Brasileirão Série B

Vila Nova vence e o Londrina e garante permanência na série B

Vitória no OBA por 2 a 1 com gols de Alesson e Arthur Rezende cravou o Tigrão na Série B de 2022

Publicados

em

FICAMOS! Vila Nova vence o Londrina e garante matematicamente a permanência na Série B
Foto: Douglas Monteiro / Vila Nova F.C.

Na luta, garra, disposição, imposição, ao melhor estilo Vila Nova, o Tigrão venceu o Londrina na noite desta sexta-feira (19) por 2 a 1. Este resultado pela penúltima rodada da Série B, no OBA, garantiu a permanência do colorado na segunda divisão nacional da próxima temporada. Os gols foram marcados por Alesson e Arthur Rezende, este último de pênalti, enquanto Marcelinho diminuiu para o Tubarão.

A próxima rodada é contra o Vitória, em Salvador, para fechar a competição. O jogo acontece no domingo (28), às 16h, no Barradão. Antes disso, o Vila tem compromisso pela Copa Verde, já nesta quarta-feira, pelo jogo de ida da semifinal contra o Nova Mutum-MT, às 19h30 no Onésio, em Goiânia.

O jogo

Precisando da vitória de qualquer maneira, o Londrina se lançou ao ataque no início. Mas o Vila soube suportar a pressão e saiu na frente.

Aos 37, Diego Tavares ganhou de todo mundo na velocidade na esquerda e cruzou rasteiro na medida para a área. Lá estava Alesson que empurrou para as redes para marcar seu 7º gol na Série B.

  Felipe Conceição técnico do Cruzeiro, visita a toca da Raposa e projeta integração

Quando o relógio marcava os 45, Moacir foi derrubado na grande área e foi marcado o pênalti. Arthur Rezende deslocou o goleiro e ampliou para o colorado.

No segundo tempo, o Vila teve as melhores chances, com todos os jogadores entrando bem. Mas o Londrina diminuiu com gol de Marcelinho.

No fim, ficou mesmo em 2 a 1 para o Tigrão. Resultado que cravou de vez, matematicamente, a permanência do Vila na Série B do Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica
Vila Nova 2×1 Londrina – 37ª rodada da Série B 2021
Data: 19 de novembro de 2021
Horário: 21h30
Local: Estádio OBA; Goiânia (GO)

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Auxiliares: Jean Márcio dos Santos (RN) e Lorival Cândido das Flores (RN)
VAR: Pablo Ramón Gonçalves Pinheiro (RN)

Gols: Alesson (37’ do 1º tempo) e Arthur Rezende (45’ do 1º tempo) (VIL); Marcelinho (27’ do 2º tempo) (LEC)
Cartões Amarelos: Arthur Rezende, Alesson, Diego Tavares, Georgemy (VIL); Matheus Bianqui, Marcondes e Zeca (LEC)

Vila Nova: Georgemy; Moacir, Renato, Rafael Donato e Bruno Collaço; Pedro Bambu (Xandão), Dudu (Kallyl) e Arthur Rezende; Alesson (Tiago Real), Clayton (Rafael Silva) e Diego Tavares (Alan Grafite)
Técnico: Higo Magalhães

Londrina: César; Matheus Bianqui (Bidia), Marcondes, Augusto e Felipe Vieira (Caprini); Jhonny Lucas (Salatiel), João Paulo e Mossoró; Victor Daniel (Marcelinho), Zeca e Roberto (Gegê)
Técnico: Márcio Fernandes

fonte: https://www.vilanovafc.com.br/noticias/170-ficamos-vila-nova-vence-o-londrina-e-garante-matematicamente-a-permanencia-na-serie-b

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Brasileirão Série B

Cruzeiro e Náutico empatam pela serie B

Publicados

em

Fim da disputa na Série B do Brasileiro para Cruzeiro e Náutico. As duas equipes empataram sem gols em jogo válido pela 38ª, e última, rodada da competição. A partida aconteceu no Mineirão, em Belo Horizonte, na noite desta quinta-feira (25).

A Raposa se despede da Série B deste ano com 48 pontos, atualmente em 11º lugar. Já o Timbu somou 53 pontos e termina em oitavo.

O jogo

O Cruzeiro pressionou o Náutico na etapa inicial do Mineirão. Logo aos seis, Marcelo Moreno recuperou a bola no ataque, limpou a marcação e chutou firme, mas a bola foi sobre o gol. Na altura dos 28, Rômulo fez o goleiro Anderson trabalhar em finalização de fora da área. O arqueiro apareceu novamente em chute de Claudinho.

A pressão da Raposa só aumentou. Aos 33, Giovanni chutou colocado e o goleiro do Náutico operou uma grande defesa. No ataque seguinte, Anderson espalmou uma pancada de Eduardo Brock. O Timbu apenas ameaçou aos 45, em desvio de Thássio, que passou próximo à trave. O time celeste terminou a primeira etapa com 16 finalizações, mas o placar foi mantido.

  Vitoria enfrente o Brusque hoje no Barradão

No segundo tempo, o Cruzeiro iniciou com o mesmo ritmo. Na altura dos seis, Wellington Nem cabeceou de dentro da pequena área, mas Anderson defendeu. Já aos dez, foi a vez de Marcelo Moreno arriscar o chute, porém a bola foi para fora.

Com um ritmo intenso na volta do intervalo, a partida ficou mais cadenciada a partir dos 20 minutos. O time mineiro seguiu com a posse, mas o Náutico conseguiu se estruturar melhor no campo de defesa, dificultando o ataque cruzeirense. Na reta final, o Cruzeiro teve mais algumas oportunidades, mas não foi às redes e o placar terminou 0 a 0.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA