Copa do Brasil

Na Arena e de virada, Grêmio vence a Chapecoense no Brasileirão

Com gols de Alisson e Borja, Tricolor superou os visitantes por 2 a 1. Com o resultado, atinge 10 pontos

Publicados

em

 

O Grêmio entrou em campo na noite desta segunda-feira, na Arena, para enfrentar a Chapecoense, em partida válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com gols de Alisson e de Borja, que fez sua estreia pelo Clube, o Tricolor venceu o time catarinense por 2 a 1. Com o resultado, soma três pontos e chega a 10 na competição, ainda na penúltima posição.

Os gremistas começaram a partida no ataque, tanto que a primeira chance foi construída nos segundos iniciais. Alisson fez um cruzamento e Borja dividiu com a zaga, tentando desviar de cabeça, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Mas aos 3 minutos, a Chapecoense, em sua primeira chance, conseguiu chegar ao gol com uma boa trama pela esquerda. A bola foi cruzada na área e Anselmo Ramon mandou de primeira, para o fundo das redes.

Quase que o segundo gol do time catarinense saiu na sequência, mas Gabriel Chepecó salvou por duas vezes: Geuvânio chutou primeiro da entrada da área e, depois de um devio do goleiro gremista, a bola explodiu na trave. No rebote, Anselmo Ramon finalizou, para outra defesa do camisa 34.

Mas aos 15’, o Grêmio tentou construir uma nova oportunidade e por pouco, não chegou ao gol. Da marca penal, Alisson recebeu, girou e finalizou, mas a bola saiu à direita da meta adversária. Só que dois minutos depois, o atacante foi efetivo – recebeu na intermediária, pelo meio e arriscou de longe, deixando tudo igual na Arena.

  Com treino técnico, Grêmio segue preparação para reta final da temporada

A Chape buscou voltar a frente no marcador e tentou em cobrança de falta. A bola foi colocada direto na área, mas o goleiro tricolor saiu para fazer a defesa, com 28’.  No minuto seguinte, em um lance de ataque gremista, a arbitragem assinalou um pênalti de Derlan em cima de Borja. O colombiano foi para a cobrança e mandou no canto esquerdo da meta defendida por João Paulo, marcando o gol da virada, passados 31 minutos.

Mantendo maior domínio e volume de jogo, quatro minutos depois, Borja quase assinalou o terceiro, quando recebeu na entrada da área e chutou. A bola bateu em Derlan e saiu pela linha de fundo.

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação.

Nos primeiros instantes da etapa complementar, o Tricolor chegou pela meia esquerda com Douglas Costa, que acabou sofrendo falta na entrada da área. Jean Pyerre cobrou, mas a bola explodiu na barreira, com 6 minutos.

Já a Chape chegou aos 12’, quando Anderson Leite recebeu na pequena área e tentou desviar de calcanhar, mas mandou na marcação de Geromel.

Depois de uma boa trama gremista, Vanderson fez um cruzamento na cabeça de Borja, que desviou, mas a bola passou por sobre a meta, com 19 minutos jogados.

  Ceará supera o Grêmio na estreia da Série A do Campeonato Brasileiro

As mudanças no time gremista foram providenciadas pelo técnico Luiz Felipe Scolari: Lucas Silva e Léo Pereira ocuparam os lugares de Darlan e Douglas Costa, aos 20’ e Luiz Fernando e Maicon, nos lugares de Borja e Jean Pyerre, aos 30’.

Passados 34’, o Grêmio chegou com uma trama entre Maicon e Léo Pereira. O atacante recebeu um passe e finalizou, mas a defesa cortou pela linha de fundo. Na cobrança do escanteio, Anselmo Ramon afastou para o time catarinense. Três minutos depois, em um lance de contra-ataque, Maicon combinou com Luiz Fernando, que finalizou. A bola sobrou para Léo Pereira na área, mas a bola foi para fora.

Mais uma mudança foi providenciada no time gremista: Diogo Barbosa no lugar de Alisson, aos 40’.

Com o resultado, soma três pontos e chega a 10 na competição, ainda na penúltima posição.

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

fonte: https://gremio.net/noticias/detalhes/24545/na-arena-e-de-virada–gremio-vence-a-chapecoense-no-brasileirao

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Atlético-MG

Galo vence no Ceará e é finalista da Copa do Brasil

Publicados

em

O Galo é finalista da Copa do Brasil. Confirmou a classificação para sua terceira final do torneio ao vencer o Fortaleza por 2 a 1, no jogo de volta da semifinal. A partida foi disputada na noite desta quarta-feira, dia 27, no estádio Castelão, em Fortaleza.
Fotos: Clube Atlético Mineiro / Pedro Souza
Diego Costa, aos 13 minutos do primeiro tempo, e Hulk, aos 37 da etapa final, foram os artilheiros da noite pelo lado atleticano. Romarinho, aos 44 do segundo tempo, descontou para o time da casa.
O adversário na decisão será o Athletico-PR, que eliminou o Flamengo na outra semifinal. As finais da Copa do Brasil serão realizadas nos dias 12 e 15 de dezembro. Os mandos de campo serão definidos por sorteio.
No jogo de ida da semifinal, quarta-feira passada, no Mineirão, o Atlético goleou o Fortaleza por 4 a 0, com gols de Arana, Réver, Hulk e Zaracho.
Fotos: Clube Atlético Mineiro / Pedro Souza
O JOGO foi bastante truncado no primeiro tempo. Diante da intensa disputa no meio-campo, foram poucas as finalizações nos primeiros 45 minutos.
Em lance pela direita,  ao quatro minutos, Diego Costa deu bom passe para Vargas, que acabou sendo desarmado pelo defensor cearense.
O Fortaleza levou perigo aos onze minutos, mas Edinho não conseguiu desviar a bola após tentativa de finalização de Wellington Paulista.
Aos 42, Arana cobrou falta de longa distância e exigiu grande defesa do goleiro Marcelo Boeck. Os donos da casa ameaçaram no chute de David e a bola saiu à esquerda do gol de Everson.
Fotos: Clube Atlético Mineiro / Pedro Souza
O Galo voltou para o SEGUNDO TEMPO com Dodô no lugar de Guilherme Arana.  Aos dois  minutos, Vargas recebeu ótimo lançamento de Dodô e ficou cara a cara com o goleiro, que fez grande defesa na finalização do atacante chileno.
GOOOOL DO GALO – Depois de erro de passe do Fortaleza no meio-campo, aos 13 minutos, Vargas deu lançamento perfeito para Diego Costa, que partiu em velocidade, driblou o goleiro e tocou para o gol: Galo 1 x 0.
Fotos: Clube Atlético Mineiro / Pedro Souza
Aos 20 minutos, o técnico Cuca substituiu Diego Costa por Eduardo Sasha e Alan Franco por Dylan Borrero. em seguida, Vargas deixou o campo para a entrada de Hulk. Aos 31, Nathan entrou no lugar de Jair.
GOOOOL DO GALO – Aos 35, Sasha recebeu passe de Dylan, invadiu a área e tentou driblar seu marcador, que colocou o braço na bola. O árbitro marcou pênalti e Hulk cobrou no canto esquerdo do goleiro, ampliando a vantagem alvinegra: Galo 2 x 0.
Fotos: Clube Atlético Mineiro / Pedro Souza
Aos 44, o Leão diminuiu em chute de Romarinho, de fora da área. No lance, a bola desviou em Igor Rabello, tirando a chance de defesa do goleiro Everson.
Próximo desafio – O Atlético voltará a campo neste sábado, dia 30, para enfrentar o Flamengo, no Rio de Janeiro, pelo Brasileirão. O jogo acontecerá às 19h, no Maracanã.
FICHA TÉCNICA
FORTALEZA 1 x 2 ATLÉTICO
Competição: Copa do Brasil
Etapa: Semifinal (volta)
Data: 27/10/2021 (quarta-feira)
Estádio: Castelão
Cidade: Fortaleza (CE)
Gols: Diego Costa (13′ – 1ºT), Hulk (37′ – 2ºT), Romarinho (44′ – 2ºT)
Fortaleza
Marcelo Boeck; Éderson, Titi, Matheus Jussa, Edinho (Osvaldo), Felipe, Ronald, Matheus Vargas (Romarinho), Bruno Melo, David (Igor Torres) e Wellington Paulista (Henríquez).
Técnico: Juan Vojvoda.
Atlético
Everson; Réver, Igor Rabello, Alonso, Guga, Jair (Nathan), Alan Franco (Dylan Borrero), Tchê Tchê, Guilherme Arana (Dodô), Vargas (Hulk) e Diego Costa (Eduardo Sasha).
Técnico: Cuca.
Cartões amarelos: (Atlético); Wellington Paulista, Igor Torres, Ronald (Fortaleza)
Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (AB-SP)
Árbitro Assistente 1: Marcelo Carvalho Van Gasse (FIFA-SP)
Árbitro Assistente 2: Daniel Paulo Ziolli (AB-SP)
Quarto Árbitro: Douglas Marques das Flores(AB-SP)
Quinto Árbitro: Jaílson Albano da Silva (AB-CE)
Árbitro de Vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (VAR-FIFA-SP)
Avar: Fábio Rogerio Baesteiro (AB-SP)
Observador de VAR: Marcos André Gomes da Penha (CBF-ES)
fonte: https://atletico.com.br/noticias/galo-vence-no-ceara-e-e-finalista-da-copa-do-brasil
COMENTE ABAIXO:
  Grêmio derrota Pelotas pelo Campeonato Gaúcho
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA