campeonato paranaense

Coritiba não supera o FC Cascavel em partida válida pela oitava rodada do Estadual

Publicados

em

O Coritiba foi a campo com a mesma formação da partida contra o Paraná Clube, na vitória por 5 a 0, no sábado (24), com Wilson, Igor, Wellington Carvalho, Luciano Castán, Romário, Willian Farias, Val, Waguininho, Rafinha, Igor Paixão e Léo Gamalho.

Com a bola rolando, o Coritiba viu o FC Cascavel iniciar tomando atitude em campo, dando certo trabalho ao time alviverde. Até que os adversários abriram o placar aos 20 minutos, com Léo Itaperuna. Na sequência, o Verdão tentou reagir, com Waguininho e também Léo Gamalho, mas sem sucesso. Aos 38’, quase foi gol em uma chegada do Coxa, com Rafinha, Léo Gamalho, Igor e Waguininho, mas a bola insistia em não entrar.

O Coritiba voltou com a mesma formação, mas buscando o empate desde o retorno ao jogo. Em cima desde o apito do árbitro, o Coxa empatou aos oito minutos da etapa complementar. Rafinha bateu para o gol e a bola foi na mão da defesa adversária, assim o árbitro assinalou o pênalti. O artilheiro do Coxa foi para a cobrança, e Léo Gamalho deixou o placar igual no Couto.

  Coritiba volta a enfrentar Sport pela 38ª vez

Na sequência, o Coritiba teve duas alterações, com as entradas de Cerutti e Dalberto (estreante da noite no Coxa), nos lugares de Waguininho e Igor Paixão. E na sequência, o FC Cascavel aproveitou uma bobeira na defesa alviverde e voltou à frente no placar com Giaretta. E depois, em um gol contra de Luciano Castán.

O Coxa reagiu com um golaço de Willian Farias que bateu de fora da área e mandou uma bomba para o gol. No Coritiba, o técnico Gustavo Morínigo ainda colocou em campo Cerutti, Dalberto, Nathan Ribeiro, Taílson e Jhony Douglas, que também fez o seu primeiro jogo no Verdão, nos lugares de Waguininho, Igor Paixão, Wellington Carvalho, Rafinha e Val.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Athletico-PR

“Vamos trabalhar dobrado pela classificação”, diz Elias Carioca após derrota do Furacão

Publicados

em

Elias Carioca entrou aos 26′ do segundo tempo no jogo contra o Londrina, na quarta-feira (12), e deu nova movimentação ao ataque athleticano. Não foi o suficiente para reverter o placar adverso, mas, segundo o atacante, os maus momentos vividos pela equipe e a possibilidade de reação apresentada nos minutos finais ficam de lição para o grupo.

“Não foi o primeiro tempo esperado e desejado pela nossa equipe. A gente sabia da grandeza do jogo e da equipe do Londrina, mas entramos desligados e sofremos o gols. No segundo tempo, melhoramos e conseguimos descontar, mas não o empate. Agora, vamos para Toledo em busca da classificação”, afirmou.

Segundo Elias, a juventude do grupo rubro-negro que disputa o Estadual não é justificativa para as falhas apresentadas.

“A equipe Sub-20 fez um grande Campeonato Brasileiro na última temporada, tem muitos jogadores qualificados e que por isso estão aqui. Momentos difíceis, jogos difíceis não querem dizer que teremos um campeonato ruim. Eu creio que vamos buscar a classificação lá em Toledo”, destacou.

O atacante rubro-negro ressaltou que o time segue dependendo apenas de suas próprias forças para a seguir na briga pelo título e que as experiências vividas nesta competição serão valiosas para a carreira de todos os atletas.

  Athletico PR perde para o Azuriz pela oitava rodada do Campeonato Paranaense

“A gente está dentro de uma competição difícil, com muitas viagens. Estamos sob o risco de tudo. Entendemos o momento e sabemos que temos que trabalhar dobrado agora para buscar a classificação. Está sendo muito corrido, com muito pouco tempo para treinar, mas o clube está nos dando um suporte muito grande. A gente aprende em todos os fatores. Entramos na competição com um objetivo e com os pés no chão vamos conseguir. Tudo serve de aprendizado para mim e o grupo todo”, disse.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA