Brasileirão Série A

Palmeiras faz mais um jogo ruim e é derrotado contra o Fortaleza

Gustavo Gómez foi expulso nos acréscimos da partida deste domingo

Publicados

em

Sob comando do auxiliar-técnico Andrey Lopes, interino, o Palmeiras foi à Fortaleza (CE) pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro para encarar a equipe do Fortaleza, na Arena Castelão, na noite deste domingo (18). Após um primeiro tempo irregular – quando sofreu dois gols de David, aos 34 e 40 minutos, o Verdão voltou com postura mais incisiva no segundo tempo, entretanto, não conseguiu traduzir o bom momento vivido em gols e, na reta final do duelo, pouco conseguiu criar. Dessa forma, o placar final terminou mesmo por 2 a 0 a favor dos donos da casa.

Com o resultado adverso, o Palmeiras encerra a 17ª rodada na oitava colocação, com 22 pontos, em 16 jogos (mesma pontuação do nono colocado, Atlético-GO, mas com 17 duelos disputados). À frente do Alviverde na tabela estão o Internacional (líder, com 34 pontos), Flamengo (vice-líder, também com 34), Atlético-MG (terceiro, com 31, mas que ainda joga pela rodada na segunda-feira), São Paulo (quarto colocado, 27), Santos (quinto, também com 27), Fluminense (sexto, com 26) e o Fortaleza (sétimo, com 24).

O Verdão volta suas atenções para a CONMEBOL Libertadores – já classificado para as oitavas de final de forma antecipada e dono da melhor campanha da primeira fase até aqui, recebe no Allianz Parque, nesta quarta-feira (21), às 21h30,  a equipe do Tigre-ARG, lanterna do grupo B, com um ponto (o Verdão lidera o pelotão, com 13 pontos, seguido Guaraní-PAR, dez, e Bolívar-BOL, com quatro).

O JOGO

Em relação à partida de quarta-feira (14) contra o Coritiba, o Palmeiras não pôde contar com o zagueiro Felipe Melo (suspenso por três cartões amarelos), mas teve os retornos do também zagueiro Gustavo Gómez (que estava integrado à seleção paraguaia) e do lateral-esquerdo Matías Viña (que serviu à seleção uruguaia).

  Grêmio é derrotado pelo Atlético-GO, na 28ª rodada do Brasileiro

Desta forma, Andrey Lopes mandou a campo: Weverton; Mayke, Emerson Santos, Gustavo Gómez e Matías Viña; Patrick de Paula e Gabriel Menino; Lucas Lima, Zé Rafael e Raphael Veiga; Luiz Adriano.

O Palmeiras até iniciou o duelo com certa superioridade na primeira metade do primeiro tempo, mas dois gols inesperados em um curto período, em um momento de vulnerabilidade na partida, fez com que o Maior Campeão do Brasil sofresse uma baixa, já que vem de seguidos resultados adversos e a pressão pode ter causado uma baixa no brio do time.

O primeiro gol do time cearense foi oriundo de uma tabela de Tinga com Ronald na entrada da área. O atacante David aproveitou o passe e, em condição legal, em lance posteriormente analisado pelo VAR, inaugurou o marcador. (Fortaleza 1×0 Palmeiras)

O segundo tento do Leão, comandado por Rogério Ceni, nasceu de uma jogada de contra-ataque, na qual Marlon foi à linha de fundo e cruzou para trás. O lateral Mayke, na tentativa de afastar, acabou mandando contra o gol do Verdão, mas acertou o travessão. No rebote, David aproveitou novamente e ampliou. (Fortaleza 2×0 Palmeiras)

Até os minutos finais do primeiro tempo, o Verdão pouco chegou à meta adversária. No segundo tempo, o técnico interino Andrey Lopes, auxiliar fixo da comissão técnica do clube palmeirense, colocou em campo mais dois atacantes: Willian e Wesley nas vagas de Patrick de Paula e Mayke, respectivamente. Desta forma, com a saída do lateral-direito, Gabriel Menino, um dos volantes que estava em campo, passou a jogar na posição de Mayke – como já está acostumado. E sem Patrick de Paula, Zé Rafael e Raphael Veiga passaram a jogar mais recuados, enquanto Lucas Lima exerceu a função de um meia-armador.

  Técnico do Sport se agrada de estreia de Thiago Neves e foca na recuperação física dos atletas

Na etapa final, o Verdão voltou mais produtivo, brigando por todas as bolas e criando mais oportunidades. Porém, a partir dos 30 minutos, o time já não conseguia subir e quebrar as linhas adversárias com a mesma facilidade. Então, desta forma, Andrey resolveu mexer mais uma vez na equipe. Desta vez, aos 31 e 32 minutos, respectivamente, entraram o atacante Gabriel Veron na vaga do também atacante Luiz Adriano e o volante Danilo no lugar do meia de origem Raphael Veiga (mas que atuava, naquele momento, mais recuado).

Até os minutos finais, o Verdão não se deu por vencido, mas ainda assim encontrava dificuldades para finalizar. Antes de o jogo acabar, Gustavo Gómez, capitão na noite deste domingo, na ausência de Felipe Melo, que havia recebido cartão amarelo por reclamação, não se conformou, voltou a cobrar a arbitragem, e recebeu um cartão vermelho a poucos minutos do fim.

PALMEIRAS: Weverton; Mayke (Willian, no intervalo), Emerson Santos, Gustavo Gómez e Viña; Gabriel Menino, Patrick de Paula (Wesley, no intervalo), Zé Rafael, Raphael Veiga (Danilo, aos 32’/2ºT) e Lucas Lima; Luiz Adriano (Gabriel Veron, aos 31’/2ºT). Técnico: Andrey Lopes

Cartões amarelos (SEP): Zé Rafael, Gustavo Gómez e Viña;

Expulsão: Gustavo Gómez.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasileirão Série A

Marcos Leonardo marca e Santos FC empata com o Internacional no Beira-Rio

Publicados

em

Aproveitando o bom momento obtido na última partida, Marcos Leonardo mais uma vez fez um ótimo jogo, e marcou mais um pelo Santos FC, na noite deste domingo (28), no Estádio do Beira-Rio, diante do Internacional, no empate em 1 a 1, em jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O próximo compromisso do Peixe é na segunda-feira (6), diante do Flamengo, no Maracanã, às 20h00.

O jogo
O primeiro avanço mais perigoso do Peixe na partida, ocorreu aos 21 minutos. Em jogada trabalhada no meio-campo, Felipe Jonatan recebeu na entrada da área e chutou com perigo por cima do gol.

Cinco minutos depois, foi a vez de Zanocelo arriscar de longe, obrigando o arqueiro a fazer uma boa defesa.

Aos 45 minutos, o Internacional abriu o placar após gol contra de Luiz Felipe.

Na volta do intervalo, Camacho entrou na vaga de Felipe Jonatan, e o Peixe voltou com outra postura na partida.

E a um minuto, após cobrança de Gabriel Pirani, a zaga do Internacional afastou parcialmente, e a bola sobrou limpa para Marcos Leonardo, que não desperdiçou. O Menino da Vila matou a bola, e de canhota, colocou no canto do goleiro. Gol de número 11 do camisa 36 pelo Alvinegro da Vila.

  Atlético MG terá o reforço de Hulk que será apresentado nesta sexta
Marcos Leonardo vibra com mais um gol pelo Santos FC (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

A partir do empate, o time santista melhorou no jogo, e o trio Pirani, Ângelo e Marcos Leonardo, começou a dar ainda mais trabalho para os defensores.

Dois minutos depois, Marcos Leonardo marcou mais um, mas o atacante santista estava em posição irregular.

Aos 10 minutos, Marcos Leonardo dá um lindo passe de calcanhar para Madson, já dentro da área. O lateral invadi, se livra da marcação e o goleiro faz uma excelente defesa, evitando a virada do Peixe.

No ataque seguinte, outra grande chance criada pelo ataque do Santos. Ângelo avança, escapa do defensor e chuta para mais uma grande defesa do goleiro.

Aos 35 minutos, Lucas Braga encontra Marcos Leonardo chegando na área, e lança o atacante santista. Ele chega batendo de primeira, mas a bola vai para fora.

O Peixe melhorou muito na segunda etapa, criou mais oportunidades que o time da casa, mas o empate permaneceu no placar, e o árbitro encerrou a jornada aos 50 minutos.

FICHA TÉCNICA
SC Internacional 1 x 1 Santos FC
Local:
 Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul.
Data: domingo, 28 de novembro de 2021
Horário: 19h00
Árbitro: Bráulio da Silva Machado
Assistentes: Thiaggo Americano Labes e Eder Alexandre
Cartões Amarelos: Johnny (SCI); Sandry (SFC)
Gols: Luiz Felipe (c) aos 45min do primeiro tempo; Marcos Leonardo a 1min do segundo tempo.
SC Internacional: Marcelo Lomba; Saravia (Mercado), Bruno Méndez, Victor Cuesta e Moisés; Johnny (Zé Gabriel), Palacios (Heitor), Edenílson, Taison e Patrick (Maurício); Yuri Alberto. Diego Aguirre
Santos FC: João Paulo; Danilo Boza, Luiz Felipe e Kaiky; Madson, Vinícius Zanocelo (Sandry), Felipe Jonatan (Camacho), Gabriel Pirani (Carlos Sánchez) e Lucas Braga; Ângelo (Matias Lacava) e Marcos Leonardo (Raniel). Técnico: Fábio Carille

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA