Brasileirão Série A

Gustavo Scarpa completa 100 jogos pelo Verdão: ‘Camisa cheia de história’

Publicados

em

“A gente conversou no intervalo que precisávamos impôr nosso ritmo, devíamos ter feito desde o começo. A confiança na equipe não pode acabar. Quarta-feira temos decisão pela Copa do Brasil, então bola para cima e cabeça erguida”, declarou o meia após sair de campo, pregando confiança ao grupo diante dos importantes compromissos futuros.

Desta forma, Scarpa se juntou a um seleto grupo de outros oito jogadores do elenco com 100 jogos ou mais. São eles: Gustavo Gómez (104), Mayke, com (106), Luan (117), Marcos Rocha (130), Weverton (141), Lucas Lima (149), Felipe Melo (170) e Willian (203).

Presente em seis dos últimos sete duelos do Verdão, sendo que em apenas um não foi titular, o camisa 14 ostenta uma curiosa estatística na atual temporada: é o jogador que mais vezes sai do banco de reservas para auxiliar a equipe em campo neste segundo semestre, tendo sido acionado 18 vezes nos últimos 42 jogos, apesar da sequência na titularidade nos tempos recentes.

O meio-campista é o segundo principal artilheiro do elenco (22 gols, ao lado de Raphael Veiga e Luiz Adriano, com 22, e Willian, com 55) – em 2019, ele foi o goleador do time, ao lado de Dudu, com 13 – e o quarto colocado no ranking dos maiores garçons do plantel (13 passes para gol desde que chegou ao clube, em 2018, atrás apenas de Marcos Rocha, com 19 e da dupla Lucas Lima e Willian, líderes, com 20) – além de quatro assistências em 2020 (sendo duas nos dois jogos mais recentes pela Libertadores e outras duas no ano de estreia), o camisa 14 foi o segundo maior garçom do time em 2019, ao lado de Marcos Rocha, com sete passes a gol, atrás só de Dudu, com 18.

  Bragantino vence o Botafogo de virada e sai do rebaixamento

Sobre a marca atingida, o jogador disse ter se sentido honrado: “É uma honra alcançar essa marca tão importante e significativa pelo Palmeiras. Estou muito contente e agradeço a Deus por todas as coisas boas que já vivi aqui. Agora, temos que focar nas decisões que temos pela frente e trabalhar forte para buscar mais títulos com essa camisa tão pesada e cheia de história”, afirmou.

Contratado no início de 2018, o camisa 14 já comemorou dois títulos pelo Verdão. Logo em seu primeiro ano no clube, ajudou o time na conquista do Campeonato Brasileiro. Nesta temporada, levantou o troféu do Paulista, com direito a um gol na fase de grupos e outro em sua cobrança de pênalti, na disputa de penalidades, contra Corinthians, na grande decisão da competição.

Na maioria das vezes em que é acionado, mesmo naquelas em que atua por poucos minutos, Scarpa mostra que faz a diferença: o jogador participou da construção da jogada de importantes gols palmeirenses neste período, como em 03/10, na vitória por 2 a 1 sobre o Ceará no Allianz Parque (entrou aos 22 do segundo tempo), chutou de fora da área e Willian marcou no rebote; em 07/10, na derrota por 2 a 1 diante do Botafogo no Engenhão (entrou aos 18 do segundo tempo), cruzou para Wesley conceder assistência a Willian; e em 14/10, no revés por 3 a 1 diante do Coritiba (este como titular), tocou Patrick de Paula fazer a assistência para Gabriel Veron. Antes disso, em 16/09, na vitória por 2 a 1 sobre o Bolívar-BOL na altitude de La Paz (local onde a equipe boliviana estava invicta contra times brasileiros desde a década de 80), o meio-campista havia entrado aos 40 minutos do segundo tempo e cobrado uma falta venenosa que carimbou o travessão – no rebote, Gabriel Veron ainda quase marcou.

Além dessas partidas recentes, o meia também atuou nos jogos frente o São Paulo (10/10), pelo Brasileiro, entrando aos 14 do segundo tempo, Atlético-GO (25/10), novamente pelo Brasileiro, quando foi a campo aos 35 do segundo tempo, e o próprio Red Bull Bragantino (29/10), pela Copa do Brasil, participando da partida a partir dos 42 minutos da etapa final.

TRAJETÓRIA DE SCARPA NO VERDÃO

  Bahia vence Coritiba de 2 a 1 pela 21ª rodada da Série A

O jogador chegou ao clube em 2018, vindo do Fluminense, época em que o time era dirigido pelo técnico Roger Machado. Após sequência de oito partidas entre fevereiro (quando estreou) e março, ele passou a não poder mais atuar pelo time por alguns meses devido a um imbróglio jurídico no qual o clube das Laranjeiras, que pediu impugnação do contrato do atleta e reintegração à equipe carioca (na Justiça, porém, o Alviverde conseguiu vitória e o jogador pôde voltar a atuar a partir de julho daquele ano).

Depois disso, ainda enfrentou problemas de lesão, quando, ainda com Roger Machado, precisava entrar, muitas vezes, nos últimos minutos da partida para adquirir ritmo. Portanto, após uma primeira temporada no Palmeiras de adaptação – mesmo assim, sendo peça importantíssima na conquista do Campeonato Brasileiro de 2018–, o jogador começou a despontar mesmo em 2019, ano em que foi o segundo maior garçom do time em 2019, ao lado de Marcos Rocha, com sete passes a gol, atrás só de Dudu, com 18, e também artilheiro da equipe no ano, com 13 gols, ao lado de Dudu.

Em 2020, o meia atuou em oito das 16 partidas do Verdão na campanha vitoriosa do Campeonato Paulista e marcou um gol (na goleada por 4 a 0 sobre o Oeste, pela terceira rodada) – título este conquistado nos pênaltis contra o arquirrival Corinthians, em 08/08, dia que, inclusive, Scarpa foi um dos batedores do Verdão e deu sua contribuição convertendo a sua cobrança.

RELEMBRE: SCARPA COMO LATERAL-ESQUERDO EM 2020

Meio-campista de origem, o camisa 14 tem a polivalência como uma de suas caracterísricas. Durante o período em que o lateral-esquerdo titular Matías Viña estava com a Seleção Uruguaia e, depois, tornou-se desfalque pelo fato de ter contraído Covid-19, e o suplente Lucas Esteves estava lesionado, o meia canhoto Gustavo Scarpa, assim como o lateral-direito Mayke, foi testado de forma improvisada na ala esquerda e se saiu bem: contra o Ceará (11/11) e o Fluminense (14/11), vitórias por 3 a 0 e 2 a 0, pela Copa do Brasil e Brasileiro, respectivamente, ambas no Allianz Parque, o jogador foi titular da posição, além de ter feito um gol (o primeiro da partida) logo em seu primeiro jogo na nova função.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Brasileirão Série A

Com gol de Carlos Sánchez, Santos FC vence a Chapecoense na Arena Condá

Publicados

em

Na noite deste domingo (01), o Santos voltou para casa com os 3 pontos na bagagem. Venceu a Chapecoense por a 1 a 0 na Arena Condá, em Santa Catarina, com gol de pênalti de Carlos Sánchez, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. Com o triunfo, o Peixe alcançou os 19 pontos, e a 7ª colocação na tabela.

O próximo compromisso do Alvinegro é a partida de volta pelas oitavas de finais da Copa do Brasil contra o Juazeirense, na quinta-feira (5), às 19h15, no Estádio Adauto Moraes. O time santista tem uma larga vantagem, já que venceu o primeiro jogo por 4 a 0.

O jogo
A partida iniciou movimentada, com as duas equipes procurando o gol.

Aos 10 minutos, o Peixe teve a primeira oportunidade. A bola é levantada na área, e após rebote da defesa, Jean Mota bate com firmeza e obrigado o arqueiro da Chapecoense a fazer boa defesa.

A segunda finalização do time santista ocorreu aos 26. Felipe Jonatan apareceu por trás da zaga, e chutou por cima do gol. Na sequência, foi a vez de Camacho tentar abrir o placar, mas a bola tomou o mesmo rumo do chute do lateral santista.

Em outra jogada pela esquerda, Felipe Jonatan cruza na área, e na disputa pela bola, Madson é derrubado na área. E após consulta no VAR, o árbitro sinaliza pênalti para o Alvinegro. Carlos Sánchez foi para a cobrança, mas o goleiro acabou defendendo. Em nova análise do VAR, o árbitro pede para o lance ser repetido, pois o goleiro se adiantou para defender a cobrança. Sánchez foi novamente para a bola, e com muita categoria, colocou a bola no ângulo, sem chances para o arqueiro do time catarinense. O uruguaio chega a marca de 28 gols pelo time da Vila Belmiro.

  Bahia vence Coritiba de 2 a 1 pela 21ª rodada da Série A

Antes de encerrar a primeira etapa, João Paulo garantiu a vitória parcial do Peixe. Aos 46, o goleiro fez uma linda defesa após cabeçada perigosa dentro da área.

O Santos voltou do intervalo com a mesma postura ofensiva, e aos 4 minutos, quase ampliou o placar. Na trama entre Lucas Braga e Marcos Leonardo, o Menino da Vila finalizou já dentro da área, e por muito pouco, não marcou o segundo do time santista.

João Paulo fez mais uma ótima atuação pelo Santos FC (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Em ótima fase, João Paulo pratica mais uma defesa de encher os olhos, aos 20 minutos. A Chapecoense puxou rápido contra ataque, e Fernandinho chutou a bola no ângulo. João pulou e defendeu com as pontas dos dedos, e colocou a bola para escanteio. Três minutos depois, mais uma do arqueiro Menino da Vila. Em chute da entrada da área, ele voou novamente para afastar o perigo.

Com inteligência, o sistema defensivo do Santos controlou o ímpeto da Chapecoense ao tentar empatar, e o time da casa não teve muitas alternativas para furar a defesa do Peixe, e a partida terminou com a vitória do Alvinegro da Vila Belmiro.

  Renan marca pela primeira vez como profissional e se torna 3º mais jovem a fazer gol pelo clube na Liberta

Ficha Técnica:
Chapecoense 0 x 1 Santos FC
Data:
 01/08/2021
Horário: 18h15
Gol: Carlos Sánchez (p) aos 42min do primeiro tempo.
Local: Arena Condá, em Chapecó, Santa Catarina.
Árbitro: Rodolpho Toski Marques
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Edson da Silva
Cartões amarelos: Jair Ventura (treinador da ACF) e Keiller (no banco de reservas) (ACF); Eduardo Zuma (auxiliar) (SFC)
Cartão vermelho: Keiller (no banco de reservas) (ACF)
ACF: João Paulo; Matheus Ribeiro, Kadu, Derlan e Busanello; Anderson Leite, Léo Gomes (Foguinho) e Felipe Baxola (Ravanelli); Anselmo Ramon (Perroti), Fabinho (Geuvânio) e Fernandinho (Mike). Técnico: Jair Ventura
SFC: João Paulo; Madson, Kaiky, Luiz Felipe (Wagner Leonardo) e Felipe Jonatan; Camacho, Carlos Sánchez (Vinícius Zanocelo) e Jean Mota; Marcos Guilherme (Gabriel Pirani), Marcos Leonardo e Lucas Braga (Bruno Marques). Técnico: Fernando Diniz

fonte: https://www.santosfc.com.br/com-gol-de-carlos-sanchez-santos-fc-vence-a-chapecoense-na-arena-conda/

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA