Brasileirão Série B

Operário sofre derrota para o Brusque na 37ª rodada

Publicados

em

Fora de casa, o Operário Ferroviário sofreu derrota para o Brusque-SC, por 2 a 0, na noite da última sexta-feira (19), no Estádio Augusto Bauer, em duelo válido pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o resultado, o Alvinegro mantém-se com 12 vitórias, oito empates e 16 derrotas, somando 45 pontos, na 14ª posição.

O jogo
A equipe mandante começa melhor no confronto. Aos 10 minutos, Airton recebe na esquerda e finaliza cruzado, abrindo o placar. A primeira chance do Fantasma acontece no minuto 29, após cruzamento de Lucas Mendes, o atacante Paulo Sérgio finaliza, mas a bola bate na defesa. No lance seguinte, aos 32, Thomaz Santos avança pela esquerda e bate de três dedos, porém a tentativa passa à esquerda do goleiro adversário. O primeiro tempo termina em vantagem para os mandantes.

Na volta dos adversários, logo no primeiro minuto, Garcez acerta o travessão de Thiago Braga. Logo depois, aos 18, Ruan Carneiro bate na bola, na sequência a tentativa desvia na zaga operariana e sobra em Edu na direita, após o domínio, o atacante adversário cruza e Garcez aproveita para ampliar o marcador. Até o final do confronto, o técnico Ricardo Catalá busca alternativas para mudar o resultado, mas sem sucesso. Desta maneira, o duelo acaba em derrota para o Operário.

  Três jogadores do Confiança recebem homenagens da diretoria do clube

Próximo jogo
No dia 28/11 (domingo), às 16h, o Alvinegro de Vila Oficinas encara o CRB-AL, no Estádio Germano Krüger, no último duelo válido nesta Série B.

Fala, Ricardo Catalá!
Após o confronto, em entrevista coletiva online, o treinador Ricardo Catalá conversou com a imprensa.

Ficha técnica
Brusque 2×0 Operário
Campeonato Brasileiro – 37ª rodada
Estádio Augusto Bauer – 19/11/21

Operário: Thiago Braga, Lucas Mendes (Rodrigo Pimpão), Fábio Alemão (Schumacher), Odivan, Reniê, Fabiano; Guedes, Rafael Chorão; Felipe Garcia (Alan), Thomaz Santos (Alex Silva) e Paulo Sérgio (Rafael Oller).
Téc: Ricardo Catalá
Banco: Simão, Gustavo Lopes, Marcelo Santos, Gustavo Coutinho.

Brusque: Ruan Carneiro; Toty, Ianson, Éverton Alemão, Airton (Edilson); Zé Mateus, Rodolfo Potiguar (Bruno Alves), Fillipe Soutto; Thiago Alagoano (Foguinho), Maurício Garcez (Jonh Cley) e Edu.
Téc: Waguinho Dias
Banco: Jefferson Paulino, Zé Carlos, Sandro, Marcelo Nunes, Tony, Fio, Hugo Borges.

Gols: 10´1T Airton, 18´2T Garcez (Brusque)
Cartões amarelos: Thomaz, Guedes, Fabiano (Operário); Éverton Alemão, Felipe Soutto (Brusque).

  Sequência inédita!

Arbitragem
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima – MG
Assistente 1: Fernanda Nândrea Gomes Antunes – MG
Assistente 2: Leonardo Henrique Pereira – MG
4º Árbitro: Celio Amorim – SC
Árbitro de Video: Marco Aurelio Augusto Fazekas Ferreira – MG
Assistênte VAR: Ciro Chaban Junqueira – DF
Observador VAR: Marrubson Melo Freitas – DF

Assessoria de Imprensa Operário Ferroviário
Fotos: Gabriel Tha/OFEC

fonte: https://www.operarioferroviario.com.br/arquivos/noticias/pos-jogo-operario-sofre-derrota-para-o-brusque-na-37a-rodada

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasileirão Série B

Cruzeiro e Náutico empatam pela serie B

Publicados

em

Fim da disputa na Série B do Brasileiro para Cruzeiro e Náutico. As duas equipes empataram sem gols em jogo válido pela 38ª, e última, rodada da competição. A partida aconteceu no Mineirão, em Belo Horizonte, na noite desta quinta-feira (25).

A Raposa se despede da Série B deste ano com 48 pontos, atualmente em 11º lugar. Já o Timbu somou 53 pontos e termina em oitavo.

O jogo

O Cruzeiro pressionou o Náutico na etapa inicial do Mineirão. Logo aos seis, Marcelo Moreno recuperou a bola no ataque, limpou a marcação e chutou firme, mas a bola foi sobre o gol. Na altura dos 28, Rômulo fez o goleiro Anderson trabalhar em finalização de fora da área. O arqueiro apareceu novamente em chute de Claudinho.

A pressão da Raposa só aumentou. Aos 33, Giovanni chutou colocado e o goleiro do Náutico operou uma grande defesa. No ataque seguinte, Anderson espalmou uma pancada de Eduardo Brock. O Timbu apenas ameaçou aos 45, em desvio de Thássio, que passou próximo à trave. O time celeste terminou a primeira etapa com 16 finalizações, mas o placar foi mantido.

  Figueirense é derrotado pelo CRB por 5 a 1 em Maceió

No segundo tempo, o Cruzeiro iniciou com o mesmo ritmo. Na altura dos seis, Wellington Nem cabeceou de dentro da pequena área, mas Anderson defendeu. Já aos dez, foi a vez de Marcelo Moreno arriscar o chute, porém a bola foi para fora.

Com um ritmo intenso na volta do intervalo, a partida ficou mais cadenciada a partir dos 20 minutos. O time mineiro seguiu com a posse, mas o Náutico conseguiu se estruturar melhor no campo de defesa, dificultando o ataque cruzeirense. Na reta final, o Cruzeiro teve mais algumas oportunidades, mas não foi às redes e o placar terminou 0 a 0.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA