Palmeiras

Palmeiras inscreve 50 jogadores para disputa da CONMEBOL Libertadores 2021

Publicados

em

Dentre os profissionais, apenas Danilo Barbosa fará sua estreia na competição – reforço contratado para a temporada 2021, o meio-campista chegou ao Verdão em março deste ano. O jogador mais jovem do grupo é o atacante Giovani, de 17 anos. O garoto integra o elenco Sub-17 alviverde, mas já acumula três jogos pelo time profissional, todos pelo Campeonato Paulista 2021.

A lista palmeirense conta ainda com seis atletas estrangeiros. Do profissional, foram inscritos o chileno Benjamín Kuscevic, o paraguaio Gustavo Gómez e o uruguaio Matías Viña; da base, o equatoriano Erick Pluas, o colombiano Marino e o panamenho Newton.

Veja a lista de inscritos:

Goleiros: 1– Vinicius, 21 – Weverton, 24 – Natan, 31 – Mateus e 42 – Jailson.
Zagueiros: 3 – Renan, 4 – Benjamín Kuscevic, 13 – Luan, 15 – Gustavo Gómez, 33 – Alan Empereur, 43 – Jhow e 44 – Henri.
Laterais: 2 – Marcos Rocha, 6 – Lucas Esteves, 12 – Mayke, 17 – Matías Viña, 22 – Davi, 26 – Victor Luis, 32 – Gustavo Garcia e 46 – Vanderlan.
Meio-campistas: 5 – Patrick de Paula, 8 – Zé Rafael, 9 – Erick Pluas, 14 – Gustavo Scarpa, 16 – Vitinho, 18 – Danilo Barbosa, 20 – Lucas Lima, 23 –  Raphael Veiga, 25 – Gabriel Menino, 28 – Danilo, 30 – Felipe Melo, 34 –  Ramon, 35 – Fabinho, 40 – Caio Cunha e 45 – Pedro Bicalho.
Atacantes: 7 – Rony, 10 – Luiz Adriano, 11 – Wesley, 19 – Breno Lopes, 27 –  Gabriel Veron, 29 – Willian, 36 – Kevin, 37 – Rafael Elias, 38 – Marcelinho, 39 – Marino, 41 – Giovani, 47 – Robinho, 48 – Newton, 49 – Gabriel Silva e 50 – Pedro Acacio.

Os clubes podem fazer até cinco trocas na lista antes das oitavas de final, três antes das quartas de final e outras três antes das semifinais. A final da CONMEBOL Libertadores será realizada em jogo único, no dia 20 de novembro, ainda sem local definido.

Primeiro desafio fora de casa

  Debaixo de forte chuva Corinthians estreia em casa e empata com Palmeiras

O Palmeiras estreia no torneio continental na quarta-feira (21), às 21h, contra o Universitario-PER, no Estádio Monumental, em Lima-PER. No histórico entre as duas equipes, a vantagem é palestrina: em 12 partidas disputadas, são oito vitórias alviverdes e apenas quatro derrotas. Pela Libertadores, os times se cruzaram nas edições de 1971 e 1979, e o Verdão levou a melhor vencendo em três oportunidades e sendo superado em uma.

Desde a edição de 1979, o Alviverde não perde em uma estreia de CONMEBOL Libertadores – de lá para cá, foram 14 jogos com 11 vitórias, 3 empates, 35 gols marcados e 12 gols sofridos. O último revés na primeira rodada foi diante do São Paulo, pelo placar de 2 a 0, na edição de 1974.

Além Palmeiras e Universitario, Defensa y Justicia-ARG e Independiente del Valle-EQU completam o Grupo A. Os próximos desafios do Verdão na competição são contra o Independiente del Valle-EQU, no dia 27 (terça-feira), no Allianz Parque, em São Paulo-SP, e o Defensa y Justicia-ARG, em 4 de maio (terça-feira), no Estádio Norberto Tomaghello, em Florencio Varela-ARG.

Esta será a sexta participação consecutiva do Palmeiras no torneio, algo inédito na história do clube. O Verdão busca, além do terceiro título, o primeiro bicampeonato da CONMEBOL Libertadores conquistado no século XXI – o último time que levantou a taça duas vezes seguidas foi o Boca Juniors-ARG, em 2000 e 2021

O Maior Campeão do Brasil ostenta ainda uma série de marcas impressionantes na competição. O Palmeiras é o clube brasileiro com mais edições disputadas, ao lado de Grêmio e São Paulo,  com 21 (dos três, no entanto, o é o único que nunca caiu antes da fase de grupos), com mais gols marcados (363 gols em 197 jogos) e com mais vitórias como visitante (40), além de ser o segundo que mais venceu no geral, com 107 triunfos, atrás apenas do Grêmio, com 108. O Alviverde foi também o primeiro brasileiro a chegar em uma final de Libertadores, em 1961, ocasião em que ficou com o vice-campeonato.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Bragantino

Palmeiras vence o Bragantino com gol no 2º tempo e avança à semi do Paulista

Publicados

em

Este foi o 16º duelo de mata-mata desde a temporada passada, sendo a 12ª vitória (avanço de fase ou título). De quebra, com o resultado, o Alviverde melhorou ainda mais o seu retrospecto geral na temporada: o time vem de seis vitórias consecutivas na temporada 2021 (sendo cinco como visitante), marca inédita desde a estreia da comissão técnica de Abel Ferreira, em novembro de 2020. O Maior Campeão do Brasil, inclusive, está invicto como visitante na temporada 2021! São 11 jogos sem perder (oito vitórias e três empates); se for considerar ainda o último compromisso como visitante na temporada passada, contra o Grêmio (ocorrido em 2021, mas válido por 2020), no jogo de ida final da Copa do Brasil, totalizam-se 12 partidas seguidas sem derrota fora de casa.

Especificamente no que tange ao confronto contra o Bragantino, o resultado também favoreceu o Verdão em um tabu positivo ante o adversário da vez: alcançou a marca de quatro vitórias em série na atual edição do Campeonato Paulista, já que havia acumulado resultados positivos nas três partidas anteriores: Santo André (1×0), Santos (3×2) e Ponte Preta (3×0). A última vez em que o Verdão obteve uma série parecida foi em 2018, quando, na ocasião, o Alviverde chegou a cinco triunfos seguidos ao vencer São Paulo, Ituano, Grêmio Novorizontino (duas vezes) e Santos entre 08 e 24 de março daquele ano.

  Em jogo de ida Palmeiras empata com Libertad nas quartas de finais

Superado pelo Bragantino apenas uma vez desde 1997 (em 13/09/1997, pelo Campeonato Brasileiro), os times se enfrentaram 21 vezes entre 1998 e hoje, com 17 vitórias palestrinas, três empates e um único triunfo do adversário de Bragança Paulista, conquistado em 02/02/2020, pelo Paulista – desde esta data, aliás, as equipes se tornaram adversários frequentes, já que se cruzaram também pelo Brasileiro (duas vezes) e Copa do Brasil (duas vezes), além do jogo desta noite do Paulista de 2021, e o Palmeiras não perdeu nenhuma! Daí a atual série invicta contra o Red Bull Bragantino: cinco jogos, todos com vitória.

Contra o Red Bull Bragantino, o time palestrino completou uma maratona de 11 jogos em apenas 24 dias: Universitario-PER (21/04), Guarani (23/04), Mirassol (25/04), Independiente del Valle-EQU (27/04), Inter de Limeira (29/04), Santo André (02/05), Defensa y Justicia-ARG (04/05), Santos (06/05), Ponte Preta (09/05), Independiente del Valle-QUE (11/05) e Red Bull Bragantino (14/05). Gustavo Scarpa é o atleta com mais jogos em 2021 (29 no total) – estes dados incluem as partidas da temporada 2020 realizadas entre janeiro e março deste ano.

O JOGO

Com um primeiro tempo equilibrado, porém, com boas chances criadas pelo time alviverde, o jogo não saiu do 0 a 0 nos 45 minutos iniciais.

Já no segundo tempo, o Verdão cresceu ainda mais na partida na medida em que o time da casa ia sentindo o cansaço físico. Desta forma, o Alviverde passou a encurtar os espaços e atacar mais.

Aos 32 minutos, Luiz Adriano, da intermediária, lançou Gustavo Scarpa que disparava pela esquerda, invadindo a área e ganhando da marcação: o atacante finalizou, de forma que a bola passou por debaixo das pernas do goleiro Cleiton e acertou o travessão. No rebote, Rony, que estava relativamente longe, mergulhou de cabeça, no limite de sua elasticidade, para abrir a contagem. (Red Bull Bragantino 0x1 Palmeiras)

  Palmeiras continua forte preparação visando final da Libertadores

Dali até o final da partida o Verdão valorizou a posse de bola, mas sem deixar de ter o seu ímpeto brigador. Nos momentos em que foi exigida, a linha defensiva, formada por Mayke, Gustavo Gómez e Renan foi impecável, afastando bolas aéreas e também as bolas enfiadas. Weverton quase não precisou trabalhar.

As alterações promovidas pelo técnico Abel Ferreira foram Luiz Adriano na vaga de Willian, no ataque, aos 19, simultaneamente à troca de Wesley por Rony, autor do gol da vitória. Aos 35, entrou Marcos Rocha no lugar de Lucas Lima, que saiu muito aplaudido pelo banco de reservas e comissão técnica palmeirense, e também entrou Victor Luis no lugar de Viña na lateral-esquerda. O camisa 2 palmeirense Marcos Rocha, porém, ficou poucos minutos em campo: precisou ser substituído aos 45 por Luan, após sentir dores – Felipe Melo estava  a postos para entrar no final da partida, porém, devido ao fato de Rocha sentir dores, Abel chamou Luan de última hora para jogar os minutos finais.

O Maior Campeão do Brasil volta a campo contra o Defensa y Justicia-ARG, em casa (Allianz Parque), pela quinta rodada da Libertadores, na terça-feira (18), às 19h15. Vale lembrar que, com 100% de aproveitamento no torneio continental, o Palmeiras já está classificado antecipadamente às oitavas de final da competição.

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA