Corinthians

Há cinco anos, Corinthians empatava com Vasco e era hexacampeão brasileiro

Partida disputada em São Januário acabou em 1 a 1, garantindo o título Alvinegro

Publicados

em

 Há cinco anos, a Fiel comemorava um título marcante para a história alvinegra. No dia 19 de novembro de 2015, o Corinthians empatou com o Vasco por 1 a 1 em São Januário, no Rio de Janeiro, e conquistou o hexacampeonato brasileiro. O gol alvinegro foi marcado por Vagner Love.O fator Neo Química Arena igualmente teve papel fundamental para a conquista do hexa. Nos 18 jogos que disputou no estádio alvinegro, o Timão venceu 15, empatou dois e foi derrotado só em um. Como mandante, o Corinthians também jogou em Araraquara, onde venceu a Chapecoense.

Já a Fiel fez jus ao nome e compareceu em peso na trajetória do Corinthians rumo ao hexa do Brasileirão. Em média, mais de 34 mil torcedores corinthianos foram aos jogos do Timão em casa. O maior público foi registrado na goleada alvinegra sobre o São Paulo por 6 a 1 na Neo Química Arena, jogo que marcou a festa e a entrega da taça de campeão brasileiro, visto por 44.976 pagantes.

Após o fim do campeonato, muitos jogadores do Corinthians ganharam prêmios individuais. O meia Renato Augusto foi considerado o Craque do Brasileirão pela CBF e ganhou o prêmio Bola de Ouro da revista Placar. O também meia Jadson, que fez 13 gols e foi o líder de assistências com 14, também foi apontado como um dos melhores da competição.

  Timão vence o Palmeiras na Neo Química Arena com dois gols de Róger Guedes

O artilheiro do Corinthians no hexacampeonato brasileiro foi Vagner Love — autor do gol do título contra o Vasco –, com 14 gols. O atacante foi o vice-artilheiro do Brasileirão 2015, ficando atrás só de Ricardo Oliveira, do Santos, que fez 20.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasileirão Série A

Corinthians é superado pelo Ceará, na Arena Castelão.

O Timão visitou a equipe cearense e não conseguiu somar pontos.

Publicados

em


Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Na noite desta quinta-feira (25), o Corinthians foi até o Ceará para mais uma partida do Brasileirão 2021. Pela 35ª rodada do nacional, o Timão foi derrotado na Arena Castelão, pelo placar de 2 a 1. O gol corinthiano foi marcado por Róger Guedes.

Com a derrota, o Timão continua com 53 pontos na competição e ocupa a 4ª posição da tabela.
Timão escalado
Para a partida diante do Ceará, o técnico Sylvinho escalou um onze inicial formado por: Cássio (capitão); Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton; Gabriel, Du Queiroz, Luan, Gabriel Pereira, Róger Guedes e Jô. À disposição no banco de reservas estavam: Matheus Donelli, João Pedro, Renato Augusto, Willian, Léo Santos, Gustavo Silva, Fábio Santos, Adson, Gustavo Mantuan, Raul Gustavo, Xavier e Vitinho
Primeiro tempo
A partida começou com grande pressão do Ceará e com 6 minutos, conseguiu abrir o placar. Após erro na saída de bola, o adversário conseguiu interceptar e finalizar para fazer 1 a 0.
A primeira chegada do Timão foi aos 11 minutos. Após boa troca de passes na intermediária, Luan rolou para Gabriel Pereira e o camisa 38 finalizou em cima da marcação, no rebote, Jô tentou, mas novamente a zaga adversária conseguiu o corte.
O Corinthians começou boa pressão para empatar a partida, e aos 20 minutos conseguiu uma grande chance. Gabriel Pereira fez ótima jogada individual e sofreu uma falta na entrada da área. No rebote da cobrança, Du Queiroz cruzou, mas a zaga afastou no momento em que Luan ia cabecear.
A melhor chegada do Corinthians no primeiro tempo foi aos 35 minutos. Du Queiroz arrancou bem pelo meio, tocou para Gabriel Pereira, que fez boa tabela com Róger Guedes. O camisa 123 devolveu para GP, que dentro da área finalizou no chão, mas o goleiro conseguiu boa defesa para evitar o empate.
Aos 39, outra boa chegada do Timão. João Victor desarmou o zagueiro adversário e a bola sobrou para Róger Guedes, que chutou forte rasteiro no canto direito, mas o goleiro adversário apareceu novamente para evitar o gol.
A última oportunidade da primeira metade foi de Gil. A bola caiu com o zagueiro após cobrança de falta e ele bateu de fora da área levando muito perigo.
Segundo tempo
O Corinthians voltou sem alterações para a segunda etapa, mas começou pressionando a saída de bola e criando espaços na defesa cearense.
Em busca de fôlego novo no time, Sylvinho fez duas alterações na equipe. Aos 11, Willian e Renato Augusto entraram no lugar de Du Queiroz e Luan, respectivamente.
Aos 22, a terceira substituição. Gabriel Pereira deu lugar à Gustavo Silva.
Na metade do segundo tempo, o Timão pressionava e tinha a posse de bola, mas não conseguia criar grandes chances para finalização.
A primeira chegada perigosa aconteceu aos 25, quando Renato Augusto recebeu em profundidade e cruzou rasteiro na primeira trave. Jô tentou o desvio, mas o zagueiro atrapalhou e a bola cruzou a área inteira sem desvio.
Logo em seguida, aos 27, João Victor jogou para Fagner que cruzou na cabeça de Jô, e novamente o goleiro adversário evitou o empate.
As últimas alterações do Timão vieram aos 36 minutos. João Pedro entrou no lugar de Fagner e Vitinho assumiu a vaga de Gabriel.
Aos 38, a pressão corinthiana surtiu efeito. Willian fez grande jogada pela ponta esquerda, rolou para Róger Guedes que driblou o zagueiro e finalizou forte no alto para empatar a partida.
Poucos minutos depois, aos 41, o Ceará conseguiu marcar o segundo gol em cruzamento na área.
O Timão teve uma última chance aos 46, quando Gustavo Silva finalizou após escanteio, mas não conseguiu marcar o gol de empate e assim acabou a partida. Ceará 2 x 1 Corinthians.
Próximo jogo
O Corinthians volta a entrar em campo no próximo domingo (25). Na Neo Química Arena, o Timão recebe o Athletico-PR, às 16h (horário de Brasília). Partida será válida pela 36ª rodada do Brasileirão.

Tags: Futebol, Notícias

  Há 16 anos, Carlitos Tevez estreava pelo Corinthians com estádio lotado e vitória

fonte: https://www.corinthians.com.br/noticias/corinthians-e-superado-pelo-ceara-na-arena-castelao

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA