Brasileirão Série A

Gustavo Scarpa completa 100 jogos pelo Verdão: ‘Camisa cheia de história’

Publicados

em

“A gente conversou no intervalo que precisávamos impôr nosso ritmo, devíamos ter feito desde o começo. A confiança na equipe não pode acabar. Quarta-feira temos decisão pela Copa do Brasil, então bola para cima e cabeça erguida”, declarou o meia após sair de campo, pregando confiança ao grupo diante dos importantes compromissos futuros.

Desta forma, Scarpa se juntou a um seleto grupo de outros oito jogadores do elenco com 100 jogos ou mais. São eles: Gustavo Gómez (104), Mayke, com (106), Luan (117), Marcos Rocha (130), Weverton (141), Lucas Lima (149), Felipe Melo (170) e Willian (203).

Presente em seis dos últimos sete duelos do Verdão, sendo que em apenas um não foi titular, o camisa 14 ostenta uma curiosa estatística na atual temporada: é o jogador que mais vezes sai do banco de reservas para auxiliar a equipe em campo neste segundo semestre, tendo sido acionado 18 vezes nos últimos 42 jogos, apesar da sequência na titularidade nos tempos recentes.

O meio-campista é o segundo principal artilheiro do elenco (22 gols, ao lado de Raphael Veiga e Luiz Adriano, com 22, e Willian, com 55) – em 2019, ele foi o goleador do time, ao lado de Dudu, com 13 – e o quarto colocado no ranking dos maiores garçons do plantel (13 passes para gol desde que chegou ao clube, em 2018, atrás apenas de Marcos Rocha, com 19 e da dupla Lucas Lima e Willian, líderes, com 20) – além de quatro assistências em 2020 (sendo duas nos dois jogos mais recentes pela Libertadores e outras duas no ano de estreia), o camisa 14 foi o segundo maior garçom do time em 2019, ao lado de Marcos Rocha, com sete passes a gol, atrás só de Dudu, com 18.

  Lucas Braga admite torcida por empate de rivais

Sobre a marca atingida, o jogador disse ter se sentido honrado: “É uma honra alcançar essa marca tão importante e significativa pelo Palmeiras. Estou muito contente e agradeço a Deus por todas as coisas boas que já vivi aqui. Agora, temos que focar nas decisões que temos pela frente e trabalhar forte para buscar mais títulos com essa camisa tão pesada e cheia de história”, afirmou.

Contratado no início de 2018, o camisa 14 já comemorou dois títulos pelo Verdão. Logo em seu primeiro ano no clube, ajudou o time na conquista do Campeonato Brasileiro. Nesta temporada, levantou o troféu do Paulista, com direito a um gol na fase de grupos e outro em sua cobrança de pênalti, na disputa de penalidades, contra Corinthians, na grande decisão da competição.

Na maioria das vezes em que é acionado, mesmo naquelas em que atua por poucos minutos, Scarpa mostra que faz a diferença: o jogador participou da construção da jogada de importantes gols palmeirenses neste período, como em 03/10, na vitória por 2 a 1 sobre o Ceará no Allianz Parque (entrou aos 22 do segundo tempo), chutou de fora da área e Willian marcou no rebote; em 07/10, na derrota por 2 a 1 diante do Botafogo no Engenhão (entrou aos 18 do segundo tempo), cruzou para Wesley conceder assistência a Willian; e em 14/10, no revés por 3 a 1 diante do Coritiba (este como titular), tocou Patrick de Paula fazer a assistência para Gabriel Veron. Antes disso, em 16/09, na vitória por 2 a 1 sobre o Bolívar-BOL na altitude de La Paz (local onde a equipe boliviana estava invicta contra times brasileiros desde a década de 80), o meio-campista havia entrado aos 40 minutos do segundo tempo e cobrado uma falta venenosa que carimbou o travessão – no rebote, Gabriel Veron ainda quase marcou.

Além dessas partidas recentes, o meia também atuou nos jogos frente o São Paulo (10/10), pelo Brasileiro, entrando aos 14 do segundo tempo, Atlético-GO (25/10), novamente pelo Brasileiro, quando foi a campo aos 35 do segundo tempo, e o próprio Red Bull Bragantino (29/10), pela Copa do Brasil, participando da partida a partir dos 42 minutos da etapa final.

TRAJETÓRIA DE SCARPA NO VERDÃO

  Flamengo goleia o São Paulo por 5 a 1, de virada, pelo Brasileirão

O jogador chegou ao clube em 2018, vindo do Fluminense, época em que o time era dirigido pelo técnico Roger Machado. Após sequência de oito partidas entre fevereiro (quando estreou) e março, ele passou a não poder mais atuar pelo time por alguns meses devido a um imbróglio jurídico no qual o clube das Laranjeiras, que pediu impugnação do contrato do atleta e reintegração à equipe carioca (na Justiça, porém, o Alviverde conseguiu vitória e o jogador pôde voltar a atuar a partir de julho daquele ano).

Depois disso, ainda enfrentou problemas de lesão, quando, ainda com Roger Machado, precisava entrar, muitas vezes, nos últimos minutos da partida para adquirir ritmo. Portanto, após uma primeira temporada no Palmeiras de adaptação – mesmo assim, sendo peça importantíssima na conquista do Campeonato Brasileiro de 2018–, o jogador começou a despontar mesmo em 2019, ano em que foi o segundo maior garçom do time em 2019, ao lado de Marcos Rocha, com sete passes a gol, atrás só de Dudu, com 18, e também artilheiro da equipe no ano, com 13 gols, ao lado de Dudu.

Em 2020, o meia atuou em oito das 16 partidas do Verdão na campanha vitoriosa do Campeonato Paulista e marcou um gol (na goleada por 4 a 0 sobre o Oeste, pela terceira rodada) – título este conquistado nos pênaltis contra o arquirrival Corinthians, em 08/08, dia que, inclusive, Scarpa foi um dos batedores do Verdão e deu sua contribuição convertendo a sua cobrança.

RELEMBRE: SCARPA COMO LATERAL-ESQUERDO EM 2020

Meio-campista de origem, o camisa 14 tem a polivalência como uma de suas caracterísricas. Durante o período em que o lateral-esquerdo titular Matías Viña estava com a Seleção Uruguaia e, depois, tornou-se desfalque pelo fato de ter contraído Covid-19, e o suplente Lucas Esteves estava lesionado, o meia canhoto Gustavo Scarpa, assim como o lateral-direito Mayke, foi testado de forma improvisada na ala esquerda e se saiu bem: contra o Ceará (11/11) e o Fluminense (14/11), vitórias por 3 a 0 e 2 a 0, pela Copa do Brasil e Brasileiro, respectivamente, ambas no Allianz Parque, o jogador foi titular da posição, além de ter feito um gol (o primeiro da partida) logo em seu primeiro jogo na nova função.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasileirão Série A

Em mais uma festa da torcida, Marcos Leonardo decide e Santos FC vence o Fortaleza

Publicados

em

 cada partida realizada na Vila Belmiro, a força da torcida santista aumenta. E na noite desta quinta-feira (25), com o Estádio Urbano Caldeira pulsando, o Peixe triunfou para cima do Fortaleza por 2 a 0, com dois gols de Marcos Leonardo, em jogo válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Os Meninos da Vila, Marcos Leonardo e Gabriel Pirani, entraram no intervalo da partida e foram decisivos para o time santista alcançar mais uma importante vitória.

O próximo jogo do Peixe será no domingo (28), diante do Internacional, no Beira-Rio, às 19h00.

O jogo
Antes do placar girar o primeiro minuto, o Peixe já havia armado o primeiro ataque perigoso da partida. Diego Tardelli recebeu na intermediária e avançou até chegar próximo da entrada da área, e bateu firme, e a bola passou muito perto da área.

Aos 5 minutos, Ângelo faz jogada pela esquerda, se livra da marcação e cruza na pequena área, e por muito pouco, Marcos Guilherme não abre o marcador.

Após a pressão inicial, a equipe adversária equilibrou o jogou, concentrando as ações no meio campo.

O Santos voltou a levar um grande perigo ao gol do Fortaleza no último minuto da primeira etapa. Após cruzamento na área, Marcos Guilherme chega batendo, e o goleiro faz uma excelente defesa.

  Fora de casa, Ceará joga bem, mas empata com o Internacional em 1x1

Na volta do intervalo, Diego Tardelli e Marinho tiveram que ser substituídos por Gabriel Pirani e Marcos Leonardo, devido a lesões.

E após um minuto em campo, Marcos Leonardo já arriscou sua primeira finalização na partida, obrigando o goleiro a fazer a defesa.

Aos 16 minutos, foi a vez de Pirani invadir e área e bater na rede pelo lado de fora.

Dez minutos depois, em boa trama realizada pelo ataque do time santista, Lucas Braga tenta o cruzamento e a bola bate na mão do defensor. E após análise no VAR, o árbitro confirma a penalidade máxima. Marcos Leonardo, o garoto de 18 anos, chama a responsabilidade, e bate firme no meio do gol. Antes de morrer no fundo da rede, a bola ainda resvala no goleiro.

Com a vantagem no marcador, o Peixe cadenciou a partida, inibindo os ataques do time adversário.

Marcos Leonardo comemora seus dois gols na partida (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

E aos 44 minutos, para encerrar a festa do torcedor santista, a dupla que entrou no intervalo da partida, resolveu o jogo. Marcos Leonardo puxa o contra o ataque, e deixa com Pirani, já na entrada da área. Com inteligência, o meia limpa dois marcadores, deixando seu companheiro livre para estufar a rede do Fortaleza.

Já nos acréscimos, outro Menino da Vila fez a torcida vibrar. O volante Sandry, afastado há alguns meses por uma grave lesão, retornou aos gramados, e nos minutos que ficou em campo, mostrou todo o seu potencial.

  Internacional realiza último treinamento antes do Natal

E com os Meninos da Vila em campo e resolvendo o jogo, e a torcida fazendo a festa na arquibancada, o árbitro encerrou a partida aos 50 minutos, dando números finais a mais um triunfo do Alvinegro da Vila Belmiro.

Sandry vibra com a vitória e seu retorno aos gramados (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

FICHA TÉCNICA
Santos FC 2 x 0 Fortaleza EC
Local:
 Estádio Vila Belmiro, em Santos.
Data: quinta-feira, 25 de novembro de 2021
Horário: 19h00
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães
Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Michael Correia
Cartões Amarelos: Marcos Guilherme, Vinícius Zanocelo e Marcos Leonardo (SFC); Pikachu e Marcelo Benevenuto (FEC)
Gols: Marcos Leonardo aos 25min e aos 44min do segundo tempo.
Santos FC: João Paulo; Danilo Boza, Luiz Felipe e Kaiky; Marcos Guilherme, Vinícius Zanocelo (Camacho), Felipe Jonatan (Sandry) e Lucas Braga; Marinho (Gabriel Pirani), Ângelo (Vinícius Balieiro) e Diego Tardelli (Marcos Leonardo). Técnico: Fábio Carille
Fortaleza: Marcelo Boeck; Tinga, Marcelo Benevenuto, TIti e Yago Pikachu (Lucas Crispim); Éderson, Ronald (Edinho), Matheus Vargas (Lucas Lima) e Bruno Melo; Robson (Wellington Paulista) e David (Romarinho). Técnico: Juan Vojvoda

https://www.santosfc.com.br/em-mais-uma-festa-da-torcida-marcos-leonardo-decide-e-santos-fc-vence-o-fortaleza/

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA