Vasco

Luís Cangá é oficialmente apresentado pelo Vasco e relembra passagem de compatriota Holger Quiñónez

Publicados

em

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

O zagueiro equatoriano Luís Cangá foi oficialmente apresentado no CT Moacyr Barbosa, na tarde desta terça-feira (18/11). Há menos de uma semana no Rio de Janeiro, o zagueiro contou com a ajuda do companheiro Matías Galarza que ajudou ao equatoriano a entender as perguntas em português. O defensor vascaíno revelou alguns detalhes da negociação com o Clube e disse que foi muito bem recebido pelos companheiros.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

– Foi tudo muito bem na negociação. Fui bem recebido pelo clube e pelos novos companheiros. São três meses de muita expectativa para mim. Sei o que representa estar aqui. Espero que tudo ocorra bem durante o tempo que eu esteja aqui – disse Cangá.

O zagueiro equatoriano optou por usar a camisa número 13 e relembrou a passagem do seu compatriota Holger Quiñónez, Campeão Brasileiro com o Vasco em 1989. O defensor disse que sabe da história de Quiñónez no cruzmaltino e revelou que sabe da importância de defender essa camisa.

Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

– Sei da história que Quiñónez, sei que ele foi bem aqui. Eu venho pela minha própria história. Sei o que significa defender o Vasco e eu espero estar à altura.

  Goiás e Vasco se enfrentaram pela primeira vez em jogo oficial em 1976

Antes de finalizar a entrevista coletiva, Luís Cangá revelou suas principais características dentro de campo. O zagueiro disse que tenta fazer um jogo agressivo e busca recuperar a bola o mais rápido possível. Comentou ainda que gosta de ajudar seus companheiros e que espera garantir o acesso com o Vasco.

– Eu tento fazer um jogo agressivo, sempre tento recuperar a bola o mais rápido possível. Quero sempre estar 100%, sempre concentrado. Sou o cara que gosta de ajudar os meus companheiros. Gosto de ganhar sempre. Espero que o Vasco esteja no lugar que merece.

fonte: https://vasco.com.br/luis-canga-e-oficialmente-apresentado-pelo-vasco-e-relembra-passagem-de-compatriota-holger-quinonez/

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasileirão Série B

Vasco empata sem gols com o Guarani na Arena da Amazônia

Publicados

em

Na noite desta quinta-feira (19/05), em partida válida pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco da Gama mediu forças com o Guarani na Arena da Amazônia, em Manaus. Mesmo apoiado por sua apaixonada torcida, que compareceu em grande número ao maior palco do futebol amazonense, o Gigante da Colina não conseguiu alcançar o terceiro triunfo consecutivo no torneio nacional e empatou sem gols com o Bugre.

Apesar da não conquista do resultado positivo, o Almirante ampliou sua série invicta (já são oito partidas sem derrota) e assumiu a terceira colocação com 14 pontos, dois a menos que o Cruzeiro, que lidera o Campeonato Brasileiro com 16 pontos. O próximo compromisso vascaíno será na próxima quinta-feira (26/05), às 19 horas, diante do Brusque (SC), em São Januário. Mais de 11 mil ingressos já foram emitidos para o confronto.

Foto: Daniel Ramalho/Vasco.com.br

O JOGO

O duelo de duas equipes de muita tradição no futebol brasileiro começou bastante equilibrado, com muita disputa no meio-campo e sem chances de gol para ambos os lados. A primeira grande oportunidade da partida foi do Guarani, aos 16 minutos, com Júlio César. O atacante arriscou da intermediária e obrigou Thiago Rodrigues a fazer uma grande intervenção. O arqueiro cruzmaltino voltou a trabalhar no minuto seguinte, dessa vez após arremate de Diogo Mateus. O jogo seguiu sem fortes emoções e só voltou a esquentar na metade final do primeiro tempo. Aos 34 minutos, Gabriel Pec cruzou, Figueiredo tocou para áera e Andrey Santos finalizou para fora.

  Vasco encara Ponte Preta neste domingo pelo Brasileirão

A investida cruzmaltina serviu para acordar o Bugre, que criou as principais chances da etapa final. Aos 38, Bruno José recebeu de Giovanni Augusto e chutou com perigo. Na sequência, após cobrança de escanteio, Giovanni Augusto apareceu outra vez, dessa vez para acertar a trave. No rebote, Ernando cabeceou e Thiago Rodrigues fez um milagre, evitando o gol do Guarani.

Foto: Daniel Ramalho/Vasco.com.br

Na volta para o segundo tempo, Zé Ricardo promoveu a entrada de Matheus Barbosa no lugar de Juninho. Antes mesmo do cronômetro chegar aos cinco minutos, o Vasco chegou duas vezes, com Figueiredo e Raniel. As finalizações, entretanto, não conseguiram vencer o goleiro Kozlinski. A equipe de São Januário seguiu pressionado, especialmente com Gabriel Dias, nas bolas paradas, e Gabriel Pec, porém não obteve sucesso. O mesmo vale para o Guarani, que assustou em algumas oportunidades, com Lucão do Break, mas também não conseguiu tirar o zero do placar.

fonte: https://vasco.com.br/vasco-empata-sem-gols-com-o-guarani-na-arena-da-amazonia/

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA