Corinthians

Corinthians é superado pelo Peñarol por 2 a 0, na primeira partida em casa pela Sul-Americana.

Em noite de muitas dificuldades, o Timão é derrotado pela equipe uruguaia.

Publicados

em

O Corinthians foi derrotado na sua primeira partida em casa, pela Sul-Americana, na noite desta quinta-feira (29). O alvinegro criou, mas esbarrou nas boas defesas do goleiro adversário e foi superado pelo placar de 2 a 0.
Timão escalado
O técnico Vagner Mancini decidiu levar a campo uma equipe formada por: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil, Fábio Santos; Camacho, Cantillo, Léo Natel, Luan, Otero e Jô.
À disposição no banco de reservas, o treinador corinthiano contou com: Donelli, Jemerson, Gabriel, Lucas Piton, Ramiro, Cauê, Gustavo Silva, Roni, João Victor, Raul, Gabriel Pereira e Vitinho.
A equipe uruguaia começou a partida pressionando a saída de bola do Corinthians, o que dificultou as ações alvinegras e criou oportunidades perigosas para o Peñarol nos primeiros minutos, até que aos 5, Fagner conseguiu encontrar Luan dentro da área e o camisa 7 finalizou para fora, na primeira chance brasileira.
Aos 9, outra chegada do Timão: do lado esquerdo, Fábio Santos conseguiu fazer o passe para a entrada da área e Luan finalizou para boa defesa do goleiro adversário.
Com 13, o Peñarol abriu o placar. Depois de uma bola roubada no meio de campo, González recebeu bom passe e finalizou no canto da meta corinthiana.
Depois do gol tomado, o Corinthians começou a pressionar e quase conseguiu o empate em dois lances aos 16 minutos. Jô tentou o desvio de letra depois de cruzamento do Fagner, mas a bola bateu na zaga, e na sequência, Bruno Méndez finalizou e mais uma vez os uruguaios conseguiram afastar.
Na metade do primeiro tempo o Timão tinha a posse de bola, mas errava muitos passes, e dava o contra-ataque para o Peñarol. A equipe adversária continuava pressionando forte, utilizando uma marcação alta.
Léo Natel tentou surpreender aos 30 minutos. Cantillo virou o jogo para o atacante que finalizou sem ângulo e obrigou o goleiro a fazer ótima defesa. Logo em seguida, Luan finalizou e novamente Dawson evitou o empate do Timão.
O alvinegro chegou pela última vez na primeira etapa aos 44: Léo Natel foi lançado por Fagner e cruzou rasteiro para Jô, mas o atacante dividiu com o zagueiro e não conseguiu finalizar na direção do gol.
Segundo tempo
O Timão voltou sem alterações para o segundo tempo. A partida recomeçou com o Corinthians mantendo a posse de bola, mas continuava encontrando dificuldades de transformar em chances de gol. A primeira jogada de perigo foi aos 8, quando Luan tocou para Fábio Santos cruzar, mas Jô não alcançou a bola.
Aos 12, o Peñarol aumentou o placar. Em boa troca de passes, Terans recebeu a bola e só precisou desviar para marcar o segundo gol uruguaio.
Após o gol sofrido, o Timão fez 3 alterações: entraram Ramiro, Gustavo Silva e Vitinho, para os lugares de Camacho, Léo Natel e Luan.
O jogo começou a ficar muito nervoso e o Timão encontrou ainda mais dificuldades, pois o adversário recuou e apostou apenas nas jogadas de contra-ataque.
Em jogada parada o alvinegro levou perigo. Otero cruzou na área e Gil cabeceou para defesa do goleiro adversário, aos 23.
O Timão fez suas duas últimas alterações 3 minutos depois, quando Gabriel Pereira e Cauê entraram no lugar de Otero e Jô, respectivamente.
Aos 35, Gustavo Silva fez boa jogada individual, mas acabou finalizando sem muita força.
Fagner teve a principal e última chance do Timão na partida. Em cobrança de falta, o lateral corinthiano acertou a trave do Peñarol, aos 43. Fim de jogo na Neo Química Arena, com o Corinthians sendo superado por 2 a 0.

 

COMENTE ABAIXO:
  Corinthians tem a pior sequência de aproveitamento desde 2014
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasileirão Série A

Corinthians vence o Athletico-PR na Neo Química Arena pelo Brasileirão

Com gol de Fábio Santos, o Timão garantiu a vitória por 1 a 0 na 36ª rodada da competição nacional

Publicados

em

Na tarde deste domingo (28), o Corinthians entrou em campo para mais um desafio do Brasileirão Série A 2021. Na Neo Química Arena, o Timão recebeu o Athletico-PR, em partida válida pela 36ª rodada do Brasileirão. Dentro de campo, o Coringão venceu por 1 a 0, com gol de Fábio Santos, e garantiu sua 15ª vitória na competição nacional.

Foto: Rodrigo Coca / Ag. Corinthians

Com o resultado positivo, o Corinthians se mantém no G4 do campeonato e ocupa momentaneamente a quarta colocação da tabela, com 56 pontos conquistados.

Timão escalado!

Para começar a partida técnico Sylvinho decidiu um onze inicial formado por: Cássio (capitão); Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel e Du Queiroz; Gabriel Pereira, Renato Augusto e Róger Guedes; Jô. À disposição no banco de reservas estavam: Matheus Donelli, João Pedro, Lucas Piton, Raul Gustavo, Roni, Xavier, Vitinho, Luan, Gustavo Mantuan, Adson, Willian e Gustavo Silva.

Primeiro tempo

A primeira chegada do Timão no primeiro tempo aconteceu aos seis minutos. Róger Guedes acionou Renato Augusto, que arriscou de longe e exigiu uma ótima defesa do goleiro Santos, que espalmou para escanteio. Na cobrança do tiro de canto, Fagner aproveitou a sobra na entrada da área e chutou pela linha de fundo.

Aos 12 minutos, Du Queiroz roubou a bola no campo de ataque e chutou de fora da área. A bola desviou na defesa do Athletico e foi para escanteio. Pouco tempo depois, mais uma chance para o Corinthians. Dessa vez, em cobrança de falta, Róger Guedes chutou por cima do gol.

  Otero é convocado pela Seleção Venezuelana

Aos 33 minutos, quase que o Timão abriu o placar. Renato Augusto deu lindo passe para Jô, que invadiu a área e chutou forte para o gol. A bola saiu rasteira e carimbou a trave esquerda do goleiro Santos.

O Corinthians criou mais uma oportunidade de gol aos 38 minutos. Róger Guedes arriscou chute de longe e o goleiro ficou com a bola. No ataque seguinte, Róger Guedes recebeu a bola de Renato Augusto e finalizou de fora da área, com desvio, que resultou em escanteio para o Timão.

Ao bater 45 minutos, o árbitro da partida assinalou dois minutos de acréscimo. Durante o período, não houve chance de gol para nenhuma equipe e o primeiro tempo foi encerrado em 0 a 0.

Segundo tempo

Durante o intervalo, o técnico Sylvinho fez sua primeira alteração na partida. Entrou Willian na vaga de Gabriel Pereira.

Aos 16 minutos, Róger Guedes trabalhou com Renato Augusto dentro da área. O camisa oito cruzou rasteiro e a bola desviou no braço do zagueiro do Athletico. O árbitro assinalou pênalti para o Corinthians. Na cobrança da penalidade, Fábio Santos cobrou no centro do gol e abriu o placar para o Timão!

  Há um ano, Ralf marcava o gol histórico de número 11 mil do Corinthians

Aos 24 minutos, Willian tabelou com o Jô, invadiu a área e finalizou para o gol. A arbitragem, posteriormente, assinalou impedimento do camisa 10 corinthiano.

Aos 27 minutos, Róger Guedes escapou pela ponta esquerda, cortou para o meio e bateu forte para o gol. O goleiro Santos defendeu. Pouco tempo depois, Willian serviu Róger Guedes na direita. O camisa 123 tentou um cruzamento rasteiro e a zaga afastou.

Faltando dez minutos para acabar a partida, o técnico Sylvinho realizou mais duas alterações no Corinthians. Entraram Gustavo Silva e Xavier nas vagas de Jô e Gabriel.

Aos 39 minutos, quase o segundo gol do Coringão. Fagner deu belo lançamento para Gustavo Silva, que invadiu a área e finalizou para fora do gol. Aos 44 minutos, Sylvinho realizou sua última alteração. Entrou Roni na vaga de Du Queiroz.

Aos 45 minutos, o árbitro assinalou mais cinco minutos. Durante o período, não deu tempo de mais nada e o Corinthians venceu a partida por 1 a 0!

Próximo jogo

O Corinthians retorna aos gramados no próximo domingo (5/12). Na Neo Química Arena, o Timão recebe o Grêmio, às 16h, em partida válida pela 37ª rodada do Brasileirão.

fonte: https://www.corinthians.com.br/noticias/corinthians-vence-o-athletico-pr-na-neo-quimica-arena-pelo-brasileirao

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA