Corinthians

Último jogo de Marcelinho Carioca com camisa do Corinthians completa 11 anos

Publicados

em

No dia 13 de janeiro de 2010, há exatos 11 anos, um dos maiores ídolos da história do Corinthians realizava sua última partida com a camisa alvinegra. Jogando no estádio do Pacaembu, Marcelinho Carioca se despedia da torcida corintiana em amistoso contra o Huracán (ARG).

A partida foi a primeira da equipe na temporada, e Marcelinho atuou com equipe que iniciava a preparação para o ano do centenário do clube. O time entrou em campo para enfrentar o time argentino com Felipe; Alessandro, Paulo André, William e Escudero; Marcelo Mattos, Jucilei, Morais e Marcelinho; Defederico e Souza. O Timão venceu por 3 a 0, com gols de Souza, Morais e Dentinho.

Marcelinho Carioca não vestia a camisa do Corinthians desde o fim de 2006, ano de sua última temporada como atleta corintiano. O ex-meia é o quinto maior artilheiro da história do clube, com 206 gols marcados em 433 jogos pelo time do Parque São Jorge.

COMENTE ABAIXO:
  Há dois anos, Danilo marcava seus últimos dois gols com a camisa do Corinthians
Propaganda

Corinthians

Há 27 anos, Marcelinho Carioca estreava pelo Corinthians

Publicados

em

No dia 19 de janeiro de 1994, um dos maiores ídolos da história do Corinthians fazia a estreia com a camisa alvinegra: Marcelinho Carioca. O meia fez a primeira partida dele pelo Timão em amistoso contra o Comercial, no Pacaembu. A partida vencida por 1 a 0 pelo Alvinegro do Parque São Jorge foi o início de uma história de alegrias e glórias, que pode ser numericamente resumida em 433 jogos, 206 gols e oito títulos.

Marcelinho teve, ao todo, três passagens pelo Timão: 1994 a 1997, 1998 a 2001 e 2006. Tempo suficiente para ganhar quatro Paulistas (1995, 1997, 1999 e 2001), uma Copa do Brasil (1995), dois Brasileiros (1998 e 1999) e um Mundial de Clubes da FIFA (2000).

Referência em bolas paradas, o Pé-de-Anjo, apelido que ganhou graças às cobranças magistrais, é também o quinto maior artilheiro da história do clube, colecionando gols bonitos, decisivos e inesquecíveis com a “segunda pele” dele – maneira carinhosa com que o próprio craque chama o manto alvinegro.

COMENTE ABAIXO:
  Mancini busca por time ideal, mesmo depois de usar 25 jogadores em quatro jogos
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA