Atlético-MG

Galo treina para a 1ª de dez finais na reta final do Brasileirão

Publicados

em

Com dez jogos restantes no Campeonato Brasileiro, o Atlético promete encarar todas essas partidas como finais para ganhar força na luta pelo título.
“São dez jogos, dez decisões para que a gente possa fazer o maior número possível de pontos e consiga, ainda, buscar esse título que é tão sonhado não só pelo torcedor atleticano, mas pelos jogadores também”, afirma o goleiro Everson.
A série de finais começa neste domingo, contra o Atlético-GO, em Belo Horizonte. A partida será realizada às 18h15, no Mineirão.
“Dentro ou fora de casa, a gente sempre busca a vitória, temos essa metodologia de trabalho, de jogo. Poderíamos ter encurtado essa distância do líder em três pontos, mas, infelizmente, conseguimos encurtar em apenas um ponto, ainda com uma rodada a menos na competição. Cabe a nós focar. As equipes de cima acabaram não tendo as vitórias e esses dez últimos jogos são muito difíceis porque cada equipe tem a sua pretensão. Cabe a nós trabalhar para fazer o maior número possível de vitórias e brigar lá em cima pelo título”, destaca o arqueiro atleticano.
A preparação para o confronto com a equipe goiana teve início na manhã desta quarta-feira, com treinamento na Cidade do Galo.
Everson completa avaliando que o time fez um bom jogo no empate por 2 a 2 com o Red Bull Bragantino, na última segunda-feira (11), em Bragança Paulista.
“Fizemos partidas melhores dentro do Campeonato Brasileiro, mas essa partida contra o Red Bull também não foi ruim. Tivemos o controle do jogo e, infelizmente, acabamos tomando dois gols, o que acabou dificultando que a gente pudesse buscar a vitória. Mas enfrentamos uma equipe qualificada, que cinco dias antes tinha ganhado do líder da competição. A gente sempre conversa e
COMENTE ABAIXO:
  São Paulo vence o Sport e segue na isolado na liderança do Brasileirão
Propaganda

Atlético-MG

Atlético MG vence e garante 1º lugar

Publicados

em

Por

 

O Atlético garantiu, antecipadamente, o primeiro lugar na fase classificatória do Campeonato Mineiro.

Neste domingo, no Mineirão, o Galo venceu o Boa Esporte por 2 a 1, chegou a 24 pontos e não pode mais ser alcançado por nenhuma equipe.

Tiago Silva abriu o placar para o time de Varginha aos 20 minutos do primeiro tempo. Ainda na etapa inicial, aos 29, Vargas empatou a partida.

No segundo tempo, o Galo pressionou bastante, criou várias oportunidades e marcou o gol da vitória aos 44 minutos, quando Arana converteu o pênalti sofrido por Nacho Fernández.

Libertadores – Agora, o foco é total na estreia na Copa Libertadores da América, quarta-feira (21), contra o Deportivo La Guaira, na Venezuela. O jogo será realizado às 19h (Hora de Brasília), no Estádio Olímpico da Universidade Central da Venezuela (UCV).

Atlético x Boa Esporte - Campeonato Mineiro 2021 - 18/4/2021
Fotos: Pedro Souza / Agência Galo / Clube Atlético Mineiro

 

 

O Galo foi ao ataque pela primeira vez no passe de Nacho para Vargas, mas a defesa adversária conseguiu cortar.

Keno tentou passe pelo alto para Dylan, na grande área, mas o goleiro Carlos Miguel saiu do gol e fez a defesa.

  Ceará cria as melhores jogadas, mas é superado pelo Athletico PR

Aos seis minutos, Nacho cruzou pela esquerda, Alonso escorou a bola de cabeça o a zaga do Boa afastou o perigo.

A equipe visitante abriu o placar aos 20 minutos, com Tiago. Quatro minutos depois, Nacho cobrou falta e o goleiro fez boa defesa.

Vargas teve um gol anulado, aos 25 minutos. No lance, a arbitragem marcou posição irregular do atacante chileno.

O Galo aumentou a pressão e, aos 27, após cruzamento de Arana pela esquerda, Réver cabeceou por cima do gol.

O empate aconteceu aos 29 minutos, quando Arana cruzou pela esquerda, Alonso escorou de cabeça e Vargas mandou a bola para a rede: 1 x 1.

Embalado pelo gol, o Atlético levou perigo na finalização de Nacho, desviada pelo zagueiro. Em seguida, Keno cruzou pela esquerda e a bola atravessou a grande área.

Aos 46, o goleiro Carlos Miguel fez grande defesa no arremate de Vargas.

2º TEMPO

O Galo voltou do intervalo com duas mudanças e criou ainda mais oportunidades na etapa final. Guga e Alonso foram substituídos por Mariano e Sávio, respectivamente.

Aos três minutos, Allan levantou a bola da intermediária e Dylan, na segunda trave, finalizou para fora.

  Ceará trava São Paulo que não consegue avançar e fica somente no empate

Em boa oportunidade, no minuto seguinte, Arana cruzou pela esquerda e Sávio cabeceou para fora.

Aos 14 minutos, Arana arriscou de fora da área e a bola saiu rente ao travessão. Logo depois, Vargas recebeu ótimo passe de Sávio e finalizou para a grande intervenção de Carlos Miguel.

Na chance mais clara da etapa final, aos 16, Dylan cruzou rasteiro pela direita e Vargas concluiu para fora.

Aos 24, Sasha entrou no lugar de Vargas e Marrony no lugar de Dylan.  Em mais uma boa chance atleticana, aos 31, Arana cruzou fechado pela esquerda e a bola atravessou a pequena área.

Aos 33, Keno deixou o campo para a entrada de Nathan. Dois minutos mais tarde, Everson fez boa defesa em finalização de Igor.

Após cruzamento de Mariano pela direita, Réver cabeceou e exigiu grande defesa de Calos Miguel.

Nacho Fernández sofreu pênalti, aos 43 minutos, e Arana cobrou no alto para fazer o gol da virada: Galo 2 x 1.

 

 

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA