São Paulo

Patrick: “Que seja uma história feliz e vitoriosa”

Um dos reforços do Tricolor para 2022, meio-campista está motivado para defender o clube

Publicados

em

O Pantera Negra está motivado para iniciar a sua trajetória no Tricolor! Um dos reforços do São Paulo para a temporada, Patrick foi anunciado na última semana e está animado para defender a equipe são-paulina a partir deste ano.

“Estou muito feliz e motivado para vestir essa camisa, que é para poucos. Chegar ao São Paulo é a realização de um sonho, e estou preparado para este novo ciclo na minha carreira”, afirmou o jogador, de 29 anos, que completou.

“A expectativa é a melhor possível, e quero alcançar os objetivos do São Paulo com os meus companheiros em 2022. Estou feliz com a oportunidade de jogar no maior clube do Brasil, e que esta nova história seja feliz e vitoriosa”, acrescentou.

Patrick começou a carreira no Sul do país e passou por Gaziantepspor, da Turquia, Goiás e Sport antes de chegar ao Internacional, onde se destacou nas últimas temporadas.

Agora, o atleta vive a expectativa de trabalhar com o técnico Rogério Ceni.

“Em 2015, quando eu jogava no Goiás, conversamos após uma partida, ele me elogiou e disse que um dia gostaria de me ver com a camisa do São Paulo. O tempo passou, e agora teremos a oportunidade de trabalhar juntos”, revelou.

  São Paulo ganha do Ceará nos pênaltis e vai à semifinal da Sul-Americana

“O Rogério é um ícone no São Paulo, e darei o meu melhor para ajudar e aprender com ele, que tem uma história gigante no futebol brasileiro e no clube. Darei meu sangue pelo São Paulo”, concluiu.

fonte: http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/futebol/2022/1/10/patrick-que-seja-uma-historia-feliz-e-vitoriosa

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

São Paulo

São Paulo ganha do Ceará nos pênaltis e vai à semifinal da Sul-Americana

Publicados

em

O São Paulo eliminou o Ceará nos pênaltis, na noite desta quarta-feira (10.08), e avançou à semifinal da Copa Sul-Americana. 

No tempo normal, o Ceará até venceu por 2 a 1, sem maiores dificuldades. Na primeira leva de penalidades, empate em 3 a 3. 

Já nas cobranças alternadas, Fernando Sobral chutou para fora e Patrick garantiu a classificação tricolor por 4 a 3. 

Agora, o time de Rogério Ceni encara o Atlético-GO, que eliminou o Nacional-URU. 

Embalado pela torcida, que compareceu em peso à Arena Castelão, o Ceará mostrou desde o início que pressionaria bastante o rival. 

Os pênaltis 

As penalidades começaram com esperança para o São Paulo, visto que Guilherme Castilho perdeu a primeira cobrança, defendida por Felipe Alves. Calleri colocou o Tricolor na frente, mas a vantagem foi perdida depois que Victor Luis marcou para o Ceará e Igor Vinícius acertou a trave. 

Depois disso, Luciano e Diego Costa marcaram para o time paulista, e Matheus Peixoto e Erick igualaram. 

Na última cobrança, Vina errou e Igor Gomes poderia dar a classificação para o São Paulo, mas também desperdiçou. 

Na série de penalidades alternadas, Fernando Sobral mandou para fora e Patrick marcou o gol da classificação do São Paulo. 

  São Paulo ganha do Ceará nos pênaltis e vai à semifinal da Sul-Americana

FICHA TÉCNICA: CEARÁ 2 (3) x (4) 1 SÃO PAULO 

Competição: Copa Sul-Americana, volta das quartas de final 

Data e hora: 10 de agosto de 2022 (quarta-feira), às 19h15 (de Brasília) Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE) 

Árbitro: Fernando Rapallini (ARG) 

Assistentes: Juan Belatti e Gabriel Chade (ambos da ARG) 

VAR: Nicolas Gallo (COL) 

Cartões amarelos: Igor Vinícius, Miranda, Galoppo e Calleri (São Paulo); Richardson, Victor Luís e Vina (Ceará) 

Gol: Mendoza, aos 44 minutos do primeiro tempo e Guilherme Castilho, aos 18 minutos do segundo tempo (Ceará); Igor Vinícius, aos 10 minutos do segundo tempo (São Paulo). 

CEARÁ: João Ricardo; Michel Macedo (Buiú), Messias, Luiz Otávio e Victor Luís; Richardson (Erick) e Guilherme Castilho; Lima (Fernando Sobral), Vina e Mendoza (Iury Castilho); Zé Roberto (Matheus Peixoto). Técnico: Marquinhos Santos 

SÃO PAULO: Felipe Alves; Diego Costa, Miranda e Léo; Igor Vinicius, Pablo Maia (Gabriel Neves), Igor Gomes, Galoppo (Rodrigo Nestor) e Reinaldo (Welington, depois Patrick); Nikão (Luciano) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA