campeonato carioca

Fluminense vence o Macaé e volta à zona de classificação

Kayky marca seu primeiro gol pelo profissional na vitória por 4 a 0. Craques completam o placar

Publicados

em

Com primeiro gol do Kayky como profissional, Fred marcando seu gol de número 399 na carreira, uma pintura do Nene, de falta, e finalizando o placar com Ganso de falso 9,  Flu vence o Macaé, em Volta Redonda, e retorna à zona de classificação, com 13 pontos.

Logo no primeiro lançe do jogo, Nene passou para Kayky na direita, que chutou para defesa do goleiro Jonathan e ganhou escanteio. Na segunda chegada, antes dos três minutos, Luiz Henrique chutou e ganhou novo escanteio. Na cobrança de Nene, Luccas Claro teve a chance de marcar com os pés. Aos 19, Nene deu excelente passe para Luiz Henrique que marcou na saída do goleiro. O auxiliar viu impedimento e levantou a bandeira. Aos 23, Luiz Henrique robou a bola na intermediária e achou Kayky entrando entre dois zagueiros. O camisa 37 tocou no canto direito do goleiro e correu para o abraço. Fluminense 1 a 0. Aos 32, Nene cobrou falta na área e Luccas Claro escorou para fora. Aos 38, Nene cobrou escanteio curto com Kayky que devolveu. O camisa 77 cruzou e Luccas Claro teve a chance de cabecear, mas a bola ficou com o goleiro Jonathan. Aos 40, o Macaé finalizou pela primeira vez com Lopeu, de fora da área, à esquerda de Marcos Felipe.

  Flamengo finaliza preparação para mais um confronto pelo Campeonato Carioca

“Fico feliz de fazer meu primeiro gol pelo profissional, ainda mais se vier com vitória. Meu primeiro jogo como titular, uma sensação inexplicável”, disse Kayky na saída do intervalo.

Aos dois minutos, o Macaé chegou em cobrança de escanteio. O volane Helton Matheus cabeceou para fora. Aos cinco, mais uma chegada do Macaé, após chutão do goleiro Jonathan. Ronan chutou cruzado, de fora da área, à esquerda de Marcos Felipe. Na sequência, Luiz Henrique tocou para o Nene, no bico da meia-lua, que chutou por cima do gol. Aos 12, Yago Felipe quase encobriu o goleiro ao tentar um cruzamento. Aos 18, Martinelli tabelou no meio com Kayky e achou o Fred na cara do gol. Mais um do capitão no Campeonato Carioca. Flu 2 a 0. Aos 24, uma linda triangulação entre Kayky, Fred e Calegari pela direita. O lateral recebeu dentro da área e chutou cruzado, à direita da meta. Aos 31, Lopeu tentou chute cruzado pela direita, Nino cortou. Pedro pegou o rebote, na meia-lua, e chutou por cima do gol. Aos 33, Nene cobrou falta pela direita com perfeição, sem chance para o goleiro. Flu 3 a 0. Aos 41, Caio Paulista conduziu e chutou por cima do gol. Aos 45, Gabriel Teixeira fez grande jogada pela esquerda, driblando dois e chutando forte, para a defesa de Jonathan, que colocou para escanteio. Na cobrança de Egídio, Lucca escorou para Ganso que fuzilou. Flu 4 a 0.

  Fluminense é derrotado por 3 a 0 pela equipe do Portuguesa -RJ

“A gente está conseguindo atingir uma performance melhor agora. Quando peças rendem individualmente, o nosso coletivo funciona bem. Para nós, em fim de carreira, poder acompanhar a evolução desses moleques, Kayky, John, Biel, é muito bom para a gente também”, Fred na saída do campo.

Fotos: Lucas Merçon/FFC

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Botafogo

Botafogo vence o Nova Iguaçu no Nilton Santos e está na decisão da Taça Rio

Publicados

em

O Botafogo está na decisão da Taça Rio 2021! No Estádio Nilton Santos, o Alvinegro superou o Nova Iguaçu por 1 a 0, na noite de domingo (09/05) e avançou para a final da competição. Pedro Castro, em uma linda finalização, fez o gol alvinegro.

Como adversário na disputa pelo título, a equipe alvinegra terá o Vasco da Gama nos dois próximos finais de semana.

O JOGO

Domingo de definição no Nilton Santos. Necessitando da vitória para avançar à final da Taça Rio, o Botafogo foi para o jogo com o ímpeto lá no alto e determinado em buscar o resultado positivo. Pelo outro lado o Nova Iguaçu, por possuir a vantagem, adotou uma proposta defensiva para segurar o empate.

A bola rolou e o Alvinegro tomou conta das ações. O início foi bastante disputado, com o Botafogo buscando espaços para penetrar na defesa da equipe da baixada. A primeira chegada perigosa aconteceu aos 15 minutos. Marco Antônio achou Pedro Castro na área. O meia bateu, tirando do goleiro, e acertou o travessão.

Com o domínio ofensivo eminente, o Alvinegro chegou novamente aos 26. Warley foi lançado por Kanu e tentou rolar para o meio da área, mas zaga do Nova Iguaçu afastou. Um pouco depois, aos 35, Marco Antônio foi ao fundo e cruzou para Matheus Nascimebno. O camisa 9 antecipou a marcação e mandou por cima da baliza. Quase um belo gol!

  Flamengo vence o Volta Redonda e conquista o bicampeonato da Taça Guanabara

Dominante no jogo, a equipe alvinegra trocava passes no campo adversário. Enquanto isso, o Nova Iguaçu marcava com onze atrás do meio. Como alternativa, o Fogão buscou os lançamentos longos. Próximo do fim da primeira etapa, Sousa lançou para Marco Antônio, que dominou bem, foi no fundo e, ao cruzar, parou no goleiro Luis Henrique. Nos acréscimos, o Nova Iguaçu conseguiu, na bola parada, sua única chance até então. Dieguinho cobrou e Douglas Borges fez o corte.

No segundo tempo, o ritmo seguiu o mesmo: Botafogo no ataque e Nova Iguaçu na defesa. Logo aos 3, Warley cobrou escanteio na área. A zaga afastou e, no rebote, Romildo soltou o pé, levando perigo à meta do Laranja.

O tempo foi passando e o Glorioso foi aumentando a intensidade. Aos 17, Matheus Nascimento, por pouco, não fez de cabeça. No minuto seguinte, foi a vez de Ronald quase abrir o placar, após linda jogada individual de Marco Antônio. Foi na pegada “tanto bate até que fura” que saiu o tento alvinegro. Usando a finalização de longa disTãncia para furar a marcação, Pedro Castro chutou colocado e mandou lá na gaveta. Sem chances. Um golaço no Nilton Santos. 1 a 0.

  Vasco empata o Botafogo pela 4ª rodada pelo Campeonato Carioca

Mesmo na frente, o Botafogo ainda teve duas chances para matar o jogo. Ênio entrou fazendo fumaça e, aos 38, deu passe para Navarro bater bonito. A bola passou rente à trave. Marcinho foi expulso logo depois, mas o time seguiu aproveitando os contra-golpes nos espaços deixados pelo Nova Iguaçu. Aos 41, Ênio achou Rickson. O volante chutou e o defensor do Nova conseguiu afastar em cima da linha.

Com um a mais em campo e precisando de um gol para voltar ao jogo, o Nova Iguaçu foi para o tudo ou nada no fim e ensaiou uma pressão. Entretando, encontrou um Botafogo seguro defensivamente e nada adiantou. Fim de jogo. Na garra e com emoção, o Botafogo está na decisão da Taça Rio 2021!

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA