Athletico-PR

Furacão não supera o Corinthians com um jogador a menos e perde de 1 a 0

Publicados

em

Pouca coisa aconteceu no primeiro tempo. O Corinthians congestionou o meio de campo com uma linha de cinco jogadores e o Furacão teve dificuldades para criar as jogadas. Um chute de Geuvânio, uma cabeçada de Erick e um belo chute de Christian pararam nas mãos do goleiro Walter.

No segundo tempo, a característica do jogo mudou totalmente. O Athletico voltou do vestiário com Ravanelli no lugar de Léo Cittadini e encurralou o adversário desde o primeiro instante, com o goleiro corintiano se tornando o grande nome da partida.

Geuvânio aos 2’, Ravanelli aos 7’, Geuvânio aos 10’, Renato Kayzer aos 15’… Foi uma avalanche athleticana bloqueada pelas defesas de Walter.

Aos 30’, as coisas ficaram ainda mais difíceis para o clube paulista. O VAR flagrou uma agressão de Bruno Méndez sobre Renato Kayzer e o árbitro não teve alternativa além de mostrar o cartão vermelho.

Com um a mais, o Athletico seguiu criando chances. Geuvânio aos 36’, Carlos Eduardo aos 44’, Erick aos 46’.

Mas quando o cronômetro marcou 49’, veio o castigo. Em contra-ataque do Corinthians, Xavier tocou para Everaldo, que recebeu em velocidade e tocou na saída de Jandrei.

  Timão inicia preparação para a semifinal do Paulistão

Uma derrota sofrida, que deixa o Athletico em uma posição ruim no campeonato. O próximo desafio está marcado para o próximo sábado (17), às 19h, contra o Atlético Goianiense, fora de casa.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Athletico-PR

“O Athletico é sempre candidato a ganhar o próximo jogo”, diz António Oliveira

Publicados

em

Por

Mais uma vitória e a liderança isolada, com 100% de aproveitamento. Mesmo com um início perfeito no Brasileirão, o Athletico não faz projeções e pensa apenas no próximo adversário. É o que garante o técnico António Oliveira, que após a vitória de 2 a 1 sobre o Atlético Goianiense, ressaltou que o Furacão ainda tem muito a percorrer dentro da competição.

“O Athletico é sempre candidato a ganhar o próximo jogo. É dessa forma que trabalhamos. Vamos de forma séria, responsável, olhar para o adversário, ver o que ele pode nos oferecer e preparar a nossa estratégia. Sabemos que o torcedor fica orgulhoso, mas o caminho é muito longo. Não nos iludimos. Temos que crescer de forma estruturada”, disse.

O treinador ressaltou a qualidade do adversário, que também estava invicto no campeonato e deu muito trabalho à equipe rubro-negra.

“Todas as vitórias são saborosas e trazem confiança. Foi mais uma vitória justa, contra um adversário de grande qualidade. O jogo mais difícil que enfrentamos até agora. O adversário sofreu sua primeira derrota, sofreu os dois primeiros gols. É um time bem organizado, mas que criou lances por erros nossos”, afirmou.

  Corinthians empata com Atlético-GO em segundo jogo da 3ª fase da Copa do Brasil e se despede da competição

Oliveira diz que o grupo já começa a trabalhar com o objetivo de buscar mais uma vitória, agora fora de casa. O próximo adversário será o Bahia, na quinta-feira (24), em Pituaçu (BA).

“Vivemos uma grande crença em nosso processo, nossa ideia e nossa identidade. O grande diferencial é a coesão do grupo. Minha equipe joga como treina. E o que me deixa orgulhoso é que eles acreditam naquilo que temos feito. Escrevemos mais uma página bonita nesse grande clube. Mas sabemos que os campeões são feitos de muito trabalho e de muita humildade. Sabemos que ainda temos muito trabalho pela frente”, ressaltou.

Fonte: https://www.athletico.com.br/noticia/o-athletico-e-sempre-candidato-a-ganhar-o-proximo-jogo-diz-antonio-oliveira/

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA