Brasileirão Série A

No retorno a Vila Belmiro, Santos vence o Ceará pelo Campeonato Brasileiro

Publicados

em

Foto: Ivan Storti/Santos FC)Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Após quase um mês, o Santos FC voltou a atuar em sua casa, na Vila Belmiro, e retornou com uma boa vitória diante do Ceará, na noite deste sábado (5), em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. O time santista venceu por 3 a 1, e Jean Mota, Marinho e Kaio Jorge foram os autores dos gols do Peixe.

Na terça-feira (8), o Santos volta a campo, novamente na Vila Belmiro, para decidir contra o Cianorte a vaga para as oitavas de finais na Copa do Brasil. O Peixe tem a vantagem, por ter vencido por 2 a 0 o primeiro jogo.

O jogo
A primeira oportunidade do PeixFoto: Ivan Storti/Santos FC)e na partida ocorreu aos 2 minutos. Gabriel Pirani arriscou de fora da área, e a bola bateu na zaga e foi para escanteio.

Três minutos depois, Marcos Guilherme levanta a bola na área, e a defesa do Ceará ao tentar afastar, coloca a mão na bola. Sem titubear, o árbitro assinalou pênalti para o time santista. Marinho foi para a cobrança, e desperdiçou a chance de abrir o placar.

John foi acionado na partida pela primeira vez aos 12 minutos. Jorginho bateu cruzado, e o arqueiro do Peixe realizou bela defesa.

Jean Mota recebeu de Marcos Guilherme, aos 18 minutos, e com maestria, balançou as redes do time cearense. O meio-campista recebeu pelo lado esquerdo do ataque do Peixe, avançou próximo a área, e colocou a bola no ângulo do goleiro. Uma pintura na Vila Belmiro! O camisa 41 assinalou seu 19º gol pelo Peixe.

  Em noite de completo domínio, Ceará vence Fortaleza

Após o gol inicial, o Peixe continuou em cima do Ceará, frequentando assiduamente a parte ofensiva do campo. Em contra partida, o time cearense também se expos um pouco, e saiu mais para o jogo.

Aos 47 minutos, em bola alçada na área do time santista, o árbitro assinalou outro pênalti, dessa vez, para o Ceará. Vina foi para a cobrança, e empatou o jogo.

O Santos voltou para a segunda etapa sem alterações, e com a mesma postura ofensiva.

E de tanto frequentar o ataque, aos 17 minutos, o Alvinegro ficou novamente na frente do placar. Pará levantou a bola na área, e a defesa do Ceará se atrapalhou. Marinho aproveitou, e estufou a rede adversária. 36º gol do atacante com a camisa santista.

Mesmo com a vantagem no placar, o Santos não recuou, e continuo em cima do seu adversário.

Aos 25 minutos, Pirani cruza bola rasteira em direção a Kaio Jorge, mas a zaga manda a bola para escanteio. Na cobrança, o mesmo Pirani faz o levantamento, e dessa vez, a bola chega no camisa 9 do Peixe, e ele não desperdiça a oportunidade. De cabeça, o Menino da Vila colocou a bola no fundo do gol. É o 15º gol de Kaio pelo Santos.

  Internacional finaliza treinos antes de enfrentar o Sport

Com a boa vantagem no placar, o time santista cadenciou a partida em boa parte do restante da segunda etapa.

Nos minutos finais, o técnico Fernando Diniz realizou algumas alterações, e promoveu a estreia de um dos novos reforços, o defensor Danilo Boza.

E aos 50 minutos, o árbitro finalizou o jogo, e o Peixe pôde comemorar sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro.

Ficha Técnica:
Santos FC 3 x 1 Ceará SC
Data: 05/06/2021
Gols: Jean Mota aos 18min e Vina aos 51min do primeiro tempo. Marinho aos 17min e Kaio Jorge aos 26min do segundo tempo.
Horário: 21h00
Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima
Auxiliares: Lucio Beiersdorf Flor e André da Silva Bitencourt
Cartões amarelos: Pará, Luan Peres e Alison (SFC); Gabriel Lacerda (CSC)
SFC: John; Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota (Danilo Boza) e Gabriel Pirani (Ângelo); Marinho (Madson), Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Marcos Guilherme (Kevin Malthus). Técnico: Fernando Diniz
CSC: Richard; Buiú, Messias, Gabriel Lacerda (Jordan) e Bruno Pacheco; Oliveira, Fernando Sobral (Charles), Vina (Rick) e Jorginho; Saulo Mineiro (Wendson) e Felipe Vizeu (Cleber). Técnico: Guto Ferreira.

Foto: Ivan Storti/Santos FC)

fonte: https://www.santosfc.com.br/no-retorno-a-vila-belmiro-santos-vence-o-ceara-pelo-campeonato-brasileiro/

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Atlético-MG

Empate interrompe sequência de vitórias do galo

Publicados

em

Por

O Galo entrou em campo na noite desta segunda-feira (21), no Mineirão, embalado por três vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro, mas a sequência positiva foi interrompida pelo empate por 1 a 1 com a Chapecoense. A partida em Belo Horizonte foi válida pela 5ª rodada.

Com o resultado, o Atlético chegou a dez pontos e ficou em 5º lugar na tabela de classificação.

O gol atleticano foi marcado por Tchê Tchê, aos 24 minutos do primeiro tempo, em chute de fora da área. O empate do time catarinense aconteceu 34 minutos, em pênalti cometido por Allan e convertido por Ravanelli.

Na próxima rodada, o adversário será o Ceará, às 19h de quinta-feira (24), no Castelão, em Fortaleza.

O JOGO

O goleiro Everson fez grande defesa logo no primeiro minuto. No lance, ele ficou cara a cara com Fernandinho e conseguiu tomar a bola nos pés do atacante adversário.

O Galo respondeu no cruzamento de Arana pela esquerda  e a defesa catarinense quase fez gol contra. O goleiro João Paulo espalmou para frente, a bola pegou em Ignácio e tomou a direção do gol, mas o arqueiro da Chape conseguiu fazer a defesa.

Em novo ataque atleticano, aos nove minutos, Hulk ganhou jogada na força, passou por três marcadores e finalizou por cima do gol. Dez minutos depois, Hyoran recebeu passe de Hulk na grande área pela direita e concluiu para fora.

Os visitantes voltaram a levar perigo aos 22 minutos, em chute para fora de Anselmo Ramon. Aos 24, Hyoran tocou a bola para o meio e Tchê Tchê acertou belo chute de fora da área para inaugurar o marcador no Gigante da Pampulha: Galo 1 x 0.

  Atlético encerra preparação para enfrentar o Fluminense

A equipe de Santa Catarina levou perigo aos 30 minutos, em cruzamento rasteiro pela direita. Livre de marcação na segunda trave, Ravanelli finalizou e a bola pegou em Anselmo Ramon, que estava em posição de impedimento.

Na última boa chance alvinegra no primeiro tempo, Hyoran cobrou escanteio fechado pela esquerda, aos 37, Hulk desviou de cabeça e a bola pegou no travessão.

O técnico Cuca manteve a equipe para a etapa final. Depois de cruzamento de Arana pela esquerda, Hulk quase ampliou o marcador, mas o goleiro João Paulo fez ótima defesa.

Aos oito minutos, Hulk tabelou com Hyoran na grande área pela esquerda e concluiu para fora. No ataque seguinte, novamente pelo lado esquerdo da grande área, Keno recebeu passe de Hyoran e chutou na rede pelo lado de fora.

O time visitante voltou a ameaçar aos 23 minutos, quando Fernandinho chutou de fora da área e a bola pegou na trave. Logo depois, Jair e Keno foram substituídos por Zaracho e Sasha, respectivamente.

Aos 32, Allan cometeu pênalti em Fernandinho e Ravanelli cobrou para empatar o jogo: 1 x 1.

Cuca fez, então, outras duas mudanças: Tchê Tchê deixou o campo para a entrada de Calebe e Hyoran deu lugar a Echaporã.

  Timão inicia preparação para duelo contra o Bahia

Hulk foi derrubado por Ignácio na grande área, aos 41, mas a arbitragem nada marcou. Aos 44, o atacante atleticano sofreu falta na entrada da área e o árbitro considerou a jogada normal.

Aos 45, Mariano entrou no lugar de Guga. Hulk teve uma última chance após passar por dois adversários e, de perna direita, concluir  para fora.

ÁLBUM DE FOTOS DA PARTIDA
ATLÉTICO X CHAPECOENSE 21.06.2021 - CAMPEONATO BRASILEIRO
Fotos: Pedro Souza / Clube Atlético Mineiro

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 1 x 1 CHAPECOENSE
Competição: Campeonato Brasileiro
Rodada: 5
Data: 21/06/2021 (segunda-feira)
Gol: Tchê Tchê (24′ – 1ºT), Ravanelli (34′ – 2ºT)
Estádio: Mineirão
Cidade: Belo Horizonte (MG)

Atlético
Everson; Guga (Mariano), Réver, Gabriel, Guilherme Arana, Allan, Jair (Zaracho), Tchê Tchê (Calebe), Hyoran (Echaporã), Keno (Eduardo Sasha) e Hulk.
Técnico: Cuca.

Chapecoense
João Paulo; Matheus Ribeiro, Felipe Santana, Ignácio, Derlan, Anderson Leite, Guedes (Bruno Silva), Ravanelli, Lima, Fernandinho (Ezequiel) e Anselmo Ramon (Perotti).
Técnico: Jair Ventura.

Árbitro: Rodolpho Toski Marques FIFA PR
Árbitro Assistente 1: Rafael Trombeta AB PR
Árbitro Assistente 2: Victor Hugo Imazu dos Santos AB PR
Quarto Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira AB MG
Analista de Campo: Marcio Eustáquio Sousa Santiago CBF MG
Árbitro de Vídeo: Rodrigo Carvalhaes de Miranda AB RJ
AVAR: Daniel do Espirito Santo Parro AB RJ
Observador de VAR: Anderson Carlos Gonçalves CBF PR

Fonte: https://agenciaesporte.com.br/proxy/atletico.php?slug=empate-interrompe-sequencia-de-vitorias

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA