Internacional

Inter se despede da Libertadores 2021

Publicados

em

O Internacional empatou sem gols com o Olimpia-PAR, na noite desta quinta-feira (22/07), na partida de volta das oitavas de final da Libertadores. Com o resultado, a decisão de vaga na próxima fase seguiu para as penalidades, vencidas, por 5 a 4, pela equipe visitante, que deixou o Beira-Rio classificada.

Agora, o Inter volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Pela 13ª rodada nacional, O Clube do Povo enfrenta o Athletico-PR, no próximo domingo (25/07), a partir das 18h15. O confronto terá como palco a Arena da Baixada.

Placar teimoso

O Inter criou muitas oportunidades na primeira etapa, a grande maioria defendida pelo goleiro Aguilar, que viveu noite iluminada nesta quinta-feira. O único jogador que chegou a balançar as redes antes do intervalo foi Taison, que teve seu tento anulado por impedimento na origem da jogada. O camisa 10 também esbarrou na trave, igualmente vilã de um tempo inicial encerrado sem gols.

Tensão crescente

A pressão colorada, embora em escala ligeiramente inferior à do primeiro tempo, foi continuada com o reinício do confronto, e encontrou seu momento de maior relevância aos 20 minutos, quando Taison sofreu pênalti. Aguilar, todavia, defendeu a cobrança de Edenilson. Daí em diante, a tensão cresceu e as chances ficaram ainda mais escassas. Jogo encerrado, o duelo seguiu às penalidades, encerradas com triunfo adversário.


Primeiro tempo

1min – Inter avança pela direita com Yuri, que tabela com Heitor, invade a área e cruza rasteiro. Zaga corta em escanteio.

6min – MILAAAAAAAGRE! Taison faz grande jogada da esquerda para o centro e serve Yuri, que escapa de frente com Aguilar e arremata para grande defesa do goleiro. Quase o primeiro!

7min – UH! Edenilson cobra escanteio da direita. Na altura da marca do pênalti, Yuri sobe mais que a zaga e desvia por cima.

9min – Derlis González, de chaleira, aciona Ojeda. Pela direita da área colorada, o 32 paraguaio finaliza cruzado. Rasteira, ela sai ao lado.

15min – PRA FOOOOOOOOOOORA! Inter escapa em altíssima velocidade com Edenilson, que intercepta a saída de jogo alvinegra. Camisa oito serve Yuri, que estica com Taison. Dentro da área, o ídolo colorado finaliza rasteiro, e ela sai ao lado.

  Internacional goleia Deportivo Táchira-VEN por 4 a 0 na Libertadores

17min – UUUH! Taison aciona Heitor, que vai ao fundo e cruza. Desviada, ela quase toma o endereço do gol, mas sai em escanteio.

18min – SAAAAAAAALVA O GOLEIRO! Galhardo recebe de Yuri e sai de frente com Aguilar. Com a canhota, atacante finaliza para novo milagre do arqueiro.

22min – NO POOOOOOOOOOOOOOOOOSTE! Taison escapa em altíssima velocidade desde o campo de defesa, invade a área pela direita, corta para a canhota e finaliza rasteiro. A bola mata Aguilar, mas explode no poste direito do Olimpia.

27min – QUE PECADO! Galhardo é lançado pela esquerda e cruza aberto até Yuri, que serve Taison. Camisa 10 marca de cabeça, mas a jogada é anulada por impedimento de Thiago.

30min – Muda o Inter. Patrick, com dores, deixa o campo. Mauricio entra no lugar.

33min – ELA NÃO QUER ENTRAR! Moisés cobra falta pela esquerda da intermediária de ataque. Especialista como sempre, o lateral levanta na medida para Galhardo, que desvia para nova defesa de Aguilar. No rebote, Dourado, de canhota, manda por cima.

39min – PRA FOOOOOOOOOOOORA! Edenilson dá o chapéu no marcador e inverte até Moisés, que invade a área pela esquerda e cruza rasteiro. Galhardo finaliza, a bola explode na marcação e volta para Thiago, que emenda de primeira. Ao lado, por pouco!

40min – MAS O QUE É ISSO? QUE ATUAÇÃO É ESSA? Mauricio cruza linda bola para Yuri, que se projeta nas costas da marcação e, de primeira, finaliza de direita. Aguilar, DE NOVO, salva o Olimpia.

45min – Mais dois. Vamos a 47!

46min – AGORA É A ZAGA! Moisés recebe de Galhardo e, dentro da área, pela esquerda, solta a bomba rasteira. Alcaraz trava, providencial.

47min – Encerrado o primeiro tempo.


Segundo tempo

0min – Olimpia volta com Alejandro Silva no lugar de Recalde.

4min – UUUUUUUH! Galhardo aproveita falha da marcação do Olimpia e, pela quina direita da grande área, arrisca. Bola explode na rede, de fora.

6min – POR CIIIIIIIIIIIMA! Mauricio serve Moisés, que invade a área paraguaia em altíssima velocidade e solta um foguete. Quase o gol!

  Internacional domina a partida e vence com maestria por 6 a 1

7min – Torres recebe o amarelo por falta em Yuri.

9min – Cuesta amarelado.

16min – Silva arrisca de muito longe. Forte, o chute sai por cima.

18min – UUUUUUUUH! Moisés cobra escanteio pela esquerda. Cuesta desvia, mas Pitta, a centímetros da linha fatal, afasta.

20min – PÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊNAAAAAAALTI PARA O INTER! Galhardo cruza aberto da direita e a bola chega em Taison. Camisa 10 domina antes de Salazar, que promove um atropelo violento. Árbitro indica.

23min – Aguilar defende a cobrança de Edenilson.

24min – Sai Alcaraz, vem Cáceres. Olimpia troca.

29min – Orzusa recebe de Derlis e, na meia-lua, emenda de primeira. Tiro de meta para o Inter!

30min – Sai Heitor, vem Boschilia. Troca Aguirre.

36min – Orzusa, de meia-bicicleta, coloca para a área colorada. Silva cabeceia, mas sem direção.

37min – Taison e Yuri sacados. Entram Vini Mello e Palacios.

44min – González vem, Orzusa vai. Visitante troca.

45min – Quatro minutos de acréscimos.

49min – Vamos aos pênaltis. Jogo encerrado.


Pênaltis:

1-0: GOL! Edenilson abre a conta!

1-1: Silva marca para o Olimpia.

2-1: VAMOS! Boschilia recoloca o Inter na frente!

2-2: Pitta converte.

3-2: MOISÉÉÉS! Muito bem batida, no ângulo, sem chance de defesa.

3-3: Ojeda converte para os paraguaios.

4-3: GOOOOOOOL! Mauricio, no canto, com força.

4-4: Ortiz também faz.

4-4: Galhardo desperdiça.

5-4: Derlis marca para o Olimpia.


Ficha técnica:

Internacional (0)(5): Daniel; Heitor (Boschilia), Bruno Méndez, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson e Taison (Palacios); Yuri Alberto (Vini Mello), Thiago Galhardo e Patrick (Mauricio). Técnico: Diego Aguirre.

Olimpia (0)(4): Alfredo Aguilar; Víctor Salazar, Saúl Salcedo, Antolín Alcaraz (Cáceres) e Iván Torres; Richard Ortiz, Orzusa (González), Ojeda e Derlis González; Jorge Recalde (Silva) e Isidro Pitta. Técnico: Sergio Orteman.

Cartões amarelos: Victor Cuesta (I). Iván Torres (O).

Arbitragem: Christian Ferreyra apita, auxiliado por Pablo Llarena e Alberto Ponte, trio do Uruguai. Quarto árbitro: Jose Argote, da Venezuela. VAR: Julio Bascúñan, do Chile.

Estádio: Beira-Rio.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasileirão Série A

Beira-Rio vira Wakanda, e Inter vence o América-MG por 3 a 1

Publicados

em

Beira-Rio? Na noite desta quarta-feira (13/10), o número 891 da Avenida Padre Cacique se converteu em um portal para Wakanda. No embalo de Patrick, o Inter superou o América-MG, em partida da 26ª rodada do Brasileirão, por 3 a 1, gols do Pantera, duas vezes, e de Yuri, mais novo artilheiro do Nacional.

Com o resultado, o Inter, que segue na sétima colocação, chega aos 39 pontos no Brasileiro, um a menos do que Corinthians e Palmeiras, respectivos sexto e quinto colocados. No próximo domingo (17/10), o Clube do Povo visita exatamente o Porco, a partir das 16h, pela 27ª rodada do Nacional.


Na falta de espaços, os detalhes definem

Vagner Mancini, técnico do América-MG, certamente estudou com afinco os méritos que levaram o Inter a golear a Chapecoense na rodada passada. Atento ao tradicional ímpeto colorado nos movimentos que iniciam cada partida disputada no Beira-Rio, o Coelho cozinhou o primeiro terço de partida, apostando na individualidade de Ademir para acumular faltas e escanteios no corredor direito de seu ataque. Diante da escassez de espaços, coube ao Clube do Povo agir com velocidade.

Com a mão, Lucas Kal, na intermediária esquerda do ataque colorado, interceptou passe de Dourado. Assinalada pelo árbitro, a falta foi rapidamente cobrada pelo camisa 13 do Clube do Povo, que percebeu Patrick com enorme espaço. Na entrada da área, o Pantera nem deixou a bola quicar e, de imediato, emendou lindo voleio, indefensável para Cavichioli. Golaço, mas que pouco imperou como único do placar.

Na saída de bola, o América-MG chegou com força pela esquerda e, tirando proveito de corte incompleto da zaga colorada, empatou com Ademir. O gol, segundo da noite, foi também o último do primeiro tempo, que seguiu marcado pela compactação defensiva visitante e os poucos arremates perigosos do Internacional. Desses, o mais destacado saiu dos pés de Yuri, mas foi seguramente encaixado pelo arqueiro.


Beira-Rio e linha de frente fazem a diferença

Com dores, Lindoso precisou ser sacado no retorno do intervalo. Em seu lugar, entrou Johnny, que armou a primeira grande trama do Inter na etapa final, finalizada por Yuri, mas defendida por Cavichioli. O lance acendeu de vez os mais de nove mil colorados e coloradas presentes nas arquibancadas do Beira-Rio, que empurraram o Inter para cima da equipe visitante. A pressão de time e torcida, como de costume no Gigante, pouco custou para fazer efeito, e foi coroada por gol do grande nome da noite.

Com dores e prestes a ser sacado, Mauricio recebeu com espaço pela meia-direita. O vazio a ele oferecido, talvez, fosse consequência de soberba da defesa do Coelho, que subestimou a capacidade do atleta em contribuir para o jogo. Decisivo como de costume, o camisa 27 levantou na medida para Patrick, o Pantera Negra do Beira-Rio, transformar de vez o Gigante em Wakanda. De casquinha, o super-herói antecipou a saída do goleiro da meta e mandou para as redes, que balançaram no mesmo ritmo da torcida vermelha.

  Atlético MG divulga grupo de adversários pela Libertadores

Invicto há oito jogos e dono da terceira melhor campanha do returno, o América-MG se mandou para o ataque diante da desvantagem. Dois centroavantes e outra dupla de armadores entraram em campo, denotando a evidente sede mineira pelo empate. A postura, contudo, teve como consequência a oferta dos antes raros espaços para o ataque vermelho, devidamente explorados por Yuri e Caio aos 44. O 11 serviu o dono da 47, que finalizou para milagre do goleiro. Após explodir no poste, a bola se ofereceu para o artilheiro do Brasileirão, que marcou seu 11º no torneio, terceiro do Clube do Povo na noite, último da quarta-feira!


Primeiro tempo

 

13min – GOLAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAÇO! PINTUUUUUUUUUUUUUURA! OBRA DE ARTE! GÊNIO, GÊNIO, GÊNIO, GÊÊÊÊÊÊNIO! PATRICK, PATRICK, É DO PANTEEEEEEERA! Dourado, inteligentíssimo, cobra falta rápida na intermediária esquerda de ataque. O ganchinho do 13 encontra Patrick, que nem deixa a bola picar e emenda um voleio cinematográfico. Sem chances de defesa para Cavichioli, a bola estufa as redes americanas. Inter na frente após um começo truncado!

 

A narração da Rádio Colorada para o golaço de Patrick

15min – Após corte parcial da zaga colorada, Ademir fica com o rebote e finaliza de dentro da área. Daniel ainda resvala, mas não impede o empate visitante.

22min – DANIEEEEEEEEEEEL! Fabrício Daniel invade a área colorada a dribles e, cara a cara com o goleiro do Inter, arremata forte, mas abafado por excelente saída da meta.

23min – UH! Yuri recebe nas costas da marcação americana e, dentro da área, pela direita, finaliza cruzado. A bola sai mascada, e o goleiro encaixa.

40min – Mauricio cobra escanteio pela direita, Cavichioli corta na pequena área, e Cuesta, na altura da meia-lua, emenda de primeira. Forte, ela sai por cima.

45min – Mais três. Vamos a 48!

48min – Intervalo no Beira-Rio.


Segundo tempo

0min – Inter volta com novidade. Lindoso deixa o campo, Johnny entra.

8min – GRANDE JOGADA! Johnny avança pela direita e aciona Mauricio, que consegue excelente devolução para o camisa 30. Dele para Yuri, que arremata apertado pela marcação. Cavichioli encaixa.

11min – UUUUUUUUUUUUUUUUUUUH! Moisés faz grande jogada pelo corredor esquerdo e, rente à linha de fundo, cruza para trás. Yuri, na marca do pênalti, aparece livre e desvia com estilo, mas com muita força. Quase, quase!

  Conmebol divulga dias e horários das oitavas de final da Libertadores

12min – Amarelo para Felipe Azevedo! Caçou Maurico.

13min – POR DETAAAAAAAAAAAAAAAAALHE! Moisés cobra falta fechada da intermediária direita de ataque. Aberta, a bola passa na frente de todo mundo e sai ao lado do poste americano.

 

17min – GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL! O JOGO É DEEEEEEELE! O JOGO TEM NOME, E SE CHAMA PATRIIIIIIIIICK! PANTERA, PANTERA, PANTEEEEEEEEERA! O SUPER-HERÓI DO POVO COLORADO! O ARTILHEIRO DA NOITE! Mauricio, com dores e aguardando para ser substituído, recebe pela direita do ataque e oferece sua última contribuição da quarta-feira: na segunda trave, levanta com açúcar para Patrick, que desvia antes da saída de Cavichiolo e manda para as redes. Inter na frente!

 

Comemore o segundo do Inter na voz da Colorada!

18min – Mauricio deixa o campo. Vem Caio Vidal!

19min – Duas trocas no América-MG: Ribamar e Rodolfo vêm, Fabrício Daniel e Felipe Azevedo vão.

23min – MOISÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉS! América-MG sobe pela esquerda com Ribamar, que cruza rasteiro. Antes de Ademir, Moisés trava e manda pela linha de fundo.

24min – Entrou afim de confusão… Ribamar amarelado por desentendimento com Mercado.

26min – Paulo Victor substitui Patrick. Saiu na maca o Pantera.

31min – Taison faz bonita jogada pelo centro e finaliza da entrada da área. Levou perigo.

31min – Nazário e Diego Ferreira são as novidades de Mancini. Substituem Valoura e Patric.

39min – Toscano entra, Kal sai, e o América-MG fecha as cinco trocas.

40min – MERCAAAAAAAAAAAAAAADO! América-MG chega forte pela esquerda, Ademir consegue o arremate praticamente na pequena área, mas o zagueiro argentino se atira em frente a bola e salva o Inter.

 

44min – FALTAVA O DEEEEEEEEEEELE! FALTAVA O DELEEEEEEEEEEEEEEEE! É GOL, É GOL, É GOL, É GOOOOOOOOOOOOOOOL! YURIIIIIIIIII! Camisa 11 dá linda bola para Caio Vidal, que recebe livre, leve e solto na meia-lua, invade a área e desloca Cavichioli. O goleiro consegue um milagre, ela explode no travessão, mas o rebote é de Yuri Alberto, que ganha da zaga por cima e amplia. O Inter vence mais uma no Beira-Rio!

 

Gol de artilheiro, narração de colorado!

45min – Vamos a 50! Mais cinco!

46min – Taison e Moisés deixam o campo. Entram Cadorini e Zé Gabriel.

49min – Paulo Victor recebe o amarelo.

50min – FIM DE JOGO! VENCE O CLUBE DO POVO DO RIO GRANDE DO SUL!


Ficha técnica:

Internacional (3): Daniel; Saravia, Mercado, Victor Cuesta e Moisés (Zé Gabriel); Rodrigo Lindoso (Johnny), Rodrigo Dourado, Mauricio (Caio Vidal) e Patrick (Paulo Victor); Taison (Matheus Cadorini) e Yuri Alberto. Técnico: Diego Aguirre.

América-MG (1): Matheus Cavichioli; Patric (Diego Ferreira), Eduardo Bauermann, Ricardo Silva e Marlon Lopes; Lucas Kal (Marcelo Toscano), Juninho, Ademir, Juninho Valoura (Bruno Nazário) e Felipe Azevedo (Rodolfo); Fabrício Daniel (Ribamar). Técnico: Vagner Mancini.

Gols: Patrick 13’/1ºT e 17’/2ºT, e Yuri Alberto, aos 44’/2ºT (I). Ademir, os 14’/1ºT (A).

Cartões amarelos: Paulo Victor (I). Felipe Azevedo (A).

Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira, auxiliado por Jean Marcio dos Santos e Lorival das Flores. Quarto árbitro: Vinicius Gomes do Amaral. VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro.

Estádio: Beira-Rio.

Público: 9.711. Pagantes: 8.272. Menores: 124. Não pagantes: 1.315.

Renda: R$ 426.240,00

Imagens

Fotos: Ricardo Duarte

fonte: https://internacional.com.br/noticias/cronica-internacional-x-america-mg-26a-rodada-brasileirao-2021

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA