Brasileirão Série A

Novo líder, Palmeiras bate Grêmio por 2 a 0 e chega a 16 jogos sem perder em casa no Brasileiro

Publicados

em

Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

O empate do Red Bull Bragantino (por 1 a 1, com o Cuiabá) e o revés do Athletico-PR (por 2 a 1, para o Santos) – times que tinham pontuação parecida com a do Verdão na ponta da tabela -, associada a essa vitória palmeirense, colocaram o Maior Campeão do Brasil na liderança do certame.

Atuando como mandante pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras não sabe o que é derrota há 16 partidas com esta– o último revés aconteceu no dia 10 de outubro de 2020, diante do Coritiba, no Allianz Parque. De lá para cá, são 11 vitórias e cinco empates: Atlético-MG (3 a 0), Fluminense (2 a 0), Athletico-PR (3 a 0), Bahia (3 a 0), Bragantino (1 a 0), Grêmio (1 a 1), Corinthians (4 a 0), Vasco (1 a 1), Botafogo (1 a 1), Fortaleza (1 a 0), Atlético-GO (1 a 1), Chapecoense (3 a 1), Corinthians (1 a 1), América-MG (2 a 1), Bahia (3 a 2) e, agora, Grêmio (2 a 0). Abel Ferreira e a sua comissão estão invictos atuando em casa pelo Nacional, já que todos os duelos tiveram o comando dos profissionais portugueses.

Invicto como mandante no Campeonato Brasileiro 2021, o Palmeiras tem ainda o melhor aproveitamento de pontos dentro de casa na atual edição do Nacional, com 85% – em cinco jogos disputados no Allianz Parque, o time comandado por Abel Ferreira venceu quatro e empatou um.

  Juventude fica no empate fora de casa contra o Cuiabá

Palmeiras e Grêmio já mediram forças 102 vezes em toda a história com o desta noite, sendo que o Verdão possui mais do que o dobro de vitórias do rival gaúcho. Em 101 jogos, o Alviverde contabiliza 44 triunfos, 37 empates e apenas 21 derrotas, com 146 gols marcados e 104 gols sofridos. Só nesta década, são 27 partidas, com 12 vitórias, dez empates, cinco revezes, 34 gols marcados e 22 gols sofridos.

O gol de Raphael Veiga pode ser considerado histórico, já que foi o tento mais rápido da história da arena alviverde: inaugurado em 2014, o Allianz Parque tinha Gabriel Jesus como o dono do antigo recorde, aos 50 segundos de jogo no duelo entre Palmeiras e Joinville (vitória palestrina por 3 a 2) pelo Campeonato Brasileiro de 2015. Houve ainda outros gols-relâmpago na arena, mas por outras categorias, que não devem ser misturadas às do profissional para efeitos de comparação, mas que podem ser citadas, como por exemplo, há dois dias, quando, coincidentemente, outro jogador marcou um gol-relâmpago no Allianz Parque: Gabriel Silva, aos 18 segundos de bola rolando, pelo Sub-20, no clássico contra o Santos (vitória palmeirense por 2 a 0).

O gol mais rápido da história do Palmeiras continua sendo do ponta-esquerda Gildo, que atuou no Palmeiras na década de 60: ele vazou as redes do Vasco aos 9 segundos de jogo na vitória palmeirense por 4 a 1 em 07/03/1965, no Maracanã – gol este, aliás, que continua sendo, até hoje, o tento mais cedo da história do colossal estádio carioca. Gildo também ficou marcado por ter feito o primeiro gol do Palmeiras na história da Libertadores, em 04/05/1961, contra o Independiente-ARG, pela Libertadores daquele ano (o Verdão venceu por 2 a 0, e o outro gol foi marcado por Zequinha, que seria campeão do mundo pela Seleção Brasileira em 1962).

  Bragantino perde de 2 a1 para o Atlético GO e segue em situação complicada

Além disso, o saudoso ponta-esquerda palmeirense também foi um dos personagens que representou o Palmeiras no dia em que o time vestiu o fardamento da Seleção Brasileira por completo para enfrentar a Seleção do Uruguai, em 07/09/1965, em jogo que fez parte do festival de inauguração do Estádio Magalhães Pinto, o Mineirão – o Brasil (Palmeiras) venceu a Celeste Olímpica por 3 a 0 – entretanto, ficou apenas no banco de reservas.

No histórico 07 de setembro de 1965, a Seleção Brasileira (que contava com jogadores do Palmeiras até no banco de reservas, inclusive a comissão técnica e o treinador argentino Filpo Nuñez), foi a campo com: Valdir de Morais (Picasso); Djalma Santos, Djalma Dias, Valdemar Carabina – cap – (Procópio) e Ferrari; Dudu (Zequinha) e Ademir da Guia; Julinho Botelho (Germano) Servílio, Tupãzinho (Ademar Pantera) e Rinaldo (Dario Alegria).

Fonte: https://www.palmeiras.com.br/pt-br/noticias/novo-lider-palmeiras-bate-gremio-por-2-a-0-e-chega-a-16-jogos-sem-perder-em-casa-no-brasileiro/

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasileirão Série A

Com gol de Calleri, Tricolor vence o Corinthians pelo Brasileirão

Em noite de inauguração do Camarote dos ídolos, no Morumbi, São Paulo derrotou o rival por 1 a 0

Publicados

em

Foi uma noite majestosa no Morumbi! Na inauguração do Camarote dos Ídolos, que reuniu craques que fizeram história no São Paulo, e com apoio incondicional da torcida, o Tricolor venceu o Corinthians por 1 a 0 nesta segunda-feira (18) em duelo válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

> FOTOS DO CLÁSSICO!

O gol são-paulino no clássico – o primeiro de Rogério Ceni neste retorno ao clube -, foi marcado pelo argentino Calleri. Com a importante vitória no Majestoso, o Tricolor subiu para a 12ª colocação, agora com 34 pontos.

O próximo compromisso no torneio nacional será diante do Red Bull Bragantino no domingo (24), às 18h15, no Estádio Nabi Abi Chedid.

Para encarar o rival, o time não contou com Igor Vinícius (aprimora a forma física após trauma no olho esquerdo), William (artroscopia no joelho), Luan (avulsão tendínea de adutor da coxa esquerda), Galeano (trauma no tornozelo direito) e Rigoni (pequeno estiramento no músculo posterior da coxa esquerda), além de Miranda (suspenso pelo terceiro amarelo).

  Renan marca pela primeira vez como profissional e se torna 3º mais jovem a fazer gol pelo clube na Liberta

Já o zagueiro Arboleda retornou após três jogos – estava com a seleção equatoriana nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. Assim, o técnico Rogério Ceni escalou a equipe com Volpi; Orejuela, Arboleda, Léo e Reinaldo; Liziero, Gabriel Sara, Igor Gomes e Benitez; Luciano e Calleri.

Com um início frenético e contagiado pelos torcedores, o Tricolor logo partiu para cima do adversário e balançou as redes aos dois minutos com Luciano. A arbitragem, porém, invalidou o gol do camisa 11 e assinalou impedimento.

E com uma postura ofensiva, o São Paulo largou na frente aos seis minutos: Reinaldo avançou pela esquerda e cruzou na medida para Calleri, que desviou para abrir o placar! 1 a 0!

Na volta para a etapa complementar, o uruguaio Gabriel entrou no lugar de Benitez. O time são-paulino seguiu dominante e ditou o ritmo do clássico. Aos 37 minutos, Luciano arriscou de fora da área e acertou uma bomba na trave.

Empurrada pela força das arquibancadas, a equipe não permitiu a reação do Corinthians e conquistou uma importante vitória no Majestoso! 1 a 0.

SÃO PAULO 1 x 0 CORINTHIANS

  Juventude fica no empate fora de casa contra o Cuiabá

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 18/10/2021 (segunda-feira)
Gol: Calleri (6/1T)
Cartões amarelos: Arboleda, Liziero e Gabriel (SPFC) João Victor e Roger Guedes (Corinthians)
Público pagante: 23.874 torcedores
Renda: R$ 1.076.213,00

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)
Quarto Árbitro: Thiago Lourenço de Mattos (SP)
Analista de Campo: Carlos Donizeti Pianosqui (SP)
Árbitro de Vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)
AVAR: Andre da Silva Bitencourt (RS)
Observador de VAR: Sergio Correa da Silva (RJ)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Orejuela (Diego Costa, 42/2T), Arboleda, Léo e Reinaldo; Liziero, Gabriel Sara (Marquinhos, 35/2T), Igor Gomes e Benitez (Gabriel, intervalo); Luciano (Rodrigo Nestor, 42/2T) e Calleri (Pablo, 31/2T). Técnico: Rogério Ceni.

Corinthians: Cássio; Du Queiroz, João Victor, Gil e Fábio Santos; Cantillo (Jô), Adson (Gustavo Silva), Renato Augusto e Giuliano; Gabriel Pereira e Roger Guedes. Técnico: Sylvinho.

fone: http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/campeonato-brasileiro/2021/10/18/com-gol-de-calleri,-tricolor-vence-o-corinthians-pelo-brasileirao

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA