Corinthians

Em jogo histórico, Corinthians derrotou o Vasco e passou à semi da Libertadores nove anos atrás

Paulinho anotou de cabeça o gol da vitória por 1 a 0 no Pacaembu pelo jogo de volta das quartas de final

Publicados

em

Um dos momentos mais emocionantes e inesquecíveis da história do Corinthians completa nove anos neste sábado (23). No dia 23 de maio de 2012, uma sequência de lances inesquecíveis levou o Timão às semifinais da Copa Libertadores da América na vitória dramática sobre o Vasco por 1 a 0, no Pacaembu, pela partida de volta das quartas de final. Esse foi mais um passo do Alvinegro do Parque São Jorge na campanha histórica na competição continental daquela temporada.

Com o empate em 0 a 0 no primeiro jogo das quartas de final, em São Januário, no Rio de Janeiro, o Corinthians precisava de uma vitória simples para garantir uma vaga nas semifinais. Porém, o jogo reservou muitas emoções para a Fiel.

O técnico Tite escalou: Cássio; Alessandro, Chicão, Leandro Castan e Fabio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo, Alex, Jorge Henrique e Emerson Sheik. Entraram ainda no segundo tempo Willian, no lugar de Jorge Henrique, e Liédson, no lugar de Emerson Sheik.

O primeiro tempo foi muito truncado, sem grandes chances para ambos os lados. O segundo tempo também se mostrava muito nervoso, até o momento de um lance que fez o Pacaembu se silenciar por alguns segundos.

  Direto do CT: Timão se reapresenta e continua preparação tática

A torcida corinthiana sofreu com a arrancada de Diego Souza livre em direção ao gol do Timão. Não se ouvia nada além dos passos do jogador do Vasco. Muitos pensaram no pior, mas Cássio estava lá para transformar a baliza do clube do Parque São Jorge em um paredão. Com a ponta dos dedos, o goleiro defendeu o chute do adversário vascaíno e levou a Fiel à loucura.

Após o susto, a torcida do Corinthians inflamou o Pacaembu, mas outro fato contribuiu para a apreensão corinthiana: Tite havia sido expulso por reclamação. Ao contrário do que muitos técnicos fazem, o comandante alvinegro não foi para um camarote e preferiu se alocar nas arquibancadas do estádio. De lá, o treinador acompanhou com a Fiel o inesquecível gol que selou a classificação do Timão para as semifinais da Libertadores.

O relógio marcava 42 minutos no segundo tempo. Em pressão alvinegra, Alex foi para cobrança de escanteio. A Fiel apoiava me peso quando Paulinho subiu mais do que a zaga do Vasco e, com uma testada firme, fez o Pacaembu explodir. Nas arquibancadas, Tite comemorou nos braços da torcida corinthiana. Já o camisa 8 foi direto para o alambrado, onde comemorou muito e foi abraçado por um torcedor.

  Com garra o Inter luta até o fim, mas não supera o Corinthians e fica com o vice no Brasileirão

Com o gol de cabeça do goleador volante, o Coringão conquistava a histórica classificação, e assim ganhava muita moral na reta final da Libertadores.

 

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasileirão Série A

Timão vence o Palmeiras na Neo Química Arena com dois gols de Róger Guedes

Atuando como mandante, Coringão vence Derby por 2 a 1 na 22ª rodada da competição nacional

Publicados

em


Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Na noite deste sábado (25), o Corinthians entrou em campo para mais um desafio no Brasileirão 2021. Na Neo Química Arena, pela 22ª rodada da competição, o Timão encarou o Derby contra o Palmeiras e venceu a partida por 2 a 1. Os gols alvinegros foram marcados por Róger Guedes.
O resultado positivo foi importante para o Coringão seguir firme na vaga por uma vaga na Libertadores do próximo ano. Até aqui, são 33 pontos conquistados, sendo uma campanha com oito vitórias, nove empates e cinco derrotas. Um fato interessante é a sequência de invencibilidade do Corinthians na competição, já são oito jogos sem derrotas.
Escalação
O técnico Sylvinho iniciou o Derby contra o Palmeiras com a seguinte escalação: Cássio, Fagner, Gil, João Victor, Fábio Santos; Cantillo, Giuliano, Renato Augusto; Gabriel Pereira, Wllian e Róger Guedes. Durante o jogo, também entraram Du Queiroz, Gustavo Silva, Jô, Vitinho e Xavier. Ainda estavam no banco de reservas: Matheus Donelli, Lucas Piton, Luan, Marquinhos, Araos, Gustavo Mantuan e Raul.
Bola em jogo!
A partida começou bastante movimentada na Neo Química Arena, com o Coringão buscando o campo de ataque e a criação de jogadas ofensivas.
A primeira boa chance foi aos 10 minutos, quando Willian achou Giuliano com um bom passe, o camisa 11 invadiu a grande área pela direta e cruzou rasteiro, o zagueiro adversário mandou contra o próprio patrimônio e o goleiro defendeu, evitando a vantagem alvinegra.
Nove minutos depois veio o gol corinthiano! Renato Augusto ganhou disputa de bola na ponta esquerda e tocou para trás. Giuliano ajeitou, de primeira, para Róger Guedes. O camisa 123 chutou forte, de perna esquerda, e abriu o placar. 1 a 0 Corinthians!
O Coringão seguiu em cima e aos 31 minutos, mais uma boa jogada de Gabriel Pereira, que fez fila na marcação adversária na frente da área. O camisa 38 bateu cruzado, de perna esquerda, mas a bola foi para fora!
Pouco antes do término da primeira etapa, a equipe adversária chegou ao gol de empate após finalização desviada.
Segundo tempo
Em busca do gol da vitória, o Corinthians iniciou a etapa complementar no ataque. Logo aos cinco minutos, Willian recebeu de Cantillo e correu em direção a grande área, limpou o zagueiro e chutou no cantinho, mas goleiro conseguiu mandar para escanteio.
Aos 12 minutos, na ponta direita, Gabriel Pereira fez jogada individual e cruzou bem, a bola era para Renato Augusto, que estava sozinho na área, mas o zagueiro adversário interceptou.
O técnico Sylvinho fez as duas primeiras alterações no Timão: entraram no jogo Du Queiroz e Gustavo Silva e saíram Renato Augusto e Gabriel Pereira.
Logo na primeira participação de Gustavo Silva na partida, um minuto depois, conseguiu uma boa finalização, mas o goleiro adversário conseguiu espalmar para a linha de fundo.
Aos 32 minutos, mais duas alterações no Coringão. Deixaram o gramado Willian e Cantillo para as entradas de Vitinho e Jô.
O gol da vitória saiu do pé do Róger Guedes mais uma vez! O camisa 123 acertou uma pancada no ângulo após boa jogada e abriu a vantagem para o Timão novamente! 2 a 1 Corinthians!
Antes do fim da partida, Sylvinho ainda realizou a última alteração, saindo Giuliano e entrando Xavier!
Próximo jogo
O Coringão volta a entrar em campo pelo Brasileirão no próximo sábado (2), na partida contra o Bragantino, fora de casa, às 19h (horário de Brasília).

Tags: Futebol, Notícias

  Completa 10 anos nesta sexta, o último gol de Ronaldinho pelo Corinthians

Categoria(s): Futebol

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA