Brasileirão Série A

Líder, Palmeiras supera Atlético-GO fora de casa por 3 a 0 no Campeonato Brasileiro

Publicados

em

Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

Com o resultado, o Verdão embalou seu sétimo triunfo consecutivo no retrospecto geral, sendo agora seis vitórias seguidas pelo Brasileiro e uma pela Libertadores (1 a 0 sobre o Universidad Católica-CHI, fora de casa, na última quarta-feira). As seis vitórias seguidas do Alviverde pelo Nacional foram diante do Bahia (3×2 em casa), Internacional (2×1 fora), Sport (1×0 fora), Grêmio (2×0 em casa), Santos (2×0 em casa) e, agora, Atlético-GO (3×0 fora).

Com a série atual, esta foi a primeira vez desde 2019 que o Alviverde emplacou seis vitórias seguidas pelo Brasileirão: entre 04/05 e 13/06 daquele ano, o Alviverde alcançou sete resultados positivos de forma sequencial: Internacional (1×0, em casa), Atlético-MG (2×0, fora), Santos (4×0, em casa), Botafogo (1×0, no Mané Garrincha, como visitante), Chapecoense (2×1, fora), Athletico-PR (1×0, em casa) e Avaí (2×0, em casa).

Esta foi a primeira vez que o Maior Campeão do Brasil jogou no Estádio Antônio Accioly, popularmente conhecido como Castelo do Dragão. Localizado em Goiânia-GO, o estádio existe desde o século passado, mas foi demolido em 2001, ganhou novos moldes em 2013 e voltou a ser utilizado pelo Atlético-GO somente em 2015. Desde 2018, possui a forma atual, mas apenas em 2020 passou por uma reforma para poder receber jogos do Campeonato Brasileiro Série A – este é o quarto estádio de Goiânia-GO que recebeu o time do Palmeiras. Os outros foram: Olímpico Pedro Ludovico Teixeira, Serra Dourada e Hailé Pinheiro.

  Abel Ferreira comanda treino tático e fecha preparação para duelo com a Chape

Somando todos os jogos do Verdão na capital goiana, o retrospecto que é equilibrado, passou, hoje, com o resultado, a ter o Verdão na frente da vantagem numérica: 42 jogos, 18 vitórias palmeirenses, sete empates e 17 derrotas, com 58 gols marcados e 55 gols sofridos.

A vitória trouxe vantagem numérica também especificamente contra o Atlético-GO como visitante. O histórico entre as equipes na casa do Atlético-GO aponta, com o resultado desta tarde, dez jogos, sendo cinco vitórias do Palmeiras, um empate e quatro triunfos atleticanos, com 20 gols alviverdes contra 13 tentos rivais.

Além disso, o Palmeiras desempatou o retrospecto entre as equipes também apenas pelo Campeonato Brasileiro, pois, ao longo da história, Palmeiras e Atlético-GO já se enfrentaram 11 vezes (com esta) pelo Campeonato Brasileiro, e agora é favorável ao Verdão: cinco vitórias palmeirenses, dois empates e quatro triunfos atleticanos, com 16 gols para o Alviverde e 13 para o Atlético-GO.

Já no retrospecto geral, o Palmeiras não sabe o que é perder para o rival da vez desde 2012 – o último revés foi em 25/11/2012. Depois, entre 2013 e 2021, já com o jogo de hoje, foram sete jogos entre as equipes, com seis vitórias do Maior Campeão do Brasil e um empate. Tanto a série de sete jogos sem derrota quanto a sequência de cinco vitórias seguidas (obtida dentro desta série invicta de seis partidas) são as maiores do duelo entre Palmeiras e Atlético-GO. No total, as equipes se enfrentaram 17 vezes: 9 vitórias do Palmeiras, dois empates e seis triunfos do Dragão, com 26 gols marcados e 19 gols sofridos.

  João Martins avalia empate com Libertadores no primeiro duelo pelas quartas da Libertadores

Individualmente, Willian se tornou o quinto jogador com mais partidas pelo Palmeiras neste século (Valdivia ocupa o posto isoladamente, com 241 partidas – agora ambos estão empatados) e o 54º com mais confrontos na história do clube (Valdivia novamente e Arce eram, empatados, os donos da posição – e agora Willian se juntou à dupla).

Já o goleiro Weverton chegou à sua 101ª vitória pelo Palmeiras, em um total de 181 jogos – o arqueiro está no clube desde 2018. Weverton está no top 10 dos goleiros que mais jogaram em todos os tempos, na nona posição, e integra o top 100 dos jogadores – independentemente da posição – que mais vestiram a camisa do clube, com 181 jogos, na 99ª colocação. Do atual elenco, integram este top 100 de mais jogos Dudu (29º, com 309 jogos), Willian (54º, com 241 duelos) e Felipe Melo (72º, com 207 partidas).

Dudu também foi destaque: ele fez sua primeira partida como titular desde 10 de maio, quando jogou pela última vez no Al Duhail, do Catar. Desde sua volta do futebol árabe ao Verdão, ele havia entrado aos 43′ do 2T contra o Santos e aos 19′ do 2T contra a Católica, no Chile (portanto, foi sua terceira partida no total pelo Verdão, a primeira como titula desde sua volta). Nascido em Goiânia, o atual camisa 43 teve a oportunidade de reencontrar a titularidade justamente em sua terra natal – pelo Verdão, a última vez em que Dudu havia sido titular foi em 14/03/2020, empate sem gols contra a Inter de Limeira, fora de casa, pelo Campeonato Paulista daquele ano – justamente o jogo de sua despedida.

Fonte: https://www.palmeiras.com.br/pt-br/noticias/lider-palmeiras-supera-atletico-go-fora-de-casa-por-3-a-0-no-campeonato-brasileiro/

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasileirão Série A

Com gol de Calleri, Tricolor vence o Corinthians pelo Brasileirão

Em noite de inauguração do Camarote dos ídolos, no Morumbi, São Paulo derrotou o rival por 1 a 0

Publicados

em

Foi uma noite majestosa no Morumbi! Na inauguração do Camarote dos Ídolos, que reuniu craques que fizeram história no São Paulo, e com apoio incondicional da torcida, o Tricolor venceu o Corinthians por 1 a 0 nesta segunda-feira (18) em duelo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

> FOTOS DO CLÁSSICO!

O gol são-paulino no clássico – o primeiro de Rogério Ceni neste retorno ao clube -, foi marcado pelo argentino Calleri. Com a importante vitória no Majestoso, o Tricolor subiu para a 12ª colocação, agora com 34 pontos.

O próximo compromisso no torneio nacional será diante do Red Bull Bragantino no domingo (24), às 18h15, no Estádio Nabi Abi Chedid.

Para encarar o rival, o time não contou com Igor Vinícius (aprimora a forma física após trauma no olho esquerdo), William (artroscopia no joelho), Luan (avulsão tendínea de adutor da coxa esquerda), Galeano (trauma no tornozelo direito) e Rigoni (pequeno estiramento no músculo posterior da coxa esquerda), além de Miranda (suspenso pelo terceiro amarelo).

  Grêmio goleia o Vasco de 4 a 0 e entra no G-4 do Brasileirão

Já o zagueiro Arboleda retornou após três jogos – estava com a seleção equatoriana nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Assim, o técnico Rogério Ceni escalou a equipe com Volpi; Orejuela, Arboleda, Léo e Reinaldo; Liziero, Gabriel Sara, Igor Gomes e Benitez; Luciano e Calleri.

Com um início frenético e contagiado pelos torcedores, o Tricolor logo partiu para cima do adversário e balançou as redes aos dois minutos com Luciano. A arbitragem, porém, invalidou o gol do camisa 11 e assinalou impedimento.

E com uma postura ofensiva, o São Paulo largou na frente aos seis minutos: Reinaldo avançou pela esquerda e cruzou na medida para Calleri, que desviou para abrir o placar! 1 a 0!

Na volta para a etapa complementar, o uruguaio Gabriel entrou no lugar de Benitez. O time são-paulino seguiu dominante e ditou o ritmo do clássico. Aos 37 minutos, Luciano arriscou de fora da área e acertou uma bomba na trave.

Empurrada pela força das arquibancadas, a equipe não permitiu a reação do Corinthians e conquistou uma importante vitória no Majestoso! 1 a 0.

SÃO PAULO 1 x 0 CORINTHIANS

  Internacional realiza treino intensificado para duelo com o Athletico

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 18/10/2021 (segunda-feira)
Gol: Calleri (6/1T)
Cartões amarelos: Arboleda, Liziero e Gabriel (SPFC) João Victor e Roger Guedes (Corinthians)
Público pagante: 23.874 torcedores
Renda: R$ 1.076.213,00

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
Quarto Árbitro: Thiago Lourenço de Mattos (SP)
Analista de Campo: Carlos Donizeti Pianosqui (SP)
Árbitro de Vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)
AVAR: Andre da Silva Bitencourt (RS)
Observador de VAR: Sergio Correa da Silva (RJ)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Orejuela (Diego Costa, 42/2T), Arboleda, Léo e Reinaldo; Liziero, Gabriel Sara (Marquinhos, 35/2T), Igor Gomes e Benitez (Gabriel, intervalo); Luciano (Rodrigo Nestor, 42/2T) e Calleri (Pablo, 31/2T). Técnico: Rogério Ceni.

Corinthians: Cássio; Du Queiroz, João Victor, Gil e Fábio Santos; Cantillo (Jô), Adson (Gustavo Silva), Renato Augusto e Giuliano; Gabriel Pereira e Roger Guedes. Técnico: Sylvinho.

fone: http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/campeonato-brasileiro/2021/10/18/com-gol-de-calleri,-tricolor-vence-o-corinthians-pelo-brasileirao

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA