Bragantino

Internacional bate Bragantino e conquista nove vitórias consecutivas

Publicados

em

Pela primeira vez na história dos pontos corridos, uma equipe chega a nove vitórias consecutivas no Campeonato. O Inter de Abel Braga contou com gols de Patrick e Edenilson para superar por 2 a 1 o Red Bull Bragantino, no domingo (31/01), em partida da 33ª rodada do Nacional. Disputado no Beira-Rio, o confronto começou às 18h15.

Líder do Brasileirão com 65 pontos, cinco a mais do que o segundo colocado Atlético-MG, o Clube do Povo volta a campo na próxima quinta-feira (04/02), às 21h, em partida da 34ª rodada do Campeonato. Na Arena da Baixada, os comandados de Abel Braga enfrentam o Athletico Paranaense, oitavo com 45 pontos.

O Clube do povo iniciou a partida em ritmo intenso. Pressionando a saída de bola rival, o Inter forçou erros seguidos do Bragantino e, logo aos quatro, abriu o placar com Patrick. A vantagem no placar permitiu postura mais comedida aos comandados de Abel Braga, que, sedentos por um contra-ataque, recuaram as linhas.

Com mais espaço, os visitantes apostaram no corredor direito. Por ali, Artur cavou faltas seguidas. De uma destas, Helinho, em condição extremamente duvidosa, aproveitou rebote de corte parcial da zaga vermelha para empatar. O gol embalou os visitantes, que cresceram no jogo e controlaram a posse até os 30. Nos 15 minutos finais, o embate transcorreu parelho, sem novos gols para o escore.

  Vanderlei Luxemburgo é o novo técnico do Vasco

O Inter retornou em grande forma para o segundo tempo. Tocando a bola com qualidade e encurralando o rival, o Clube do Povo somou boas investidas, especialmente pelo corredor esquerdo. Atordoado com o ritmo alvirrubro, Weverton cortou cruzamento de Patrick com a mão. Pênalti, que o VAR flagrou, o árbitro indicou e Edenilson, com a frieza de sempre, converteu.

A vantagem colorada resultou em postura extremamente ofensiva do Bragantino. Dono da posse de bola, o time do interior paulista incomodou, mas somente levou perigo nos minutos finais. Nestes instantes, quem brilhou foi Lomba. Paredão do Clube do Povo, o arqueiro bloqueou grandes chances de Raul e Tubarão, garantindo o 2 a 1 do Internacional.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Bragantino

Ponte Preta perde para o Bragantino de 2 a 0 pelo Paulistão

Publicados

em

A Ponte Preta queria a terceira vitória seguida, mas acabou sendo superada pelo Bragantino Red Bull na casa adversária, pelo placar de 2 a 0. Com o resultado, a Macaca se mantém na terceira posição da chave, três pontos atrás da Ferroviária, e vai buscar a reabilitação já na noite de quinta-feira (22), quando enfrentará o São Caetano em partida marcada para às 22h15.

“Nossa proposta de saída de bola, o Red Bull conseguia marcar bem, eles pressionavam bem. Quando ganha não é tudo bom e quando perde não é tudo ruim. É uma construção, não dá tempo de lamentar, já tem jogo quinta-feira”, diz o capitão Camilo.

O jogo

A tônica do primeiro tempo foi dada logo no início da partida, com o Red Bull Bragantino vindo para cima e a Ponte atenta para AC chances de contra-ataque. A primeira delas veio aos três minutos, quando a Macaca recuperou a bola no campo de defesa e saiu rápido para o ataque. Moisés recebeu pela esquerda, driblou o lateral adversário e soltou um petardo rumo ao gol, mas a bola acabou passando pelo lado esquerdo, perto da trave.

Aos seis, ataque forte do RBB que parou em duas boas defesas de Ygor. Primeiro, o meia adversário  bateu no canto direito e o camisa 1 alvinegro fez a defesa. No rebote, Claudinho mandou uma bomba e Ygor defendeu, mandando para a escanteio. Aos sete, Barreto foi parado com falta dura, que gerou amarelo para o adversário. Aos oito, Camilo foi parado em lance de ataque com falta.

  Em jogo movimentado, Athletico PR e Corinthians empatam de 3 a 3

Os donos da casa seguiam pressionando e a Macaca buscando  chances de chegar ao gol do adversário, que também fazia várias faltas na marcação dos pontepretanos. Aos 34, Camilo fez bom lançamento para Moisés, que mandou para Paulo Sérgio. O atacante optou por devolver a bola a Camilo em vez de chutar, e a jogada acabou interceptada pela defesa oponente.

Aos 37, Ygor fez uma defesa espetacular em chute perigoso do adversário, e com a mão trocada mandou para escanteio. Na cobrança na área, porém, não teve jeito: o adversário marcou 1 a 0 de cabeça. No último minuto do primeiro tempo, Niltinho saiu em contra-taque, mas foi parado com falta.

No segundo tempo, aos cinco minutos Ygor defendeu um chute e não conseguiu segurar, e o adversário pegou o rebote e ampliou. 2 a 0. Aos sete, bom contra-ataque de Niltinho, que invadiu a área e acabou no chão após receber carga do adversário. Os atletas pediram pênalti, mas o juiz interpretou como lance normal de jogo e não usou o VAR.

Aos 17, Apodi saiu em velocidade e, após lançamento de Niltinho, mandou a bola para a área, mas ela desviou na defesa e acabou nas mãos do camisa 1 adversário. Aos 22, pressão da Ponte Preta, primeiro com Niltinho lançando a bola na área. Na sequência, Niltinho mais uma vez pegou a bola e partiu para o ataque, mas foi parado em lance semelhante ao pênalti não dado, ao receber carga por trás de jogador adversário. O juiz não deu nada.

  Vanderlei Luxemburgo é o novo técnico do Vasco

Aos 23, Leo Naldi recebeu passe de Apodi e cruzou a bola para área. Thalles pegou e mandou uma bomba, exigindo uma defesa difícil do goleiro adversário. Aos 28, bom lance de ataque da Macaca, que terminou nos pés do atacante Paulo Sérgio. Ele entrou na área e se chocou com adversário, pedindo pênalti, mas acabou levando um cartão amarelo.

Aos 36, nova chance da Macaca, com Léo Naldi saindo em bom contra-ataque e passando para Mosiés, que foi travado na hora do chute. Aos 40, nova chance com Moisés finalizando, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Aos 42, Apodi entrou na área adversária, chutou e ganho lateral. Na sequência, falta em cima de Pedrinho. Thalles cobrou na área, mas o Bragantino tirou. Na sequência Pedrinho recuperou a bola e mandou para Léo Naldi chutar, mas a bola saiu com muita força e subiu. Aos 44, foi a vez do adversário chegar mais uma vez com perigo ao gol da Ponte, mas Ygor Vinhas fez boa defesa, mandando para escanteio.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA