragantino goleia o Palmeiras por 4x 2

Publicados

em

Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

O Red Bull Bragantino teve uma noite incrível neste sábado (9). No Allianz Parque, em São Paulo, o Massa Bruta venceu o Palmeiras por 4 a 2 pela 25ª rodada do Nacional. Os gols do Braga foram marcados por Artur (2), Ytalo e Cuello. Raphael Veiga e Dudu descontaram para os donos da casa.

Com este resultado, o time do técnico Maurício Barbieri chegou aos 38 pontos, na quinta colocação do Brasileirão.

A próxima partida do Braga será na terça-feira (12) contra o Atlético-GO. O duelo será realizado no Estádio Nabi Abi Chedid, às 19 horas.

O jogo

Após segurar a pressão inicial dos donos da casa, o time de Bragança Paulista assustou o oponente logo aos 4 minutos. Depois de receber de Aderlan na direita, Ytalo invadiu a área e bateu rasteiro, mas Jailson caiu para encaixar a batida.

Oito minutos depois, em uma nova jogada envolvendo Aderlan e Ytalo, o Braga abriu placar no Allianz Parque. Da intermediaria defensiva, o lateral lançou Ytalo em velocidade no campo de ataque. O centroavante correu entre os defensores palmeirenses, ajeitou a bola na coxa e soltou um forte chute dentro da área para vencer Jailson.

Aos 17, após tabelar com Artur pela direita, Cuello desceu pela lateral da área e bateu direto ao gol, surpreendendo Jailson e exigindo do goleiro rival uma grande defesa.

  Ceará supera o Grêmio na estreia da Série A do Campeonato Brasileiro

O Palmeiras tentou reagir, mas o sistema defensivo do Braga marcava firme. Quando o rival conseguia finalizar, Cleiton estava em cima do lance para evitar o empate.

Sem se acomodar com a vantagem, o Massa Bruta ampliou o marcador aos 33 minutos com Cuello. Após pressionar a saída de bola rival e efetuar o desarme, Praxedes passou para Cuello no lado esquerdo. O argentino cortou para o meio e bateu de fora da área. A bola ainda desviou na zaga adversária e morreu no fundo do gol.

Sem deixar o rival respirar, o Red Bull Bragantino marcou o terceiro gol da noite dois minutos depois. Após roubada de bola de Cuello, Ytalo recebeu do argentino e passou para Artur na entrada da área. O camisa 7 do Braga dominou, deixou um zagueiro no chão e bateu forte no canto.

O Braga ainda quase marcou o quarto com Ytalo, que se jogou na bola em cruzamento rasteiro, porém não alcançou o passe, e com Praxedes, que bateu de fora da área e viu a tentativa passar perto da trave. Porém ainda aos 42 minutos, o Palmeiras diminuiu o placar com Dudu.

Na segunda etapa, o time da casa marcou seu segundo gol aos 16 minutos com Raphael Veiga.

  Força aérea resolve, e Inter vence Bahia por 2 a 0 no Beira-Rio

Apesar da reação rival, o Braga teve a frieza de seguir no ataque e, com isso, foi coroado com o quarto gol aos 30 minutos. Após boa descida pela direita, Helinho passou para Ytalo na entrada da grande área. O camisa 15 do Braga dominou e rolou para Artur, que bateu colocado e não deu chance de defesa para Jailson, finalizando o placar por 4 a 2 na capital paulista.

Palmeiras 2 x 4 Red Bull Bragantino
Local: Allianz Parque, em São Paulo;
Árbitro: Rafael Traci-SC;
Assistentes: Bruno Boschilia-PR e Johnny Barros de Oliveira-SC;
Cartões amarelos: Aderlan (Red Bull Bragantino); Gabriel Veron (SEP);
Gols: Ytalo, aos 12min do 1ºT, Cuello, aos 33min do 1ºT, Artur, aos 35min do1ºT e aos 30min do2ºT (Red Bull Bragantino); Dudu, aos 42min do 1ºT, e Rafael Veiga, aos 16min do 2ºT (SEP).

Red Bull Bragantino: Cleiton; Aderlan (Léo Ortiz), Fabrício Bruno, Natan e Luan Cândido; Jadsom, Eric Ramires e Praxedes (Helinho); Artur, Ytalo (Gonzalo) e Cuello (Léo Realpe). Técnico: Maurício Barbieri.

Palmeiras: Jailson; Kuscevic (Breno Lopes), Luan, Renan e Jorge (Gustavo Scarpa); Danilo Barbosa (Luiz Adriano), Patrick de Paula e Raphael Veiga; Dudu, Wesley (Gabriel Veron) e Rony (Deyverson). Técnico: Abel Ferreira.

https://www.redbullbragantino.com.br/noticia/goleada-bragantina-no-allianz-parque

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Bragantino

Red Bull Bragantino vence o Libertad (PAR) e esta na final da Sul-americana

Publicados

em

Foto: Ari Ferreita/Red Bull Bragantino

O Red Bull Bragantino está classificado para a final da Copa Sul-Americana 2021. Na noite desta quarta-feira (29), no Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (PAR), o Massa Bruta venceu o Libertad (PAR) por 3 a 1 e garantiu a vaga na inédita decisão com uma vitória por 5 a 1 no placar agregado. Cuello, em duas oportunidades, e Artur, marcaram na capital paraguaia. Melgarejo fez para os donos da casa.

A grande final da Copa Sul-Americana será realizada no dia 20 de novembro, no Estádio Centenário, em Montevideu (URU). O Braga enfrenta o vencedor de Athletico-PR e Penãrol (URU, que jogam na noite desta quinta-feira (30), em Curitiba-PR.

O jogo

A partida começou quente e a equipe de Bragança Paulista conseguiu segurar o ímpeto dos donos da casa nos minutos iniciais. Aos 8 minutos, Bocanegra arriscou de fora da área e o goleiro Cleiton encaixou a batida.

No lance seguinte, o Braga surpreendeu o time paraguaio e abriu o placar com Cuello. Após passe de Eric Ramires nas costas do marcador, o atacante do Massa Bruta cortou para a entrada da área e soltou um forte chute, que ainda desviou na zaga rival e não deu chances de defesa para Martín Silva.

  Força aérea resolve, e Inter vence Bahia por 2 a 0 no Beira-Rio

O Libertad reagiu e teve a chance de empatar o duelo aos 16 minutos em uma cobrança de pênalti, porém Cleiton esperou até o último instante e defendeu a batida de Diego Vieira no meio do gol.

Aos 22, em nova descida do Libertad, Óscar Cardozo tentou encobrir Cleiton dentro da área, mas o goleiro bragantino reagiu rápido e deu um tapa na bola para evitar o empate adversário.

Aos 34, Artur recebeu de Aderlan e cruzou na área. Cuello fechou na segunda trave e tentou o cabeceio, mas Martín Silva segurou a tentativa.

Seis minutos depois, em rápido contra-ataque do Libertad, Cleiton fez mais uma grande defesa em um chute de Enciso dentro da área. Em resposta, aos 42 minutos, Cuello cruzou para Eric Ramires e viu o goleiro Martín Silva fazer grande defesa na finalização de primeira do meia bragantino.

Na segunda etapa, o Libertad empatou o duelo aos 6 minutos com Melgarejo, mas isso não abalou o Massa Bruta. Cinco minutos depois, em rápida descida pelo meio, Artur acionou Cuello na área e viu o argentino bater na saída do goleiro para anotar o segundo gol da noite.

  Bragantino vence o Mirassol e classifica para a segunda fase da Copa do Brasil

O Braga seguiu impedindo as tentativas rivais e ainda encontrou brecha para liquidar o duelo no Paraguai, aos 37 minutos. Após grande lançamento de Luan Cândido, Artur entrou em velocidade na área e finalizou de primeira para sacramentar a vitória do Red Bull Bragantino por 3 a 1 no Estádio Defensores del Chaco.

Libertad 1 x 3 Red Bull Bragantino 
Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (PAR);
Árbitro: Néstor Pitana (ARG);
Assistentes: Juan Bellati (ARG) e Cristian Navarro (ARG);
Cartões amarelos: Vangioni, Bocanegra e Barboza (LIB);
Gols: Cuello, aos 8min do 1ºT e aos 11min do 2ºT, e Artur, aos 37min do 2ºT (Red Bull Bragantino); Melgarejo, aos 6min do 2ºT (LIB).

Red Bull Bragantino: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Edimar (Luan Cândido); Jadsom (Lucas Evangelista), Eric Ramires e Praxedes (Natan); Artur, Ytalo (Gabriel Novaes) e Cuello (Helinho). Técnico: Maurício Barbieri.

Libertad: Martín Silva; Mayada (Iván Ramírez), Diego Vieira, Barboza e Vangioni (Espinoza); Bocanegra, Hugo Martínez, Bogarín (Sebastián Ferreira), Enciso (Merlini) e Melgarejo; Óscar Cardozo (Marcelo Fernández). Técnico: Daniel Garnero.

fonte: https://www.redbullbragantino.com.br/noticia/vitoria-e-vaga-inedita-na-final-da-sul-americana

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA