Bragantino

Palmeiras vence o Bragantino com gol no 2º tempo e avança à semi do Paulista

Publicados

em

Este foi o 16º duelo de mata-mata desde a temporada passada, sendo a 12ª vitória (avanço de fase ou título). De quebra, com o resultado, o Alviverde melhorou ainda mais o seu retrospecto geral na temporada: o time vem de seis vitórias consecutivas na temporada 2021 (sendo cinco como visitante), marca inédita desde a estreia da comissão técnica de Abel Ferreira, em novembro de 2020. O Maior Campeão do Brasil, inclusive, está invicto como visitante na temporada 2021! São 11 jogos sem perder (oito vitórias e três empates); se for considerar ainda o último compromisso como visitante na temporada passada, contra o Grêmio (ocorrido em 2021, mas válido por 2020), no jogo de ida final da Copa do Brasil, totalizam-se 12 partidas seguidas sem derrota fora de casa.

Especificamente no que tange ao confronto contra o Bragantino, o resultado também favoreceu o Verdão em um tabu positivo ante o adversário da vez: alcançou a marca de quatro vitórias em série na atual edição do Campeonato Paulista, já que havia acumulado resultados positivos nas três partidas anteriores: Santo André (1×0), Santos (3×2) e Ponte Preta (3×0). A última vez em que o Verdão obteve uma série parecida foi em 2018, quando, na ocasião, o Alviverde chegou a cinco triunfos seguidos ao vencer São Paulo, Ituano, Grêmio Novorizontino (duas vezes) e Santos entre 08 e 24 de março daquele ano.

  Palmeiras perde para o Mirassol no Allianz Parque

Superado pelo Bragantino apenas uma vez desde 1997 (em 13/09/1997, pelo Campeonato Brasileiro), os times se enfrentaram 21 vezes entre 1998 e hoje, com 17 vitórias palestrinas, três empates e um único triunfo do adversário de Bragança Paulista, conquistado em 02/02/2020, pelo Paulista – desde esta data, aliás, as equipes se tornaram adversários frequentes, já que se cruzaram também pelo Brasileiro (duas vezes) e Copa do Brasil (duas vezes), além do jogo desta noite do Paulista de 2021, e o Palmeiras não perdeu nenhuma! Daí a atual série invicta contra o Red Bull Bragantino: cinco jogos, todos com vitória.

Contra o Red Bull Bragantino, o time palestrino completou uma maratona de 11 jogos em apenas 24 dias: Universitario-PER (21/04), Guarani (23/04), Mirassol (25/04), Independiente del Valle-EQU (27/04), Inter de Limeira (29/04), Santo André (02/05), Defensa y Justicia-ARG (04/05), Santos (06/05), Ponte Preta (09/05), Independiente del Valle-QUE (11/05) e Red Bull Bragantino (14/05). Gustavo Scarpa é o atleta com mais jogos em 2021 (29 no total) – estes dados incluem as partidas da temporada 2020 realizadas entre janeiro e março deste ano.

O JOGO

Com um primeiro tempo equilibrado, porém, com boas chances criadas pelo time alviverde, o jogo não saiu do 0 a 0 nos 45 minutos iniciais.

Já no segundo tempo, o Verdão cresceu ainda mais na partida na medida em que o time da casa ia sentindo o cansaço físico. Desta forma, o Alviverde passou a encurtar os espaços e atacar mais.

Aos 32 minutos, Luiz Adriano, da intermediária, lançou Gustavo Scarpa que disparava pela esquerda, invadindo a área e ganhando da marcação: o atacante finalizou, de forma que a bola passou por debaixo das pernas do goleiro Cleiton e acertou o travessão. No rebote, Rony, que estava relativamente longe, mergulhou de cabeça, no limite de sua elasticidade, para abrir a contagem. (Red Bull Bragantino 0x1 Palmeiras)

  Palmeiras obtém liberação imediata junto à FIFA dos atletas Dudu e Pedrão

Dali até o final da partida o Verdão valorizou a posse de bola, mas sem deixar de ter o seu ímpeto brigador. Nos momentos em que foi exigida, a linha defensiva, formada por Mayke, Gustavo Gómez e Renan foi impecável, afastando bolas aéreas e também as bolas enfiadas. Weverton quase não precisou trabalhar.

As alterações promovidas pelo técnico Abel Ferreira foram Luiz Adriano na vaga de Willian, no ataque, aos 19, simultaneamente à troca de Wesley por Rony, autor do gol da vitória. Aos 35, entrou Marcos Rocha no lugar de Lucas Lima, que saiu muito aplaudido pelo banco de reservas e comissão técnica palmeirense, e também entrou Victor Luis no lugar de Viña na lateral-esquerda. O camisa 2 palmeirense Marcos Rocha, porém, ficou poucos minutos em campo: precisou ser substituído aos 45 por Luan, após sentir dores – Felipe Melo estava  a postos para entrar no final da partida, porém, devido ao fato de Rocha sentir dores, Abel chamou Luan de última hora para jogar os minutos finais.

O Maior Campeão do Brasil volta a campo contra o Defensa y Justicia-ARG, em casa (Allianz Parque), pela quinta rodada da Libertadores, na terça-feira (18), às 19h15. Vale lembrar que, com 100% de aproveitamento no torneio continental, o Palmeiras já está classificado antecipadamente às oitavas de final da competição.

 

COMENTE ABAIXO:
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

Bragantino

Em noite brilhante, Red Bull Bragantino goleia o Palmeiras por 4x 2

Publicados

em

Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

O Red Bull Bragantino teve uma noite incrível neste sábado (9). No Allianz Parque, em São Paulo, o Massa Bruta venceu o Palmeiras por 4 a 2 pela 25ª rodada do Nacional. Os gols do Braga foram marcados por Artur (2), Ytalo e Cuello. Raphael Veiga e Dudu descontaram para os donos da casa.

Com este resultado, o time do técnico Maurício Barbieri chegou aos 38 pontos, na quinta colocação do Brasileirão.

A próxima partida do Braga será na terça-feira (12) contra o Atlético-GO. O duelo será realizado no Estádio Nabi Abi Chedid, às 19 horas.

O jogo

Após segurar a pressão inicial dos donos da casa, o time de Bragança Paulista assustou o oponente logo aos 4 minutos. Depois de receber de Aderlan na direita, Ytalo invadiu a área e bateu rasteiro, mas Jailson caiu para encaixar a batida.

Oito minutos depois, em uma nova jogada envolvendo Aderlan e Ytalo, o Braga abriu placar no Allianz Parque. Da intermediaria defensiva, o lateral lançou Ytalo em velocidade no campo de ataque. O centroavante correu entre os defensores palmeirenses, ajeitou a bola na coxa e soltou um forte chute dentro da área para vencer Jailson.

Aos 17, após tabelar com Artur pela direita, Cuello desceu pela lateral da área e bateu direto ao gol, surpreendendo Jailson e exigindo do goleiro rival uma grande defesa.

  Palmeiras é derrotado na final da Recopa pelo Defensa y Justicia

O Palmeiras tentou reagir, mas o sistema defensivo do Braga marcava firme. Quando o rival conseguia finalizar, Cleiton estava em cima do lance para evitar o empate.

Sem se acomodar com a vantagem, o Massa Bruta ampliou o marcador aos 33 minutos com Cuello. Após pressionar a saída de bola rival e efetuar o desarme, Praxedes passou para Cuello no lado esquerdo. O argentino cortou para o meio e bateu de fora da área. A bola ainda desviou na zaga adversária e morreu no fundo do gol.

Sem deixar o rival respirar, o Red Bull Bragantino marcou o terceiro gol da noite dois minutos depois. Após roubada de bola de Cuello, Ytalo recebeu do argentino e passou para Artur na entrada da área. O camisa 7 do Braga dominou, deixou um zagueiro no chão e bateu forte no canto.

O Braga ainda quase marcou o quarto com Ytalo, que se jogou na bola em cruzamento rasteiro, porém não alcançou o passe, e com Praxedes, que bateu de fora da área e viu a tentativa passar perto da trave. Porém ainda aos 42 minutos, o Palmeiras diminuiu o placar com Dudu.

Na segunda etapa, o time da casa marcou seu segundo gol aos 16 minutos com Raphael Veiga.

  Abel Ferreira analisa atuação do Palmeiras após classificação para a fina da Libertadores

Apesar da reação rival, o Braga teve a frieza de seguir no ataque e, com isso, foi coroado com o quarto gol aos 30 minutos. Após boa descida pela direita, Helinho passou para Ytalo na entrada da grande área. O camisa 15 do Braga dominou e rolou para Artur, que bateu colocado e não deu chance de defesa para Jailson, finalizando o placar por 4 a 2 na capital paulista.

Palmeiras 2 x 4 Red Bull Bragantino
Local: Allianz Parque, em São Paulo;
Árbitro: Rafael Traci-SC;
Assistentes: Bruno Boschilia-PR e Johnny Barros de Oliveira-SC;
Cartões amarelos: Aderlan (Red Bull Bragantino); Gabriel Veron (SEP);
Gols: Ytalo, aos 12min do 1ºT, Cuello, aos 33min do 1ºT, Artur, aos 35min do1ºT e aos 30min do2ºT (Red Bull Bragantino); Dudu, aos 42min do 1ºT, e Rafael Veiga, aos 16min do 2ºT (SEP).

Red Bull Bragantino: Cleiton; Aderlan (Léo Ortiz), Fabrício Bruno, Natan e Luan Cândido; Jadsom, Eric Ramires e Praxedes (Helinho); Artur, Ytalo (Gonzalo) e Cuello (Léo Realpe). Técnico: Maurício Barbieri.

Palmeiras: Jailson; Kuscevic (Breno Lopes), Luan, Renan e Jorge (Gustavo Scarpa); Danilo Barbosa (Luiz Adriano), Patrick de Paula e Raphael Veiga; Dudu, Wesley (Gabriel Veron) e Rony (Deyverson). Técnico: Abel Ferreira.

https://www.redbullbragantino.com.br/noticia/goleada-bragantina-no-allianz-parque

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

FLAMENGO

CORINTHIANS

SÃO PAULO

PALMEIRAS

MAIS LIDAS DA SEMANA