Atlético-MG

Com novo recorde de público, Galo vence o América no Mineirão

Publicados

em

O Galo venceu o América por 1 a 0 na tarde de hoje, dia 7, no Mineirão, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time manteve a diferença de 10 pontos sobre o segundo colocado na tabela de classificação, o Palmeiras.
Crédito: Clube Atlético Mineiro/Pedro Souza
Dono da melhor campanha como mandante do Brasileirão, o Galo chegou a 13 vitórias, 1 empate e 1 derrota no Mineirão. O estádio recebeu 60.142 pagantes no jogo desta tarde. O número representa recorde de público no futebol brasileiro em 2021. A marca anterior era do próprio Atlético, que levou 56.642 pagantes ao jogo contra o Grêmio, na última quarta-feira, dia 3.
O jogo
A primeira boa oportunidade do jogo foi do Galo. Aos 10 minutos, após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Hulk. Ele finalizou de bicicleta e Cavichioli defendeu. Aos 12, foi a vez do América chegar. Zárate passou para Ademir, que chutou forte. A bola foi para fora.
A partir daí, as principais oportunidades dos dois times foram em chutes de longa distância. Aos 20, Zárate chutou forte de fora da área e o goleiro Everson defendeu.
Aos 23, Tchê Tchê finalizou à distância e Cavichioli espalmou a escanteio. A melhor chance do Galo foi aos 44. Vargas avançou em velocidade, tabelou com Hulk e, na finalização, chutou para fora.
Segundo tempo
Os dois times voltaram sem alterações para a segunda etapa. Aos 4 minutos, Zárate chutou e a bola espirrou em Alonso. Na sequência, Zaracho avançou em velocidade e tocou para Savarino finalizar, mas a bola passou por cima do gol americano. Aos 6 minutos, Alonso chutou forte de fora da área e Cavichioli espalmou.
Aos 12 minutos, o técnico Cuca fez a primeira mudança no time alvinegro. Diego Costa entrou no lugar de Savarino. O América teve boa oportunidade logo depois, aos 14, com chute de Felipe Azevedo defendido por Everson.
O gol do Galo veio aos 16. Mariano cruzou da direita, Diego Costa passou para Hulk, que ajeitou para Arana finalizar e abrir o marcador: 1 a 0. Aos 20, Hulk chutou e Cavichioli fez a defesa.
O Atlético chegou novamente ao ataque aos 33 minutos. Hulk cruzou para Vargas, que finalizou para defesa de Cavichioli. Ainda aos 33, Bruno Nazário, da esquerda, cruzou na área e Lucas Ribamar cabeceou. O goleiro Everson defendeu.
Próximo compromisso
O próximo jogo do Galo pelo Campeonato Brasileiro será quarta-feira, dia 10, às 19h, contra o Corinthians, no Mineirão.
Álbum de fotos da partida:
ATLÉTICO X AMÉRICA 07.11.2021 CAMPEONATO BRASILEIRO
FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO 1 X 0 AMÉRICA
Competição: Campeonato Brasileiro
Rodada: 30ª
Estádio: Mineirão
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Público pagante: 60.142
Gol: Arana (16´ 2ºT – Atlético)
Atlético: Everson, Mariano (Guga), Nathan Silva, Alonso, Arana (Dodô), Allan, Tchê Tchê, Zaracho (Réver), Vargas, Savarino (Diego Costa), Hulk
Técnico: Cuca
América: Matheus Cavichioli, Patric, Eduardo Bauermann, Ricardo Silva, Lucas Kal, Marlon, Juninho (Marcelo Toscano), Alê (Bruno Nazário), Ademir, Felipe Azevedo (Fabrício Daniel), Mauro Zárate (Lucas Ribamar)
Técnico: Marquinhos Santos
Cartões amarelos: Savarino, Alonso e Arana (Atlético); Fabrício Daniel e Bruno Nazário (América)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)
Árbitro Assistente 1: Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA-GO)
Árbitro Assistente 2: Bruno Raphael Pires (FIFA-GO)
Quarto Árbitro: Michel Patrick Costa Guimaraes (CD-MG)
Analista de Campo: Rogério Pereira da Costa (CBF-MG)
Árbitro de Vídeo: Elmo Alves Resende Cunha (MTR-GO)
Avar: Edson Antônio de Sousa (AB-GO)
Observador de VAR: José Antônio Chaves Franco Filho (CBF-RS)
fonte: https://atletico.com.br/noticias/com-novo-recorde-de-publico-galo-vence-o-america-no-mineirao
COMENTE ABAIXO:
  Fluminense perde e vai decidir vaga na Libertadores no Maracanã
Propaganda

Atlético-MG

Com a Massa e com a taça

Publicados

em

E o Galo? O Galo Ganhou! Diante do Mineirão lotado, o Atlético venceu o Red Bull Bragantino por 4 a 3 na tarde deste domingo, dia 5, em partida válida pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Jogo marcou a entrega do troféu de Campeão Brasileiro, que foi levado até o campo pelo ídolo e autor do gol do título Brasileiro de 1971, Dadá Maravilha.
Os 61.573 presentes estabeleceram um novo recorde de público no novo Mineirão e puderam assistir o show do artista português Pete Tha Zouk, um dos DJ mais consagrados da Europa. Houve, também, um mosaico especial, show pirotécnico, distribuição de estrelas amarelas, homenagem a Atleticanos ausentes e também a ex-atletas dos times de 1971, 1977, 1980, 1985 e 1999, que entraram em campo pouco antes do início da partida.
O jogo
As equipes começaram a partida se estudando e trocando passes curtos. A primeira oportunidade foi do time de Bragança, após o cruzamento de Jadsom desviar na defesa e quase enganar o goleiro Everson.
Na primeira boa chance do Galo, aos 20 minutos, Keno avançou pelo meio com espaço deixado pela marcação. O atacante bateu colocado para abrir o marcador. 1 a 0!
O time visitante chegou ao empate com Ytalo. O jogador completou rebote de Everson para igualar o placar.
Segunda etapa
No primeiro minuto da etapa complementar, o Bragantino virou o jogo. Após cobrança de escanteio, Artur pegou de primeira para fazer o segundo gol dos visitantes.
Não demorou para o Galo buscar o empate. Aos 6 minutos, Keno arrancou em velocidade pela esquerda e rolou para Zaracho estufar a rede do goleiro Cleiton.
Por pouco a virada não veio em uma bomba de Allan de fora da área. A bola, caprichosamente, explodiu na trave.
Aos 32 minutos, Savarino não desperdiçou. Zaracho recebeu de Hulk e cruzou forte para o venezuelano completar de cabeça para o fundo do barbante. Galo 3 a 2!
O artilheiro o Brasileirão também deixou o dele. Hulk recebeu na intermediária, ganhou do zagueiro no jogo de corpo e, frente a frente com o goleiro, deu uma cavadinha para marcar o 19° gol no torneio.
A massa entoava o grito de “bicampeão” a plenos pulmões, quando o Bragantino descontou com Artur. Não fez diferença. O Galo ganhou mais uma e fez a festa de campeão diante da torcida mais engajada do Brasil.
FICHA TÉCNICA
Atlético 4 X 3 Red Bull Bragantino
Competição: Campeonato Brasileiro
Rodada: 37
Data: 05/12/2021
Estádio: Mineirão – (MG)
Público: 61.573
Renda: R$ 8.818.854,25
Gols: Keno – 20′ 1° tempo; Zaracho 7′, Savarino 33′, Hulk 43′ – 2° tempo (Atlético) – Ytalo 39′ – 1° tempo; Artur 2′ e 55′ – 2° tempo (Red Bull Bragantino)
Atlético: Everson; Mariano, Nathan Silva (Réver), Alonso, Arana, Tchê Tchê (Allan), Jair (Allan Franco), Zaracho, Nathan (Savarino), Keno e Diego Costa (Hulk).
Técnico: Cuca
Bragantino: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Natan, Luan Cândido, Jadsom, Emi Martínez (Tubarão), Artur, Helinho, Ytalo (Praxedes) e Cuello (Alerrandro).
Técnico: Maurício Barbieri
Cartões amarelos: Hulk (Atlético); Artur e Helinho (Bragantino)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques FIFA PR
Árbitro Assistente 1: Bruno Boschilia FIFA PR
Árbitro Assistente 2: Sidmar dos Santos Meurer AB PR
Quarto Árbitro: Savio Pereira Sampaio AB DF
Árbitro de Vídeo: Wagner Reway VAR-FIFA PB
AVAR: Oberto da Silva Santos AB PB
Observador de VAR: Cleidy Mary dos Santos Nunes Ribeiro CBF SC
fonte: https://atletico.com.br/noticias/com-a-massa-e-com-a-taca
COMENTE ABAIXO:
  Sandry do Santos retorna após suspensão e diz estar ansioso para entrar em campo
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA