Palmeiras

No Palmeiras desde a infância, Giovani realiza sonho e lembra encontro com Dudu

Publicados

em

Apesar de ter apenas 17 anos, o atacante Giovani conhece muito bem o Palmeiras. O menino nascido em Itaquaquecetuba, Região Metropolitana de São Paulo, chegou ao Verdão em 2014 para integrar o Sub-10 do clube, voltado para a transição do futsal para o futebol de campo, e passou por todas as demais categorias até estourar em 2020, quando, atuando pelo Sub-17 e Sub-20 ao mesmo tempo, foi o artilheiro geral da base alviverde com 14 gols. Tal desempenho despertou a atenção do técnico Abel Ferreira, que o trouxe para treinar entre os profissionais em 2021.

“Estar aqui hoje é um sonho de criança realizado. Nos meus primeiros dias com os jogadores, eu fingia que estava tudo normal, mas chegava em casa e pensava: ‘Pô, estava com os caras lá hoje cedo’. Até tempos atrás, eu só os via pela televisão. É inacreditável”, afirmou o jovem, que estreou como profissional logo em um Derby, no dia 3 de março, na Arena Corinthians, pelo Campeonato Paulista. “Quando o professor me chamou, confesso que deu um frio na barriga imenso e fiquei muito ansioso. Mas, quando entrei em campo, já fiquei mais tranquilo, pois coloquei na cabeça que estava em um campo de futebol, que é um lugar onde estive desde sempre. Mas a ficha de ter estreado pelo Profissional do Palmeiras só foi cair mesmo no dia seguinte (risos)”, disse.

  Abel Ferreira avalia vitória contra Juventude fora de casa e elogia Deyverson

O debute como titular foi no último dia 18, contra o Botafogo-SP, em Riberão Preto-SP, após ter entrado também contra São Caetano e Ferroviária. “Fiquei feliz com meu desempenho como titular. Acho que deu para apresentar um bom futebol. Infelizmente, não alcançamos a vitória, mas consegui mostrar minhas principais características, que são o drible e a velocidade. Agora é trabalhar firme para ter mais oportunidades e aproveitá-las bem”, comentou.

Giovani foi campeão Sub-15 na Coreia do Sul (Torneio de Jeju), na Itália (We Love Football), no Japão (Copa Internacional Tóquio) e no Paulista da categoria. Mas o título mais inesquecível foi o Paulista Sub-11 de 2015, por conta de um encontro especial. “Fomos campeões paulistas e depois fomos a um jogo no Allianz Parque para dar volta olímpica. O torcedor foi muito legal com a gente, aplaudiu bastante. Éramos crianças, não tínhamos muita noção do que estávamos fazendo. Depois, pudemos ir ao vestiário conversar com os jogadores. Pude ver Gabriel Jesus, Dudu e outros pela primeira vez. O Dudu, um ídolo para mim, foi muito legal e falou para eu continuar trabalhando firme que um dia estaria no Profissional com ele. Ele não está aqui hoje, mas eu estou. Deu certo. Isso foi marcante para mim até hoje”, lembrou o garoto, palmeirense mais jovem inscrito nas Libertadores de 2020 e 2021.

  Palmeiras x Internacional de Limeira: números, estatísticas e curiosidades da partida

Elogiado por Abel Ferreira em entrevistas pelo que apresenta no dia a dia, Giovani mostra desenvoltura também fora de campo. Convocado para o trote habitual das Crias da Academia convocadas para jogos do Profissional, o atacante interagiu bastante com os mais experientes do elenco e conquistou o carinho de todos. “Eu sou uma pessoa alegre. Tento sempre trazer alegria para onde estou, e os caras me abraçaram muito bem aqui. Eles brincaram comigo no trote, e levei na boa, fique solto. Sou juvenil (risos). São brincadeiras saudáveis porque eles gostaram de mim e estou muito feliz aqui no Profissional”, destacou. “Passo mais tempo no Palmeiras do que em casa. Isso tudo é uma família para mim. Cada dia que passa, me sinto mais feliz aqui. O Palmeiras foi o time que me acolheu da melhor forma. Já passei muitas coisas aqui, ruins e boas, e devo muito a esse clube. Vou trabalhar muito para retribuir tudo isso com muitos títulos”, completou.

Foto: Cesar Greco/Palmeiras
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

Palmeiras

Após empate pela libertadores, Palmeiras inicia a preparação visando o derby

Publicados

em

O Palmeiras, depois do empate por 0 a 0 com o Atlético-MG na noite de terça-feira (21), pelas semifinais da CONMEBOL Libertadores, começou já na manhã desta quarta (22), na Academia de Futebol, a preparação para o duelo com o Corinthians, no sábado (25), às 19h, na Neo Química Arena, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Os titulares contra o time mineiro no Allianz Parque fizeram atividades regenerativas na parte interna do centro de excelência. O restante foi a campo e disputou um coletivo com dois tempos de 15 minutos. A comissão técnica de Abel Ferreira acompanhou e orientou durante todo o trabalho. A movimentação contou com a presença de Crias do Sub-20: Garcia (lateral-direito), Lucas Freitas (zagueiro), Michel (zagueiro), Jhonatan (meio-campista), Naves (meio-campista), Kevin (atacante) e Marino (atacante).

Jogadores do Sub-20 participaram do treino desta quarta-feira (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

O zagueiro Luan analisou a partida de terça e projetou a decisão da semana que vem. “Foi um bom resultado. Sabemos que podemos melhorar e onde temos de melhorar. Foi um jogo de semifinal de Libertadores, com os nervos à flor da pele, com os dois times não se arriscando muito, mas acho que com a bola temos de melhorar e criar mais oportunidades e sermos sólidos defensivamente como fomos ontem. Nosso time é muito bom e está acostumado a jogos assim e vamos para o Mineirão para buscar a classificação à final”, afirmou o camisa 13 alviverde, que emendou a respeito do clássico diante do Corinthians:

  Palmeiras encara adversário inédito nas oitavas de final da Libertadores

“São jogos que gostamos de jogar. É um Derby na casa do nosso adversário e vamos nos preparar muito bem para que possamos fazer um grande jogo e conquistar os três pontos. Estamos com uma sequência boa contra o nosso adversário e vamos tentar manter isso na casa deles”, disse o defensor, que, desde 2017 no Palestra Italia, soma 164 confrontos, seis bolas na rede pelo clube e os títulos de campeão brasileiro em 2018, paulista de 2020, da Copa do Brasil de 2020 e da Libertadores de 2020.

Luan comentou o duelo com o Atlético-MG e projetou o Derby de sábado (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

O Maior Campeão do Brasil é o atual vice-líder do Campeonato Brasileiro com 38 pontos e vem de vitória na rodada passada: 2 a 0 sobre a Chapecoense, em Santa Catarina, com gols do meio-campista Raphael Veiga e do atacante Luiz Adriano. No primeiro turno, atuando como mandante, no dia 12 de junho, o Alviverde empatou com o Corinthians por 1 a 1, com tento anotado por Raphael Veiga.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA