Athletico-PR

Jadson valoriza importância da pré-temporada e do convívio entre os jogadores

Publicados

em

Viamão (RS) – A equipe principal do Athletico está no oitavo dia da pré-temporada no Vila Ventura Ecoresort, na cidade de Viamão (RS). Mas para o meia Jadson, os trabalhos seguem desde a temporada passada.

Contratado pelo Furacão no início de outubro, o jogador passou por um período de readaptação aos treinos até voltar a ser relacionado. Na reta final do Brasileirão 2020, voltou a atuar e esteve em campo em nove jogos.

Ao final da temporada, Jadson trocou os dias de folga pelos treinamentos. A opção por seguir trabalhando foi pensando no bom rendimento em 2021.

“Quando eu voltei para o Athletico, tive uma sessão de treinos muito grande, com dois períodos até terminar a temporada 2020. Quando o pessoal saiu para a folga, eu não parei. Sabia que seria muito importante manter a minha condição física”, explicou.

A dedicação já está dando resultados em 2021. “Estou muito feliz por esse início da pré-temporada em Viamão. Estou muito preparado, confiante e alegre. Só tenho a agradecer ao presidente Petraglia e ao clube por me proporcionarem isso. E a melhor maneira que tenho de retribuir é me dedicando para estar bem nos jogos”, disse.

  Triunfo sobre o América de Cali foi o primeiro do Furacão na Colômbia

Como chegou ao Clube no ano passado já com as competições em andamento, Jadson valoriza os trabalhos conjuntos da pré-temporada athleticana. “Treinando desde o começo e fazendo uma boa pré-temporada, posso chegar muito bem na Sul-Americana, bem preparado para ajudar a equipe com assistências e gols”, afirmou.

Falando em gols, o torcedor rubro-negro não esquece das pinturas de Jadson na primeira passagem, quando balançou as redes adversárias 28 vezes. Muitos destes gols foram de falta. Especialidade que ele quer colocar em prática neste ano.

“No jogo contra o Grêmio, passou perto. Chegou a raspar a trave. Mas vou continuar trabalhando e quando tiver oportunidade nos jogos, tanto de falta quanto bola rolando, estou com essa ansiedade de marcar um gol novamente. O gol vai sair naturalmente, mas tomara que seja rápido”, completou.

Resenha
Dedicado dentro de campo e muito brincalhão fora dele. Assim Jadson construiu uma carreira de sucesso com passagens em grandes equipes e mais de 20 títulos na carreira, incluindo dois Campeonatos Brasileiros, a CONMEBOL Sul-Americana e a Liga Europa, pelo Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

  Piazada do Caju enfrenta o Santos neste domingo, pelo Brasileiro Sub-20

Agora, na pré-temporada em Viamão (RS), o sorriso está sempre no rosto do meia athleticano. Descontração fundamental para o momento em que as delegações da equipe principal e do time de Aspirantes passam 24 horas juntas no hotel.

“Sempre me dei bem nos grupos por onde eu passei. Aqui, desde que cheguei, fui muito bem recebido por todos. Com o tempo, você vai ganhando mais intimidade e podendo brincar mais. E já estou bem ambientado. Para se formar um grupo vencedor, é importante essa amizade, sempre com um ajudando o outro”, finalizou Jadson.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Athletico-PR

Pedro Rocha chegou para ser decisivo no Furacão

Publicados

em

Por

Imagine chegar a um novo clube e depois de quatro meses já estar com o nome marcado na história, com a conquista de um título internacional. É o que está vivendo no Athletico o atacante Pedro Rocha.

Pedro foi anunciado pelo Furacão no dia 18 de agosto. Pouco mais de três meses depois, já levantava a taça da CONMEBOL Sul-Americana. Também foi vice-campeão da Copa do Brasil na última semana. Um detalhe importante: teve participação fundamental na campanha de ambas as competições.

Assista à retrospectiva abaixo e não se esqueça de ler o restante do texto:

No torneio da CONMEBOL, Pedro Rocha foi um dos destaques dos duelos contra o Peñarol, pela semifinal. No Campeón Del Siglo, em Montevidéu, ele anotou um golaço de fora da área, em uma altura em que a partida estava complicada para o Furacão, com um empate no placar e o time da casa pressionando.

Já no jogo de volta, na Arena, ele selou a classificação à final com um gol no segundo tempo, após receber de Nikão, driblar o marcador e bater de perna esquerda.

“Sabia que era um campeonato muito importante para se conquistar, que o Athletico estava buscando muito o bicampeonato. Chegar e ter uma participação especial como eu tive me deixa muito feliz, me dá a certeza de que o trabalho que venho fazendo com meus companheiros vem dando certo”, falou.

  Bragantino x Athletico: lesionados, Pedro Henrique e Erick viram dúvidas do Furacão

Na semifinal da Copa do Brasil, em pleno Maracanã, ele conseguiu sua única assistência para gol até aqui. Depois de José Ivaldo fazer bela jogada no campo de defesa, Pedro Rocha foi acionado, temporizou a jogada até a chegada do companheiro e assistiu com precisão o zagueiro, que marcou um golaço na vitória por 3 a 0 contra o Flamengo.

Além disso, Pedro Rocha marcou outros quatro gols com a camisa rubro-negra. Dois contra o Grêmio, na vitória por 4 a 2, um contra o Red Bull Bragantino, vitória por 2 a 0, e outro contra o Cuiabá, vitória por 1 a 0, todos pelo Brasileirão.

O bom desempenho até aqui é fruto da qualidade já demonstrada por Pedro Rocha. Mas há um fator que contribuiu muito para que ele pensasse somente em desempenhar bem dentro de campo.

“Acredito que foi fundamental o carinho que recebi do torcedor, principalmente nas redes sociais, com mensagens de boas-vindas, desejando sucesso. Isso facilitou muito minha chegada, meu desenvolvimento aqui no Athletico. Fiquei muito feliz por isso e com certeza fez total diferença para meu bom desempenho até aqui”, ressaltou.

Ao todo, nestes quatro meses de casa, Pedro Rocha atuou em 29 partidas, com os já citados seis gols marcados e com uma assistência. Foram 12 jogos como titular e 17 partindo do banco de reservas, para um total de 1460 minutos em campo.

  Athletico está preparado para o último confronto do Campeonato

“Eu trabalho muito para quando chegar nos momentos decisivos estar pronto, no meu melhor momento físico e mental. Acredito que eu tenha sido decisivo e espero continuar com saúde, continuar trabalhando, fazendo o meu melhor para continuar ajudando o Athletico”, complementou Pedro Rocha.

Numa temporada vitoriosa como foi em 2021, a união do grupo fez a diferença. Segundo o jogador, todo o elenco está em sinergia e o bem coletivo está acima do individual.

“Esse grupo é bom demais, fui muito bem acolhido por todos. É um dos poucos que eu trabalhei em que todos são especiais e trabalham da mesma forma, com o mesmo objetivo”, revelou. “Os resultados e o trabalho falam por si. Temos um grupo unido, todo mundo correndo pelo mesmo objetivo e isso faz total diferença quando entramos em campo. Não existe nenhum tipo de individualidade e isso faz com que a equipe seja vencedora”, completou o camisa 32.

Na próxima temporada, o Athletico batalhará mais uma vez pela CONMEBOL Libertadores, sonho do clube há bastante tempo. Para o atacante, o Furacão tem potencial para conseguir conquistar a América.

“Se continuarmos plantando nosso melhor trabalho, vamos colher lá na frente. Sabemos que é um campeonato muito difícil, é o maior objetivo do clube, então vamos em busca. Temos qualidade e pessoas aqui dentro que trabalham muito em busca desse objetivo”, concluiu.

Fonte: https://www.athletico.com.br/noticia/pedro-rocha-chegou-ser-decisivo-furacao/

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA