Fluminense

Fred vira chave para Copa do Brasil: “Queremos construir uma vantagem”

Flu pega o Atlético-MG nesta quinta, em casa, pelo jogo de ida das quartas de final

Publicados

em

A primeira partida de uma sequência de duas contra o Atlético-MG já faz parte do passado. Agora, o Fluminense concentra todas as suas atenções no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil diante dos mineiros, nesta quinta-feira, às 21h30, no Estádio Nilton Santos. Autor do gol tricolor no empate em 1 a 1 na última segunda pelo Brasileirão, Fred projeta um duelo completamente diferente, apesar de o adversário ser o mesmo.

Para o camisa 9, por ser uma competição de mata-mata, a estratégia não pode ser a mesma. Como o Fluminense abre o confronto como mandante, Fred espera que o time consiga uma vitória para construir uma vantagem para depois decidir no Mineirão, no mês que vem. Vale lembrar que na Copa do Brasil não há a regra do gol qualificado como critério de desempate.

“A gente acaba tendo poucos dias de intervalo para enfrentar o mesmo adversário. É inusitado não só para a gente, mas para eles também. As equipes se estudam e se respeitam mais e procuram usar os pontos fortes e fracos como estratégia. Mas esse é um jogo diferente, pois tem um regulamento que nos coloca em uma decisão de 180 minutos, que não acaba neste jogo. A gente vai tentar fazer um grande jogo em casa para que a gente construa uma boa vantagem para decidir no Mineirão”, disse o capitão tricolor.

  Mais de 10 jogadores da base estrearam no profissional do Fluminense em 2020

Apesar de não jogar no Maracanã, já que seu gramado passa por reforma, Fred diz que o Fluminense se sente à vontade no Nilton Santos por já conhecer o estádio e pelo fato de o time ter conseguido fazer toda a preparação para o confronto em suas dependências, no CT Carlos Castilho.

Leia mais: Fred se torna o segundo maior artilheiro da história do Brasileirão

“A nossa intenção é fazer um grande jogo e conseguir uma vitória. Pela diferença que for, já nos daria uma vantagem. Vamos tentar usar esse fator casa, mesmo não sendo na nossa casa, mas é no Rio de Janeiro.  A gente não teve que viajar, fizemos a preparação no nosso CT. E vamos tentar fazer esse fator ser um peso para que a gente conquistar uma vitória”, ressaltou.

A partida será a segunda do Fluminense sob o comando de Marcão nesta nova passagem do ex-volante como técnico da equipe. Fred não mediu as palavras, rasgou elogios ao treinador e disse que o Tricolor merecia ter vencido a partida da última segunda, que marcou a reestreia do comandante.

  Luccas Claro comenta expectativa de completar 50 jogos pelo Fluminense

“O Marcão é um cara que é até difícil falar sobre ele, porque eu tenho um carinho e uma amizade há muitos anos. Não só nós, jogadores, mas a torcida e a diretoria já sabem que o Marcão é um membro da nossa família e ele consegue passar de forma clara para a gente tudo o que ele quer. No último jogo a gente já conseguiu fazer algo que fazia no ano passado, de ter uma equipe sólida e segura, mas ao mesmo tempo agredindo lá na frente. A gente ficou mais perto da vitória do que eles, merecíamos vencer o jogo. Por ser a estreia dele, a gente saiu satisfeito, mas ficou uma sensação de que poderíamos mais pelo gol no final. Mas agora é engrenar de novo com o Marcão, como foi feito em 2019 e no ano passado. Mais uma vez ele está aí dando a vida para levar o Fluminense a vitórias”.

Fotos: Lucas Merçon/FFC
Texto: Comunicação/FFC

Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

Fonte: https://www.fluminense.com.br/noticia/fred-vira-chave-para-copa-do-brasil-queremos-construir-uma-vantagem

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasileirão Série A

Fluminense vence no Maracanã e segue na cola do G-6 do Brasileirão

Tricolor volta a campo no próximo domingo, contra o Santos, na Vila Belmiro

Publicados

em

O Fluminense segue firme e forte na briga por uma vaga na Libertadores. Na tarde deste domingo, em seu retorno ao Maracanã, o Tricolor derrotou o Red Bull Bragantino por 2 a 1 e deu mais um passo rumo ao à competição continental. Fred e Luiz Henrique marcaram os gols da equipe na partida, válida pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ao abrir o placar, o ídolo tricolor fez história ao ultrapassar Romário e se tornar isoladamente o segundo maior artilheiro da história da competição, com 155 gols.

Com o resultado, a equipe chegou aos 32 pontos na tabela de classificação, se mantendo a apenas um do G-6. Além disso, o Time de Guerreiros chegou ao sétimo jogo de invencibilidade na competição. Na próxima rodada, o Fluminense vai até o litoral paulista, onde enfrenta o Santos, no domingo que vem (03/10), às 18h15, na Vila Belmiro.

Seja Sócio e receba conteúdos exclusivos, além de ter descontos em vários parceiros. Faça o Fluminense mais forte e escolha um plano agora!

Primeiro tempo

O Fluminense iniciou a partida controlando as ações e dominando a posse de bola. A equipe chegou ao ataque algumas vezes nos primeiros minutos, mas as jogadas foram bem travadas pela defesa adversária. Aos 6 minutos, Luiz Henrique fez linda jogada individual pela direita, acionou Nonato, que cruzou na área. Na sobra, Calegari chutou firme, mas a zaga conseguiu cortar. Aos 12, a tabelinha se repetiu: o Moleque de Xerém desceu pela ponta e acionou Nonato na área. O volante rolou para Fred, que só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio e abrir o placar para o Tricolor. Aos 23, Fred rolou boa bola para Luiz Henrique dentro da área pelo lado esquerdo, o garoto dominou e chutou cruzado, mas a bola desviou da defesa e saiu em escanteio. Na cobrança, Danilo Barcelos achou Fred, que cabeceou por cima do travessão.

  Flu desembarca em Guayaquil para jogo decisivo na Libertadores

A pressão tricolor seguiu intensa. Logo no lance seguinte, Fred fez o pivô e Yago lançou Luiz Henrique, que bateu prensado pelo defensor. Aos 28, Calegari foi à linha de fundo e rolou para Nonato, que desviou para o gol, mas o zagueiro tirou quase em cima da linha. Na sequência, Yago cortou para dentro na entrada da área e bateu firme, obrigando o goleiro a espalmar. Mas de tanto insistir o Fluminense ampliou aos 42. Calegari lançou Caio pela direita, ele avançou e rolou para Luiz Henrique dentro da área. O garoto dominou, fez o giro e soltou a bomba no ângulo. Um golaço no Maracanã!

Segundo tempo

A primeira finalização da segunda etapa foi aos 4 minutos, quando André arriscou de longe, mas a bola subiu demais. Apesar do domínio tricolor, o Red Bull Bragantino descontou aos 17 minutos, com Helinho. Aos 24, Danilo Barcelos cruzou com muito veneno na área, mas antes que a bola chegasse limpa para Luccas Claro finalizar a defesa conseguiu fazer o corte. Aos 30 minutos, André roubou a bola na intermediária, ajeitou e chutou, a bola desviou na zaga, mas o goleiro conseguiu fazer a defesa.

  Fluminense tem duvidas em quem colocar como titular no lugar de Fred que teve lesão

O Tricolor chegou ao terceiro gol em uma linda jogada coletiva, com Gabriel Teixeira, mas o VAR anulou o lance alegando impedimento. O Fluminense seguiu em cima e voltou ao ataque aos 38. Jhon Arias conduziu pelo meio e arriscou o chute, mas o goleiro fez a defesa. Aos 42, Calegari rolou para trás, Gabriel Teixeira fez o corta-luz e Nonato bateu colocado, para mais uma defesa de Julio César. Aos 46, Gabriel foi à linha de fundo e tocou para Arias, que rolou para André bater por cima do gol.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Brasileiro – 22ª rodada
26/09/2021, 16h – Maracanã

Fluminense (2)
Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; André, Nonato (David Braz) e Yago Felipe (Martinelli); Luiz Henrique (Gabriel Teixeira), Caio Paulista (Jhon Arias) e Fred (Bobadilla). Técnico: Marcão

Red Bull Bragantino (1)
Julio Cesar; Weverton, Léo Realpe, Natan e Luan Cândido (Guilherme); Emi Martínez (Praxedes), Cristiano, Vitinho; Gabriel Novaes (Hurtado), Helinho (Alerrandro) e Pedrinho. Técnico: Mauricio Barbieri

Gols: Fred (12′ 1T), Luiz Henrique (42′ 1T) (FLU); Helinho (17′ 2T) (RBB)

Cartões amarelos: Nonato, Martinelli (FLU); Léo Realpe, Gabriel Novaes (RBB)

Arbitragem: Leandro Pedro Vuaden (RS), auxiliado por Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jose Eduardo Calza (RS)

fonte: https://www.fluminense.com.br/noticia/fluminense-vence-no-maracana-e-segue-na-cola-do-g-6-do-brasileirao
Foto: Lucas Merçon/FFC
Texto: Comunicação/FFC

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA