Brasileirão Série B

Marcelo Cabo avalia empate com a Ponte Preta no Moisés Lucarelli

Publicados

em

Jogando fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama saiu na frente da Ponte Preta, com gol de Germán Cano, mas não conseguiu segurar a vantagem e acabou empatando em 1 a 1 no último domingo (06/06), em jogo válido pela segunda da competição. Logo após o duelo ocorrido no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, o treinador Marcelo Cabo concedeu entrevista coletiva e avaliou o desempenho do Gigante da Colina.

– Começamos muito bem dentro do que treinamos. Marcação alta, sem deixar a Ponte Preta avançar muito, mas não conseguimos transformar a superioridade em gols. A partir dos 20, a Ponte avançou a pressão, não conseguimos sair dessa marcação e tivemos muita dificuldade. Fizemos trocas no intervalo, repaginamos a equipe, subimos de produção, fizemos 1 a 0, mas precisávamos sustentar mais o placar. A Ponte empatou logo, seguimos bem, mas a tomada de decisão não foi a melhor – afirmou o técnico vascaíno.

Ao ser questionado sobre o que precisa ser melhorado para os próximos jogos, Marcelo Cabo declarou que um dos pontos é a postura do time. Na avaliação do treinador, o Cruzmaltino precisa melhorar sua tomada de decisão e se impor como um dos clubes mais tradicionais do futebol nacional.

  Confiança vence o CRB por 1 a 0 e conquista a segunda vitória consecutiva

– No jogo passado, entramos 38 vezes no terço final, hoje foram 40 vezes, mas a tomada de decisão está ruim. Precisamos ser mais Vasco da Gama, nos impor. Levamos um ponto para casa e temos que ter maturidade para trabalhar a equipe e agora virar a chave para Copa do Brasil – disse o comandante do Gigante da Colina.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br

Mudanças no meio-campo

“Perdemos o Marquinhos Gabriel por lesão e houve a troca do Rômulo pelo Matias. O Rômulo para mim fez uma grande partida novamente. Precisávamos ter uma característica nova. No final, precisávamos mais da transição e coloquei o Matias, que entrou bem. Ele não vinha em uma sequência boa, precisava de uma repaginada, mas entrou bem. Ganhamos opções. Tivemos a estreia do Michel, que fez uma ótima partida. Fiquei muito feliz pelo que a equipe produziu no segundo tempo”.

Esquema 4-2-3-1

“Temos um esquema bem definido com algumas variações. No segundo tempo, acabamos criando um 4-3-3 empurrando mais a linha e tivemos uma evolução”.

Michel de lateral

“Eu entendi no primeiro tempo que a Ponte fazia muito a diagonal e o Michel tem uma construção de jogo muito boa. Demos sustentabilidade à linha com a entrada dele e é um cara que me deu essa construção. O Léo já tinha cartão amarelo e o jogo estava sendo forçado por ali. O Michel me deu uma saída muito boa. Ele é um volante de ofício, mas posso utilizá-lo de zagueiro, de volante, na segunda linha, de lateral. Em 2016, ele jogou nove partidas comigo nesta posição”.

Lentidão na saída de bola

“Entendo que nos primeiros 15 minutos construímos bastante, tivemos transição, o Andrey fez a ultrapassagem com aproximação ao Morato, tivemos passes entrelinhas e criamos. Depois dos 15, realmente, houve problema, ficamos muito espaçados. No segundo tempo, conseguimos nos organizar. O Andrey teve muita chegada pela direita, finalizou, cruzou, chegou… Não acredito que tivemos volume pequeno de jogo se chegamos 40 vezes no terço final do campo. Criamos, precisamos ter um pouco mais de capricho. O problema não é a bola chegar nos homens de frente, o problema é o acabamento”.

Mudanças contra o Boavista

“Preciso analisar o jogo mais uma ou duas vezes para tomar a decisão. Pode ser que aconteça algum tipo de mudança para que a equipe evolua no que pecou. Mas se eu falar que vai sair jogador x ou y, neste momento, seria precipitado. Vamos analisar pós e contras do jogo para tomar as decisões necessárias. O Marquinhos Gabriel eu preciso sentar e conversar para saber se ele já suporta os 90 minutos, o mesmo vale para o Michel, que não atuava há mais de um ano, o Rômulo vem numa sequência… Preciso sentar e analisar para ter a melhor equipe e mais competitiva”.

Formação do meio de campo

“A entrada de um jogador como o Matias pode ser uma opção, vamos analisar todo contexto. Marquinhos Gabriel deu tudo que esperávamos para esse jogo. Se eu puder usar o Marquinhos desde o início, é claro que vou usar, mas temos a opção do Sarrafiore. Vou analisar com calma. Gostei da entrada do Léo Jabá, o Michel, apesar do pouco tempo, entrou muito bem, o Matias também. Vamos criando alternativas para que o Vasco volte a performar e ter a força de Vasco da Gama”.

Há um time definido?

“Temos um time base e trabalhamos em cima de performance. Se um atleta não estiver performando o que preciso para determinada função, tenho que trocar. Vamos buscar o melhor para o Vasco performar e ter os resultados. Não tivemos o final de Carioca como pretendíamos e nem início de Brasileiro, mas temos 36 rodadas pela frente. Se analisarmos uma competição de pontos corridos, levar um ponto de Campinas não é ruim. O problema é que perdemos em casa e isso pesa. Vamos trabalhar para recuperar fora de casa isso. A chegada do Michel, a evolução do Marquinhos, do Rômulo, a volta do Castan, tudo isso vai me dar mais opções”.

fonte: https://vasco.com.br/marcelo-cabo-avalia-empate-com-a-ponte-preta-no-moises-lucarelli/

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasileirão Série B

Pelo Campeonato Brasileiro, Operário recebe o Cruzeiro no Germano Krüger

Publicados

em

André Jonsson/OFEC

Será o terceiro duelo entre as  equipes pela Série B

O Operário Ferroviário enfrenta o Cruzeiro, na noite deste sábado (19), pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O jogo acontece às 19h, no Estádio Germano Krüger.

Últimos confrontos
O Fantasma está em sexto na tabela, com sete pontos, duas vitórias, um empate e uma derrota. No último jogo, o alvinegro venceu o Sampaio Corrêa por 1 a 0, em casa, com gol de Felipe Garcia. O Cruzeiro está em 14º, com quatro pontos, uma vitória, um empate e duas derrotas. A equipe venceu por 1 a 0 a Ponte Preta, fora de casa, pela 4ª rodada.

Desfalques e retornos
No Departamento Médico, o zagueiro Rafael Bonfim (pós-operatório de lesão no menisco lateral do joelho direito) segue em transição com a preparação física. O meia Cleyton (lesão muscular grau III na parte anterior da coxa esquerda) e o volante Marcelo Santos (lesão muscular grau III posterior da coxa esquerda) estão em tratamento com fisioterapia. Os atletas Matheus Alemão e Ricardo Bueno, os auxiliares de preparação física César Kurowski e Lucas Fernandes, e o analista de desempenho Conrado Hilgemberg, testaram positivo para a COVID-19, estão assintomáticos e em isolamento social.
Recuperados da COVID-19, Simão, Jean Carlo, Rafael Oller, Fabiano e Leandrinho retornaram aos treinos nesta semana e serão reavaliados pela comissão técnica para saber se há condição de jogo para o duelo de amanhã.

  Marcelo Oliveira quer aproveitar semana para melhorar o time.

Avaliação do treinador
Em entrevista coletiva online, na tarde desta sexta-feira (18), o técnico Matheus Costa analisou o adversário do Fantasma para o confronto deste sábado. “ Será um jogo que as atenções estarão voltadas ao Germano Krüger. Jogar contra o Cruzeiro, independente do momento, dá uma repercussão muito grande. Será uma oportunidade para todos nós de estarmos apresentando nosso trabalho. Temos que encarar como mais uma decisão, sabendo que um jogo bem feito, reflete uma repercussão muito grande. Estamos confiantes, sabendo que temos totais condições de enfrentá-los de igual para igual e buscar essa sequência positiva, vencendo dentro de casa que é muito importante para nós.”

Fala, Alex Silva!
O lateral direito Alex também participou da coletiva online e avaliou pontos que o Alvinegro pode explorar no duelo contra o Cruzeiro. “ O importante é que nossa equipe saia com os três pontos, independente de como seja. Contra o adversário de amanhã não será diferente, sabemos da qualidade do time deles, mas será um jogo bom. Uma coisa é certeza, nosso time irá buscar vencer, e como já estamos fazendo bons jogos dentro de casa, pretendemos manter este ritmo com sabedoria, diminuindo os espaços, para buscar sair vitorioso.”

  Avaí inicia os trabalhos da pré - temporada 2021

Ação Social!
No jogo deste sábado (19), o Operário Ferroviário estará ao lado da CCR RodoNorte e do Instituto CCR em uma ação de incentivo ao Junho Vermelho, mês dedicado a conscientização para a doação de sangue no Brasil; para isso, o Fantasma entrará em campo com uma faixa em alusão a campanha que busca aumentar o estoque dos bancos de sangue neste período de outono/inverno. Com bola rolando, a ação continua: os gandulas que trabalharão na partida vão usar uma camisa especial do ‘Junho Vermelho’, enquanto os membros da comissão técnica utilizarão bonés na cor vermelha.

Rádio OFEC
O torcedor operariano pode acompanhar a partida pela Rádio OFEC, com narração de João Paulo Pacheco e comentários de Diego Garcia. A transmissão inicia às 18h30 e estará disponível no Facebook e no Youtube.

fonte: https://www.operarioferroviario.com.br/arquivos/noticias/pre-jogo-pelo-campeonato-brasileiro-operario-recebe-o-cruzeiro-no-germano-kruger

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA